Orlando Cruz candidata-se a Belém (e revela “acordo” em 2016 com Marcelo)

Orlando Cruz / Facebook

Orlando Cruz, ex-taxista e candidato às eleições presidenciais de 2016

Orlando Cruz lançou, esta quinta-feira, a sua candidatura a Belém pela quarta vez. O candidato vai tentar ter o apoio do CDS-PP.

Orlando Cruz apresentou-se esta quinta-feira, no Porto, pela quarta vez como candidato à Presidência da República, negando que nas ocasiões anteriores tenha desistido por falta de assinaturas, argumentando ter “feito um acordo com Marcelo Rebelo de Sousa em 2016”.

“Tive uma reunião com ele na Faculdade de Direito em que concordámos que, se eu não tivesse as assinaturas, era nele em que eu confiava“, contou o candidato independente, após a declaração de candidatura às eleições de janeiro de 2021 que decorreu hoje na Junta de Freguesia de Massarelos e na qual apenas respondeu a uma pergunta.

Orlando Cruz informou ainda que vai “tentar ter o apoio do CDS“, a quem, sublinhou, deu “muito durante anos” e “também do Aliança, que ainda não tem candidato”. “Se não o conseguir continuarei a ser um candidato independente”, frisou o antigo taxista de 69 anos, de Vila Nova de Gaia.

Sobre as razões da sua candidatura, denominada “Sentir Portugal”, o também candidato em anteriores eleições autárquicas ao Porto e Matosinhos sustentou ser “uma luta contra a violência doméstica e a corrupção“, mas também “pela defesa dos animais e dos reformados”.

Afirmando-se novamente candidato “por imperativo moral, de consciência e de cidadania”, Orlando Cruz assegurou que no caso de vir a ser eleito “não será evasivo nem dificultará a vida a qualquer governo”.

Além disso, frisou que não irá pactuar “com o desregramento do país ou com o aviltamento das suas condições de vida, do seu progresso, equidade, soberania e da excelência de Portugal”.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Governo do Brasil aponta início da vacinação entre janeiro e fevereiro

O ministro da Saúde do Brasil, Eduardo Pazuello, disse que o país vai começar a receber 15 milhões de doses de vacinas para a covid-19 entre janeiro e fevereiro de 2021, com mais cem milhões …

Solução para Novo Banco pode não passar por um OE retificativo, diz João Leão

O ministro de Estado e das Finanças, João Leão, disse que a alternativa à anulação da transferência de 476 milhões de euros para o Novo Banco não tem "necessariamente que passar" por um orçamento retificativo …

Plano de vacinação arranca em janeiro com três fases. 950 mil pessoas no primeiro grupo prioritário

Pessoas com mais de 50 anos com uma patologia frequente nos casos graves de covid-19, residentes e/ou internados em lares e profissionais de saúde integram o primeiro grupo prioritário para a administração da vacina de …

Segunda vaga de moratórias autorizada pela Autoridade Bancária Europeia

A Autoridade Bancária Europeia (EBA) autorizou a reabertura de moratórias de crédito, com efeitos a partir de 01 de outubro até 31 de março de 2021, dois meses após ter suspendido novas adesões. Num comunicado publicado …

Turquia alvo de críticas duras em reunião da NATO e em risco de sanções

A Turquia esteve esta quarta-feira sob um fogo de críticas na reunião virtual dos Ministros dos Negócios Estrangeiros (MNE) da NATO e, com a deceção manifestada pelos Estados Unidos, deve preparar-se para sanções económicas americanas …

O que Neymar mais quer é voltar a jogar com Messi. Só se vier a custo zero, diz o Barça

O internacional brasileiro Neymar, que alinha pelo PSG, confessou esta quarta-feira que o mais deseja é voltar a jogar com o astro argentino Lionel Messi, com quem partilhou balneário entre 2013 e 2017 no Barcelona. …

Ministro da Administração Interna e procuradora-geral da República vão ser ouvidos no Parlamento

Eduardo Cabrita será ouvido sobre o caso do cidadão ucraniano assassinado nas instalações do SEF e Lucília Gago sobre a "recente diretiva sobre os poderes hierárquicos" na magistratura do Ministério Público. A comissão de Assuntos Constitucionais …

Portugal regista mais 79 mortos e 3.772 novos casos de covid-19

Portugal contabiliza esta quinta-feira mais 79 mortos relacionados com o novo coronavírus, que provoca a covid-19, e 3.772 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS). Desde o início da …

França investiga 76 mesquitas por suspeita de radicalização islâmica

A França vai investigar nos próximos dias 76 mesquitas por suspeitas de radicalização islâmica, anunciou esta quarta-feira o ministro do Interior do país, Gerald Darmanin. Trata-se de 16 templos na região de Paris e 60 no …

Medidas estão a dar resultados. Novas regras apresentadas sábado vão vigorar até 7 de janeiro

O primeiro-ministro afirmou que as medidas adotadas estão a produzir resultados, havendo uma trajetória descendente de novos casos de covid-19, mas advertiu que janeiro é mês de risco e as restrições não podem ser aliviadas. Esta …