Os cavaleiros Jedi da Nova Zelândia têm mesmo que pagar impostos

djwudi / Flickr

Cavaleiros Jedi e os seus icónicos sabres laser

A Força na Nova Zelândia não foi suficiente para evitar que os Jedi tenham que pagar impostos como qualquer outro cidadão. O Ministério da Administração Interna do país negou à Sociedade Jedi da Nova Zelândia o pedido de que fosse reconhecida como “entidade religiosa caritativa”, com as vantagens fiscais que tal acarretaria.

A Sociedade Jedi da Nova Zelândia foi fundada em 2014 com o objectivo de “agir como guardiã da paz” e manter uma “apertada vigilância sobre os agentes do lado negro da Força”.

Além de “proteger a galáxia“, a Sociedade Jedi anunciou que tencionava promover a religião Jedi, construir um templo no país e aumentar o número de fiéis Jedi na Nova Zelândia.

Mas estes nobres objectivos não foram suficientes para convencer as “forças imperialistas” da Administração Interna neozelandesa a conceder à organização o estatuto pretendido.

Segundo o Stuff, o Gabinete de Serviços de Caridade da AI considerou que a sociedade “não seguia uma religião” nem “promovia a melhoria de ideais morais ou espirituais”.

O organismo estatal neozelandês concluiu especificvamente que o Jedeísmo não é suficientemente “estruturado, convincente ou sério” para que possa ser considerado uma organização religiosa – e portanto, os seus membros não são elegíveis para uma isenção fiscal ao abrigo dos benefícios aplicáveis às religiões.

Em reacção à decisão do Gabinete de Serviços de Caridade, Anthony Bremner, membro do Conselho da Sociedade Jedi Neozelandesa, declarou que a sociedade iria “ter em consideração os comentários” do organismo, efectuar algumas alterações e apresentar novo pedido “num futuro próximo”.

“Não ter conseguido o estatuto de Instituição de Caridade é uma desilusão para quem não tiver treino Jedi”, diz Bremner.

“Mas desilusão é uma coisa que não assiste a um Cavaleiro Jedi“, acrescentou.

Apesar de este episódio parecer insólito, a realidade é que o Jedeísmo, baseado no ideário da saga Star Wars de George Lucas, tem registado um crescimento global significativo em todo o mundo.

O fenómeno ganhou importância depois de em 2001 uma campanha informal nos EUA e Reino Unido ter instado todos os “fieis” a declarar-se Jedi nos recenseamentos em curso nos dois países.

Em 2011, o censo neozelandês identificou 19.089 fieis Jedi, mas apesar de este número suplantar o de religiões reconhecidas no país – onde por exemplo a Igreja da Cientologia tem apenas 315 devotos – as autoridades ainda não reconhecem o Jedeísmo como uma religião.

Na Nova Zelândia, os cavaleiros Sith parecem ter para já mais Força que os Jedi. E pagam menos impostos.

AJB, ZAP

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. “…convencer as forças imperialistas da Administração Interna neozelandesa…” Quem diz?
    Novos cães de fila… O povo tende a arrebanhar-se por natureza

    • Caro Bordão,
      “Forças imperialistas” é uma referência ao “Império” do universo Star Wars. Devia estar entre aspas.
      Corrigido, obrigado.

  2. Mas essa gente está completamente louca???

    (A Sociedade Jedi da Nova Zelândia foi fundada em 2014 com o objectivo de “agir como guardiã da paz” e manter uma “apertada vigilância sobre os agentes do lado negro da Força”).

    (Além de “proteger a galáxia“, a Sociedade Jedi anunciou que tencionava promover a religião Jedi, construir um templo no país e aumentar o número de fiéis Jedi na Nova Zelândia).

    Ganhem juízo, deixem de ser parvos !!!

RESPONDER

Trump processa sobrinha e New York Times por investigação sobre os seus impostos

O antigo Presidente norte-americano processou a sobrinha e o jornal The New York Times devido à divulgação de um artigo no qual é alegado que Donald Trump estaria envolvido em "esquemas de evasão fiscal". Donald Trump …

Há 31 surtos ativos em ATL, creches e jardins-de-infância

Dados da Direção-Geral da Saúde (DGS) revelam que existem, atualmente, 31 surtos ativos em estabelecimentos de ensino como centros de atividades de tempos livres (ATL), creches e jardins-de-infância. Na última segunda-feira, "foram registados 31 surtos ativos …

Principal assessor do Presidente ucraniano vítima de tentativa de assassinato

Serhiy Shefir, principal assessor do Presidente da Ucrânia, foi alvo de uma tentativa de assassinato esta quarta-feira. O carro onde seguia Serhiy Shefir foi "atingido por mais de dez balas", disse a polícia ucraniana, citada …

Koeman apareceu na conferência de imprensa, leu um comunicado e saiu

Treinador do Barcelona, com "cara de poucos amigos", não conversou com os jornalistas. Mas avisou: seria um "êxito" ficar nos lugares cimeiros do campeonato. Não é inédito mas é muito pouco usual: Ronald Koeman apareceu numa conferência …

Oito mortes e 891 casos de covid-19. Internamentos e incidência continuam a descer

Portugal registou, esta terça-feira, 891 novos casos e oito mortes na sequência da infeção por covid-19, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde, Portugal …

A máscara de Marcos Rojo deixou uma criança a chorar

Imagem impressionante, na véspera de um jogo do Boca Juniors. Adaptando a ideia da publicação que será reproduzida mais abaixo, o futebol não é só uma bola a circular num relvado entre 22 jogadores. O futebol …

Erupção do vulcão nas Canárias pode durar até 84 dias

A erupção vulcânica de Cumbre Vieja, na ilha espanhola de La Palma pode durar entre 24 e 84 dias, com uma média geométrica de cerca de 55 dias, segundo cálculos do Instituto Vulcanológico das Ilhas …

PCP insiste que Governo vá “mais longe” e baixe o preço da energia

O PCP insistiu esta terça-feira que o Governo não se deve ficar pelo “não aumento” dos preços da energia, mas sim ir “mais longe”, intervindo para baixar estes valores, apontando que o executivo tem instrumentos …

Amnistia Internacional acusa farmacêuticas de recusar aumento da oferta de vacinas

Quando faltam 100 dias para o fim de 2021, a organização não governamental apela às farmacêuticas que forneçam dois mil milhões de vacinas a 82 países com rendimento baixos e médio-baixos, no sentido de se …

Lituânia avisa cidadãos para não comprarem telemóveis chineses devido à censura dos dispositivos

A tensão continua a aumentar entre a Lituânia e a China. O país europeu está agora a recomendar aos cidadãos que não comprem telemóveis chineses porque os dispositivos censuram alguns termos. O Ministério da Defesa da …