Os gladiadores romanos eram vegetarianos

Phoenix Art Museum / Wikimedia

"Pollice Verso", polegares para baixo, de Jean-Leon Gerome (1872), o quadro que inspirou Ridley Scott a avançar com o seu Gladiator

“Pollice Verso”, polegares para baixo, de Jean-Leon Gerome (1872), o quadro que inspirou Ridley Scott a avançar com o seu Gladiator

Os gladiadores romanos consumiam principalmente centeio, cevada e vegetais. Carne e peixe eram alimentos pouco comuns na sua dieta, revela um estudo de cientistas das Universidades de Viena, na Áustria, e de Berna, na Suiça.

O estudo, publicado na Plos One, foi feito com base na análise dos restos mortais de 53 corpos, dos quais 22 foram identificados como sendo de gladiadores dos séculos II e III A.C., encontrados num cemitério da antiga cidade romana de Éfeso, na Turquia, descoberto em 1993.

Segundo Fabian Kanz, o autor principal do estudo, o mesmo tinha como objectivo “determinar a dieta, estratificação social e movimentos migratórios dos cidadãos de Éfeso”.

Uma análise espectroscópica permitiu aos cientistas medir o nível de colagénio dos ossos encontrados, e a proporção entre o estrôncio e o cálcio mineral.

A análise revelou que os gladiadores, ou escravos obrigados a combater em arenas públicas, tinham uma dieta semelhante ao resto da população de Éfeso, que na época chegou a ter 200 mil habitantes, mas com uma grande diferença.

Fabian Kanz / PLOS One

Campa de gladiador escavada no cemitério de Éfeso

Campa de gladiador escavada no cemitério de Éfeso

De acordo com o estudo, os ossos dos guerreiros tinham maiores níveis de estrôncio. Depois dos combates, os gladiadores bebiam um tónico condimentado com cinzas de plantas, ricas em estrôncio, que os ajudavam a recuperar das lesões ósseas.

“As cinzas eram consumidas para fortificar o corpo depois do exercício físico, e para que os ossos sarassem melhor”, explica Fabian Kanz, citado pelo El Nuevo Herald, o que poderá confirmar a alcunha que algumas fontes históricas atribuem aos gladiadores: hordearii, os “comedores de centeio”.

Os filmes situados na Roma antiga, como “Ben-Hur” (1959), “Spartacus” (1960) ou o mais recente “Gladiator” com Russel Crowe, criaram uma imagem do gladiador como um homem bem constituído, cuja dieta mais pareceria constituída por proteínas animais e hidratos de carbono do que por simples vegetais.

Mas o estudo agora publicado parece desmontar este estereótipo.

Aparentemente, a comida dos gladiadores não era tão espectacular como as suas lutas na arena, e os alimentos vegetais mais habituais que a carne, mais comum na classe alta romana.

Os gladiadores eram sem dúvida homens fortes – mas mais corajosos do que bem alimentados.

ZAP / ENH

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Eles não eram mal alimentados: tinham uma dieta extremamente equilibrada. Comiam carne uma vez por mes, em média, e muita leguminosa e azeite. O objetivo era desenvolver tecido adiposo saúdavel, importante para proteger musculos e tendões em caso de cortes.

RESPONDER

Seca no México revela uma igreja submersa há 40 anos

Uma igreja no estado de Guanajuato, no México, sobrevive entre a água e os peixes, como única testemunha de um povoado inundado por uma barragem há mais de 40 anos. Agora, devido à seca que …

Neymar prolonga contrato com o Paris Saint-Germain até 2025

O avançado internacional brasileiro Neymar renovou contrato com o Paris Saint-Germain até 30 de junho de 2025, informou hoje o tricampeão francês e vice-campeão europeu de futebol. “O Paris Saint-Germain tem o prazer de anunciar que …

Países usaram modelo do queijo suíço para conter a covid-19. Na Índia, alguns "buracos" eram demasiado grandes

A grande maioria dos países adotou a estratégia do queijo suíço para responder à pandemia. Na Índia, os "buracos" eram demasiado grandes em três das camadas mais importantes. Para responder à crise sanitária desencadeada pela covid-19, …

Primeira-ministra da Escócia declara que "haverá maioria pró-independência" no parlamento

A primeira-ministra da Escócia, Nicola Sturgeon, declarou hoje vitória nas eleições regionais, afirmando que "haverá uma maioria pró-independência" no parlamento escocês. Com as projeções a indicarem que o Partido Nacional Escocês (SNP), que lidera, foi o …

SOS Rio Paiva pede que se limite o número de visitantes à ponte e Passadiços do Paiva

A associação SOS Rio Paiva manifestou-se preocupada com o aumento da pressão turística e com a poluição, na sequência da inauguração da ponte suspensa em Arouca, e pediu que se limite o número de visitantes. A …

O seu antigo número de telemóvel pode ser usado para pirateá-lo

O seu antigo número de telemóvel pode ser usado para pirateá-lo, caso este ainda esteja associado a contas em sites ou redes sociais. Embora milhões de números de telemóvel sejam desconectados todos os anos, um novo …

Ataque à bomba contra escola feminina em Cabul faz 30 mortos e 79 feridos

A explosão de uma bomba junto a uma escola secundária para raparigas na zona ocidental de Cabul fez hoje pelo menos 30 mortos e 79 feridos, segundo um novo balanço feito pelas autoridades afegãs. “O número …

Tamám Shud. Exumação de corpo pode resolver um estranho mistério com 70 anos

As autoridades da Austrália aprovaram uma exumação do corpo de Tamám Shud - ou "Homem de Somerton" - e, em breve, o mistério de 70 anos pode estar resolvido. Em 30 de novembro de 1948, vários …

Costa, Von der Leyen na Cimeira Social no Porto

Vacinação no bom caminho com 25% da população da UE vacina

A Comissão Europeia anunciou este sábado que 200 milhões de doses de vacinas anticovid-19 chegaram já à União Europeia (UE) e 160 milhões de europeus já receberem a primeira dose, levando a que a vacinação …

Libertados nos EUA os primeiros mosquitos geneticamente modificados

Foi a primeira vez que mosquitos geneticamente modificados foram libertados nos Estados Unidos. O objetivo é suprimir populações de mosquitos transmissores de doenças. De acordo com o site Live Science, a empresa de biotecnologia Oxitec lançou …