Bruxelas alerta para regresso de jihadistas à Europa

cv ISIS

-

O comissário europeu para a Segurança advertiu esta terça-feira que a Europa tem de estar preparada para um novo influxo de extremistas do Daesh caso as forças iraquianas recuperem a cidade de Mossul, bastião dos jihadistas.

O controlo dos jihadistas já dura mais de dois anos e Mossul é considerada a “capital do Califadoproclamado pelo EI.

“O retomar do controlo do reduto do EI no norte do Iraque, Mossul, pode levar a um regresso à Europa de combatentes violentos do EI“, disse Julian King ao diário alemão Die Welt.

Para o comissário, mesmo o retorno de meia dúzia de jihadistas representaria uma “série ameaça” para a qual a Europa se deve preparar.

As forças iraquianas têm avançado no terreno no âmbito de uma ofensiva que visa recuperar o controlo de Mossul e desferir um golpe significativo no “califado” do movimento extremista Estado Islâmico na cidade, onde foi declarado há dois anos.

Na época em que os extremistas tomaram a cidade, em 2014, as imagens de mais de meio milhão de pessoas fugindo a pé correram o mundo e alertaram os países “aliados” dos iraquianos de que a situação estava a fugir do seu controlo.

As forças iraquianas, apoiadas pelos 60 países da coligação internacional contra o EI, iniciaram na segunda-feira uma vasta ofensiva para recuperar a segunda maior cidade do Iraque, situada no norte, o último grande bastião do grupo extremista no país.

Cerca de 30 mil efetivos das forças federais iraquianas – exército, polícia, unidade antiterrorismo – estão envolvidos na operação.

O ministro dos Negócios Estrangeiros italiano, Paolo Gentiloni, afirmou que a ação militar no Iraque – que conta com o apoio da coligação para derrotar o EI -, não deve “repetir” os erros já cometidos por tropas estrangeiras.

“Não se pode repetir os erros do passado. Não basta libertar Mossul, será preciso gerir a fase sucessiva de maneira inclusiva e estável”, afirmou Gentiloni, lembrando que a Itália é o segundo país com mais tropas militares no território iraquiano, atrás apenas dos EUA.

ONU prepara-se para o caos

A coordenadora das Nações Unidas para o Iraque, Lisa Grande, afirmou que a entidade está a preparar-se para receber cerca de 400 mil refugiados na sequência da ação militar na cidade de Mossul para expulsar o grupo terrorista Estado Islâmico (EI).

A ONU teme uma deslocação massiva da população para fora da cidade e uma crise humanitária com centenas de milhares de refugiados.

“Estamos a trabalhar sem descanso para abrir, dentro das próximas semanas, mais 22 campos de emergência que podem abrigar até 400 mil refugiados em fuga de Mossul”, disse a representante, numa conferência de imprensa em Bagdade.

De acordo com a coordenadora, citada pela agência Ansa, “até o momento, temos seis campos capazes de abrigar 60 mil pessoas“, mas é estimado que até meio milhão de pessoas fujam do local.

A terceira maior cidade do Iraque está sob fogo cruzado depois de o primeiro-ministro do país, Haidar al-Abadi, anunciar uma grande operação para retirar a localidade das mãos do Daesh.

Lisa Grande destacou ainda que os traficantes de seres humanos já começaram a atuar na cidade e estão a cobrar “cerca de 10 mil dólares” para retirar quem quer fugir do confronto. Segundo a coordenadora, antes da ofensiva, esse valor estava em cerca de 1.500 dólares.

Há cerca de 1,5 milhões de habitantes ainda em Mossul.

ZAP / ABr / Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Não são só os humanos. Até os cães-guia podem vir a ser substituídos por robôs

A tecnologia de Inteligência Artificial (IA) não ameaça apenas automatizar o trabalho dos humanos. Os cães-guia, que ajudam pessoas com deficiência visual a navegar com segurança pelo mundo, podem ser os seus próximos alvos. Uma equipa …

Laboratório investigado em Madrid depois de vídeo mostrar maus tratos a animais

Um laboratório em Madrid, Espanha, está a ser investigado por alegados maus tratos a animais, depois de uma inspeção confirmar as suspeitas de abuso filmadas por um antigo funcionário. O vídeo divulgado pela Cruelty Free International …

Equipa realiza primeiro transplante de traqueia do mundo. Pode reverter danos causados pela covid-19

Uma equipa de cirurgiões realizou o primeiro transplante de traqueia humana do mundo. A cirurgia foi feita numa mulher com graves danos no órgão, revelou o Hospital Mount Sinai, em Nova Iorque. A recetora do transplante …

Em 2020, os mais velhos renderam-se aos "animais de estimação pandémicos"

Uma nova investigação revelou que as famílias com crianças não foram as únicas a aderir à tendência dos "animais de estimação pandémicos" em 2020. Os mais velhos também não resistiram. Segundo a National Poll on Healthy …

Tramado por uma turfeira. Homem confessa assassinato, mas corpo encontrado tinha 1600 anos

O que tinha tudo para ser um casamento feliz, acabou em tragédia. Num estranho caso em que uma simples planta ditou o desfecho de uma investigação criminal. Em 1959, a retratista e entusiasta de viagens Malika …

"Projeto Bernanke". Google terá usado programa secreto para dar vantagem ao seu sistema de anúncios

A Google terá usado durante anos um programa secreto que usava dados de lances anteriores na bolsa de publicidade digital da empresa para dar ao seu próprio sistema de compra de anúncios uma vantagem sobre …

Para "proteger a verdade histórica", Rússia divulga documentos que revelam atrocidades nazis em Stalingrado

O Ministério da Defesa da Rússia divulgou documentos desclassificados que detalham atrocidades cometidas por soldados e oficiais nazis durante a II Guerra Mundial. A divulgação destes documentos, que foram publicados no site do Ministério da Defesa …

Espanha. Funcionários públicos podem trabalhar três dias em casa sem perder direitos

O Governo espanhol e os sindicatos de funcionalismo público chegaram, esta segunda-feira, a um acordo que prevê que os trabalhadores da Administração Pública podem trabalhar três dias por semana em casa com os mesmos direitos …

Rara coleção de um dos primeiros fotógrafos da História vai a leilão nos EUA

Quase 200 imagens de um dos primeiros fotógrafos da história, William Henry Fox Talbot, vão a leilão, em Nova Iorque, já este mês. A coleção de William Henry Fox Talbot será parte do leilão "50 obras-primas …

Em greve de fome, Navalny é ameaçado ser alimentado à força. Ativistas falam em tortura

O opositor russo Alexei Navalny afirmou hoje na rede social Twitter que as autoridades penitenciárias estão a ameaçar alimentá-lo à força para quebrar a greve de fome que mantém na prisão desde 31 de março. “Ele …