Os gladiadores romanos eram vegetarianos

Phoenix Art Museum / Wikimedia

"Pollice Verso", polegares para baixo, de Jean-Leon Gerome (1872), o quadro que inspirou Ridley Scott a avançar com o seu Gladiator

“Pollice Verso”, polegares para baixo, de Jean-Leon Gerome (1872), o quadro que inspirou Ridley Scott a avançar com o seu Gladiator

Os gladiadores romanos consumiam principalmente centeio, cevada e vegetais. Carne e peixe eram alimentos pouco comuns na sua dieta, revela um estudo de cientistas das Universidades de Viena, na Áustria, e de Berna, na Suiça.

O estudo, publicado na Plos One, foi feito com base na análise dos restos mortais de 53 corpos, dos quais 22 foram identificados como sendo de gladiadores dos séculos II e III A.C., encontrados num cemitério da antiga cidade romana de Éfeso, na Turquia, descoberto em 1993.

Segundo Fabian Kanz, o autor principal do estudo, o mesmo tinha como objectivo “determinar a dieta, estratificação social e movimentos migratórios dos cidadãos de Éfeso”.

Uma análise espectroscópica permitiu aos cientistas medir o nível de colagénio dos ossos encontrados, e a proporção entre o estrôncio e o cálcio mineral.

A análise revelou que os gladiadores, ou escravos obrigados a combater em arenas públicas, tinham uma dieta semelhante ao resto da população de Éfeso, que na época chegou a ter 200 mil habitantes, mas com uma grande diferença.

Fabian Kanz / PLOS One

Campa de gladiador escavada no cemitério de Éfeso

Campa de gladiador escavada no cemitério de Éfeso

De acordo com o estudo, os ossos dos guerreiros tinham maiores níveis de estrôncio. Depois dos combates, os gladiadores bebiam um tónico condimentado com cinzas de plantas, ricas em estrôncio, que os ajudavam a recuperar das lesões ósseas.

“As cinzas eram consumidas para fortificar o corpo depois do exercício físico, e para que os ossos sarassem melhor”, explica Fabian Kanz, citado pelo El Nuevo Herald, o que poderá confirmar a alcunha que algumas fontes históricas atribuem aos gladiadores: hordearii, os “comedores de centeio”.

Os filmes situados na Roma antiga, como “Ben-Hur” (1959), “Spartacus” (1960) ou o mais recente “Gladiator” com Russel Crowe, criaram uma imagem do gladiador como um homem bem constituído, cuja dieta mais pareceria constituída por proteínas animais e hidratos de carbono do que por simples vegetais.

Mas o estudo agora publicado parece desmontar este estereótipo.

Aparentemente, a comida dos gladiadores não era tão espectacular como as suas lutas na arena, e os alimentos vegetais mais habituais que a carne, mais comum na classe alta romana.

Os gladiadores eram sem dúvida homens fortes – mas mais corajosos do que bem alimentados.

ZAP / ENH

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Eles não eram mal alimentados: tinham uma dieta extremamente equilibrada. Comiam carne uma vez por mes, em média, e muita leguminosa e azeite. O objetivo era desenvolver tecido adiposo saúdavel, importante para proteger musculos e tendões em caso de cortes.

22 mil pessoas vão assistir (no estádio) ao Super Bowl

Um terço das pessoas presentes será composto por profissionais de saúde. Quatro equipas ainda na luta pelo título do campeonato principal de futebol americano. O dia 7 de fevereiro vai contar com uma "visão rara" nos …

Investigadores "voltam atrás no tempo" para calcular idade e local de explosão de supernova

Os astrónomos estão a "voltar atrás no tempo" num remanescente de supernova. Usando o Telescópio Espacial Hubble da NASA, refizeram o percurso dos estilhaços velozes da explosão a fim de calcular uma estimativa mais precisa …

Cientista dos EUA acredita que o monstro do Lago Ness pode ser uma antiga tartaruga marinha

Um importante cientista dos Estados Unidos acredita que desvendou o mistério do Monstro de Lago Ness e pensa que a criatura é uma espécie ancestral de tartaruga marinha. Henry Bauer, professor aposentado de Química e Estudos …

Biden quer banir uma palavra das leis de imigração dos Estados Unidos

Se o projeto de lei proposto por Joe Biden, recém-eleito Presidente dos Estados Unidos, for aprovado, a palavra alien ("estrangeiro") vai desaparecer das leis de imigração norte-americanas, sendo substituída pelo termo noncitizen ("não cidadão"). A …

“As pessoas são mortas na mesquita, na rua e no trabalho". Em Cabul, reina o medo

Os assassínios seletivos de jornalistas, políticos e defensores dos direitos humanos são cada vez mais frequentes no país, com Cabul e várias províncias a registarem um aumento da violência nos últimos meses. O medo está …

"Fiquem em casa". Enfermeiros deixam "grito de alerta desesperado" aos portugueses

A Ordem dos Enfermeiros lançou esta sexta-feira uma campanha de sensibilização a apelar aos portugueses para ficarem em casa, afirmando que é “um grito de alerta desesperado face à situação de catástrofe que se vive …

Senado francês aprovou lei que protege os sons e cheiros do campo

O Senado francês aprovou a lei, esta quinta-feira, que protege o "património sensorial" das áreas rurais do país, depois de várias queixas sobre os ruídos e cheiros típicos do campo. De acordo com o canal televisivo …

Identificado em Portugal o primeiro caso da variante da África do Sul

O primeiro caso de covid-19 associado à variante genética da África do Sul foi identificado esta sexta-feira em Portugal pelo Instituto Nacional de Saúde Ricardo Jorge (INSA), adiantou à agência Lusa a instituição. O caso identificado …

Está a nascer o primeiro comboio português a hidrogénio (e vai substituir o Vouguinha)

Já arrancou o projecto para o desenvolvimento do primeiro comboio português a hidrogénio. A iniciativa visa transformar as automotoras a gasóleo que circulam na Linha do Vouga - o comboio chamado Vouguinha - por células …

Guardiola diz que Bernardo Silva "sempre foi importante" para City

O treinador Pep Guardiola disse esta sexta-feira que o português Bernardo Silva “está de volta” ao melhor nível e que “sempre foi importante" para o Manchester City, depois de ter "sentido" dificuldades na temporada passada. “Ele …