Os holandeses não gostam de cortinas (e não se importam que se espreite para dentro das suas casas)

Para muitos turistas que visitam os Países Baixos, uma das grandes descobertas ao passear pelas ruas é que se pode espreitar para dentro das casas das pessoas. Muitos holandeses nunca fecham as cortinas, e muitas vezes, nem sequer as têm.

Numa época em que as restrições devido à pandemia de covid-19 estão a confinar pessoas de todo o mundo às suas casas, com apenas uma janela para contactar com o mundo exterior, essa peculiaridade nacional parece ainda mais intrigante.

De acordo com a CNN, os holandeses não se importam que as pessoas espreitem para dentro das suas casas. Está tão entrelaçado com a sua cultura que os investigadores se têm esforçado para descobrir exatamente porque é que as pessoas nos Países Baixos se importam tão pouco com a sua privacidade.



Quem tenta encontrar uma explicação, acaba por se envolver num grande emaranhado sociológico. É um mentalidade de “não tenho nada para esconder” ou “vê só o que eu possuo”? Ou ambos?

A explicação mais popular deriva da tradição religiosa protestante do calvinismo, que insiste em que cidadãos honestos não têm nada a esconder.

Fechar as cortinas pode indicar o contrário. E, ao permitir que as pessoas olhem para dentro das suas casas, estão a mostrar que são pessoas honestas e que nada têm a esconder – nem mesmo aos desconhecidos que passeiam pela rua.

O desejo de mostrar posses também pode ser uma explicação. À medida que os padrões de vida aumentaram com o tempo, os materiais e os interiores tornaram-se mais luxuosos.

Alguns guias turísticos da cidade explicam a abertura como uma forma de fazer negócio nos tempos antigos. As pessoas deixavam as cortinas abertas para exibir uma sala cheia dos melhores móveis, decorações e arte, como uma forma de provar aos comerciantes que eram confiáveis.

Outros dizem que é uma tradição que remonta à década de 1950 e que já começou a mudar.

Em 2006, os antropólogos Hilje van der Horst e Jantine Messing estudaram o fenómeno e observaram que as pessoas em bairros apertados eram mais propensas a deixar a cortina aberta – e a decorar as suas janelas com estátuas, vasos e flores.

Outra razão é o desejo dos moradores de ver o mundo passar. Os holandeses gostam de olhar para fora e ver as luzes, a agitação das ruas e as pessoas que passam por lá.

A interação entre dentro e fora ajuda a promover a cultura aberta pela qual os holandeses são bem conhecidos.

ZAP //

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. A explicação é simples e dispensa toda esta charada. Nenhum outro holandês pára em frente da janela do vizinho para espreitar lá para dentro. A pretensa explicação “Calvinista” talvez justifique o “não ter nada que esconder”, e, contraditóriamente, não bate com a baboseira da exibição de uma sala cheia de melhores móveis, decoração e arte.

  2. Eu penso de que os gajos deixam as cortinas abertas porque estao habituados a que assim seja no red light district.
    E em Portugal também temos tudo à mostra mas por não termos dinheiro para as cortinas, pá, penso eu de que.

  3. Os holandeses só têm que pôr cortinas e outras barreiras nos sítios dos offshores onde recebem as toneladas de dinheiro roubado a outros pobres países da “Desunião Europeia”. Devem escancarar as janelas só para nos dizerem cinicamente que lá dentro não têm nada de ninguém! Quando é que se acaba com esta pouca vergonha! Como é que os países mais pobres conseguem enfrentar as suas crises se grande parte dos impostos que deviam arrecadar vão direitinhos para a boca destes tubarões!

    • E o Luxemburgo, Irlanda, Mónaco, Andorra, Malta, San Marino, Suíça (sim, muitos destes não são UE mas são EEE), MADEIRA… Esses não contam?!
      E acha mesmo que a riqueza da Holanda vem daí?! Informe-se primeiro e veja porque é que o declínio de Portugal se dá com a ascensão da Holanda. E quem é que foi expulso de cá e foi precisamente para a Holanda. Perceberá um pouco melhor a história de Portugal e do mundo.

  4. A RIQUESA da Holanda também vem dos roubos efectuados pelos seus corsários (os mais famosos!)muito extorquido a nós portugueses! Mas se acha bem que as nossas maiores empresas facturem em Portugal e deixem lá o grosso dos impostos, eu não! Marro com a Holanda como marraria com qualquer outro do estilo! Porque é com os nossos impostos que são garantidas as infraestruturas a essas ditas empresas, para elas funcionarem em pleno! Algo está mal no reino da Babilónia!

RESPONDER

Tribunal europeu condena Portugal a indemnizar recluso por falta de internamento psiquiátrico

O Tribunal Europeu dos Direitos Humanos condenou o Estado português a pagar uma indemnização de 14 mil euros a um recluso por ter cumprido pena de prisão sem internamento psiquiátrico a que tinha sido condenado. A …

França acaba com máscara no exterior (e Espanha vai pelo mesmo caminho)

Em França, o uso de máscara na rua deixa de ser obrigatório a partir de quinta-feira. Espanha deverá seguir o mesmo caminho "em breve". O uso de máscara no exterior deixa de ser obrigatório em França …

Swissport em Lisboa para tentar comprar a Groundforce

O acionista maioritário da Groundforce, que está a tentar vender a sua participação na empresa de handling, encontra-se agora a negociar com os suíços da Swissport. Depois de o fundo espanhol Atitlan se ter afastado e …

BdP prevê taxa de desemprego de 7,2% e crescimento económico de 4,8%

O Banco de Portugal (BdP) prevê que a taxa de desemprego atinja 7,2% em 2021, recuando para 7,1% em 2022 e 6,8% em 2023, e que o emprego cresça 1,3% este ano. No Boletim Económico de …

Finlândia 0-1 Rússia | Miranchuk recoloca russos na corrida

A anfitriã Rússia conseguiu hoje uma determinante vitória na luta pelo apuramento para os oitavos de final do Euro2020 de futebol, ao bater a Finlândia por 1-0, em São Petersburgo. No primeiro jogo da segunda jornada …

Nove militares da GNR acusados de tortura

O Ministério Público (MP) do Porto acusou nove militares da GNR dos crimes de tortura e outros tratamentos cruéis, degradantes ou desumanos e sequestro agravado. O Ministério Público (MP) do Porto acusou nove militares da GNR, …

Costa garante que Lisboa terá o mesmo tratamento que os outros concelhos

Esta quarta-feira, num dia em que Portugal registou 1.350 novos casos ( 928 dos quais na região de Lisboa e Vale do Tejo), o primeiro-ministro afirmou que a capital terá o mesmo tratamento que os …

Salgado disposto a pagar à massa falida do GES para ficar isento de cumprir pena

Ricardo Salgado está disposto a pagar à massa falida do GES para ser dispensado de cumprir pena no processo que o irá julgar por três crimes de abuso de confiança, segundo a contestação da defesa …

PJ detém 12 pessoas por suspeitas de corrupção na Câmara de Loures

Entre os detidos pela Polícia Judiciária (PJ) estão dois empreiteiros, um arquiteto, um empresário ligado a uma obra particular e oito fiscais. Através da Unidade Nacional de Combate à Corrupção e no âmbito de inquérito dirigido …

Casos disparam: 1350 novas infeções e seis óbitos

Nas últimas 24 horas, houve 1.350 novos casos positivos de covid-19 e morreram seis pessoas, segundo os dados do boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS). Portugal registou 1.350 novos casos e seis óbitos por covid-19 …