Os holandeses não gostam de cortinas (e não se importam que se espreite para dentro das suas casas)

Para muitos turistas que visitam os Países Baixos, uma das grandes descobertas ao passear pelas ruas é que se pode espreitar para dentro das casas das pessoas. Muitos holandeses nunca fecham as cortinas, e muitas vezes, nem sequer as têm.

Numa época em que as restrições devido à pandemia de covid-19 estão a confinar pessoas de todo o mundo às suas casas, com apenas uma janela para contactar com o mundo exterior, essa peculiaridade nacional parece ainda mais intrigante.

De acordo com a CNN, os holandeses não se importam que as pessoas espreitem para dentro das suas casas. Está tão entrelaçado com a sua cultura que os investigadores se têm esforçado para descobrir exatamente porque é que as pessoas nos Países Baixos se importam tão pouco com a sua privacidade.

Quem tenta encontrar uma explicação, acaba por se envolver num grande emaranhado sociológico. É um mentalidade de “não tenho nada para esconder” ou “vê só o que eu possuo”? Ou ambos?

A explicação mais popular deriva da tradição religiosa protestante do calvinismo, que insiste em que cidadãos honestos não têm nada a esconder.

Fechar as cortinas pode indicar o contrário. E, ao permitir que as pessoas olhem para dentro das suas casas, estão a mostrar que são pessoas honestas e que nada têm a esconder – nem mesmo aos desconhecidos que passeiam pela rua.

O desejo de mostrar posses também pode ser uma explicação. À medida que os padrões de vida aumentaram com o tempo, os materiais e os interiores tornaram-se mais luxuosos.

Alguns guias turísticos da cidade explicam a abertura como uma forma de fazer negócio nos tempos antigos. As pessoas deixavam as cortinas abertas para exibir uma sala cheia dos melhores móveis, decorações e arte, como uma forma de provar aos comerciantes que eram confiáveis.

Outros dizem que é uma tradição que remonta à década de 1950 e que já começou a mudar.

Em 2006, os antropólogos Hilje van der Horst e Jantine Messing estudaram o fenómeno e observaram que as pessoas em bairros apertados eram mais propensas a deixar a cortina aberta – e a decorar as suas janelas com estátuas, vasos e flores.

Outra razão é o desejo dos moradores de ver o mundo passar. Os holandeses gostam de olhar para fora e ver as luzes, a agitação das ruas e as pessoas que passam por lá.

A interação entre dentro e fora ajuda a promover a cultura aberta pela qual os holandeses são bem conhecidos.

ZAP //

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. A explicação é simples e dispensa toda esta charada. Nenhum outro holandês pára em frente da janela do vizinho para espreitar lá para dentro. A pretensa explicação “Calvinista” talvez justifique o “não ter nada que esconder”, e, contraditóriamente, não bate com a baboseira da exibição de uma sala cheia de melhores móveis, decoração e arte.

  2. Eu penso de que os gajos deixam as cortinas abertas porque estao habituados a que assim seja no red light district.
    E em Portugal também temos tudo à mostra mas por não termos dinheiro para as cortinas, pá, penso eu de que.

  3. Os holandeses só têm que pôr cortinas e outras barreiras nos sítios dos offshores onde recebem as toneladas de dinheiro roubado a outros pobres países da “Desunião Europeia”. Devem escancarar as janelas só para nos dizerem cinicamente que lá dentro não têm nada de ninguém! Quando é que se acaba com esta pouca vergonha! Como é que os países mais pobres conseguem enfrentar as suas crises se grande parte dos impostos que deviam arrecadar vão direitinhos para a boca destes tubarões!

    • E o Luxemburgo, Irlanda, Mónaco, Andorra, Malta, San Marino, Suíça (sim, muitos destes não são UE mas são EEE), MADEIRA… Esses não contam?!
      E acha mesmo que a riqueza da Holanda vem daí?! Informe-se primeiro e veja porque é que o declínio de Portugal se dá com a ascensão da Holanda. E quem é que foi expulso de cá e foi precisamente para a Holanda. Perceberá um pouco melhor a história de Portugal e do mundo.

  4. A RIQUESA da Holanda também vem dos roubos efectuados pelos seus corsários (os mais famosos!)muito extorquido a nós portugueses! Mas se acha bem que as nossas maiores empresas facturem em Portugal e deixem lá o grosso dos impostos, eu não! Marro com a Holanda como marraria com qualquer outro do estilo! Porque é com os nossos impostos que são garantidas as infraestruturas a essas ditas empresas, para elas funcionarem em pleno! Algo está mal no reino da Babilónia!

RESPONDER

PSP já apanhou mais de três mil pessoas a conduzir sem carta este ano

O número de pessoas detetadas a conduzir sem carta aumentou 22% nos sete primeiros meses deste ano, em comparação com o mesmo período do ano passado. "De 1 de janeiro a 31 de julho de 2020, …

"Vacina deve ser um bem global de saúde pública". OMS critica "nacionalismo de vacinas"

A Organização Mundial de Saúde (OMS) criticou na quinta-feira o "nacionalismo de vacinas" para a covid-19, afirmando que qualquer país terá benefícios económicos e de saúde se o resto do mundo recuperar da pandemia. "O nacionalismo …

Depois da explosão, os protestos em Beirute. Manifestantes anti-Governo pedem mudança política urgente

Esta quinta-feira, dezenas de manifestantes foram dispersos com gás lacrimogéneo quando protestavam na sequência da explosão em Beirute, capital do Líbano, que provocou pelo menos 149 mortos, cinco mil feridos e a destruição de casas …

Em vez de flores, família de Fernanda Lapa pede donativos por Bruno Candé

A família da atriz, que faleceu esta quinta-feira, apela a que quem queira oferecer flores para o funeral faça antes um donativo para os herdeiros do ator Bruno Candé, que foi assassinado, em Lisboa. "A Família …

Orbán diz que todos os migrantes ilegais são potenciais "bombas biológicas"

O primeiro-ministro da Hungria, o ultranacionalista Viktor Orbán, defendeu esta sexta-feira que se deve impedir a chegada de imigrantes ilegais ao país porque estes são potenciais "bombas biológicas" devido à covid-19. Conhecido pelos seus discursos contra …

Donald Trump proíbe transações com empresa chinesa detentora do TikTok

Donald Trump assinou uma ordem executiva que proíbe as transações com a ByteDance no prazo de 45 dias e o Senado já aprovou o projeto de lei que proíbe o descarregamento e utilização da aplicação. …

Preocupado com os incêndios, Marcelo admite interromper férias. Ontem foi o pior dia

O Presidente da Repúblic disse esta quinta-feira que está a acompanhar a vaga de incêndios que assola o território continental e admitiu a possibilidade de interromper as férias no Porto Santo se a situação piorar. "É …

Portugal foi o "patinho feio", mas volta a estar em contraciclo com a Europa (por bons motivos)

Portugal destaca-se agora por apresentar uma tendência de redução de novos casos de infeção pelo novo coronavírus, ao contrário de outros países europeus. Quando o novo coronavírus começou a ganhar terreno no continente europeu, Portugal foi …

Kim Jong-un insiste que a Coreia do Norte travou o vírus, mas intensifica combate à covid-19

Kim Jong-un tem repetido várias vezes que a Coreia do norte "travou o vírus maligno", mas o reforço das medidas de combate à covid-19 e a canalização urgente de material médico e alimentos para Kaesong …

Novo Banco tinha autorização de Bruxelas para financiar venda de imóveis

A DG Comp da Comissão Europeia autorizou o Novo Banco a conceder crédito aos compradores do imobiliário vendido pela instituição. Quando o Novo Banco foi constituído, o acordo assinado entre a Direção Geral da Concorrência europeia …