ONG encontra alianças de casal de migrantes que sobreviveu a naufrágio

Open Arms / Facebook

Uma das alianças encontrada pela ONG Open Arms

As alianças encontradas pela ONG espanhola pertencem a um casal de migrantes argelinos que sobreviveu, em outubro, a um naufrágio ao largo da costa de Lampedusa, em Itália.

De acordo com o jornal The Guardian, foi no passado dia 9 de novembro que um barco de resgate de migrantes encontrou uma mochila vermelha a flutuar no Mediterrâneo, juntamente com outros objetos de um naufrágio ocorrido semanas antes. No seu interior estavam duas alianças, com os nomes Ahmed e Doudou.

“Pensámos que se tratava da prova de mais uma história de amor que tinha acabado no fundo do mar. Infelizmente, encontramos muitos casos destes. A maior parte das vezes, malas e sacos a flutuar no mar não são mais do que símbolos de uma jornada que começou na Líbia e acabou em tragédia”, disse ao jornal britânico Riccardo Gatti, presidente da ONG Open Arms em Itália.

Como habitual, a organização não governamental ativou os procedimentos para tentar localizar os donos dos pertences, tendo partilhando fotografias nas suas redes sociais e entre as suas redes de contactos.

Segundo Gatti, “o que aconteceu a seguir foi emocionante”. Graças a um artigo publicado no jornal italiano La Repubblica, alguns voluntários dos Médicos Sem Fronteiras (MSF) descobriram que as alianças pertenciam a um casal argelino recém-casado.

O casal, que se encontrava num centro de acolhimento na Sicília, estava entre os 15 sobreviventes de um naufrágio ocorrido, no dia 21 de outubro, ao largo da costa da ilha de Lampedusa, no qual cinco pessoas perderam a vida.

“Assim que nos mostraram as fotografias das alianças, não consegui acreditar. Tínhamos perdido tudo e, agora, as poucas coisas que tínhamos levado na viagem tinham sido encontradas. É incrível”, disse Ahmed, numa mensagem transmitida pela MSF.

“Os anéis estavam na mochila porque estavam danificadas e queríamos repará-las assim que chegássemos à Europa. Nenhum dos meus companheiros de viagem conseguiu recuperar alguma coisa. Estamos muito felizes, mas ainda de luto pelos nossos amigos que não conseguiram sobreviver”, acrescentou o argelino.

Segundo o jornal inglês, o casal disse aos trabalhadores humanitários que deixou Zawiya, na Líbia, a 19 de outubro, num pequeno barco de madeira com outras 20 pessoas. Depois de 48 horas de travessia, o combustível acabou e o barco foi deixado à mercê do mar, com as condições meteorológicas a ficarem cada vez piores.

Ester Russo, psicóloga da MSF, disse que os sobreviventes deste naufrágio falaram de uma grande onda que atingiu o barco a cerca de 60 quilómetros de Lampedusa.

“As 15 pessoas a bordo foram salvas por um barco de pesca siciliano. Cinco pessoas morreram, incluindo uma menina de dois anos. A mãe ficou em choque. Na mesma viagem, uma criança, de nove anos, perdeu a mãe e agora está sozinha em Itália”.

Ahmad Al Rousan, mediador cultural da MSF na Sicília, disse que Doudou ainda está a recuperar do trauma da viagem. “Ainda está em choque com o que aconteceu. Viu cinco companheiros de viagem a morrerem diante dos seus olhos, incluindo uma criança. Mas ela e Ahmed estão bem.”

Gatti diz que os membros da ONG mal podem esperar por entregar os pertences ao casal. “Também foi uma emoção forte para nós. Não se tratam apenas de objetos. Estes sacos que encontrámos com frequência são tudo o que estas pessoas têm. Tal como estes anéis, símbolo de um amor que felizmente, pelo menos desta vez, o Mediterrâneo poupou.”

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Um ano após o confinamento de Wuhan o mundo continua em crise devido à covid-19

Quase um ano depois da imposição do confinamento na cidade de Wuhan para travar o vírus SARS-CoV-2, que se assinala este sábado, o mundo continua em luta contra a pandemia, apesar do aparecimento de vacinas. A …

Pessoas com certas características podem ser mais suscetíveis a "ouvir" os mortos

Uma equipa de cientistas identificou certas características que podem tornar as pessoas mais suscetíveis a alegar que “ouvem” os mortos. Um novo estudo sugere que as pessoas que se descrevem como "clariaudientes" - em oposição a …

Sporting 1 - 0 SC Braga | Leões conquistam Taça da Liga com golo de Porro (e algum sofrimento)

O Sporting reconquistou hoje a Taça da Liga de futebol, ao vencer na final o Sporting de Braga, por 1-0, em Leiria, com um golo de Pedro Porro e enorme resistência durante a segunda parte. O …

Estados Unidos querem rever o acordo com rebeldes talibãs no Afeganistão

Os Estados Unidos indicaram hoje às autoridades afegãs o seu desejo de rever o acordo entre o Governo norte-americano e os talibãs, assinado em fevereiro de 2020, particularmente para "avaliar" o respeito dos rebeldes pelos …

"Excedeu todas as expetativas". Implante de córnea artificial devolve visão a homem cego

Um homem de 78 anos que estava cego dos dois olhos há 10 anos recuperou a visão após receber o primeiro implante de uma córnea artificial desenvolvida pela startup israelita CorNeat Vision. O implante CorNeat KPro …

Tenista João Sousa falha Open da Austrália após ter estado infetado

João Sousa vai falhar o Open da Austrália depois de ter estado infetado com o novo coronavírus, por determinação das autoridades australianas, anunciou hoje o tenista português. "É com muita tristeza que vos dou a conhecer …

Cientistas criam nova forma de produzir carne em laboratório (e prometem manter o sabor e a textura)

Uma equipa da McMaster desenvolveu uma nova forma de carne cultivada, através do uso de um método que promete manter o sabor e a textura mais naturais do que as outras alternativas à carne tradicional. Os …

Papa pede "jornalismo corajoso" e controlo de notícias falsas na Internet

O papa Francisco pediu hoje um "jornalismo corajoso" que venha ao encontro das pessoas e histórias, propondo ainda o controlo das notícias falsas na Internet, especialmente neste período de pandemia da covid-19. “Opiniões atentas lamentam, há …

A cidade mais antiga das Américas está sob ameaça de invasão (e a culpa é da pandemia)

Tendo sobrevivido durante cinco mil anos, o sítio arqueológico mais antigo das Américas está sob a ameaça de invasores que afirmam que a pandemia de covid-19 os deixou sem outra opção a não ser ocupar …

Suspeito do homicídio de Bruno Candé nega ter agido impulsionado por racismo

Evaristo Marinho disparou vários insultos racistas contra Bruno Candé: “Vai para a tua terra, preto, tens a família toda na sanzala e também devias lá estar”, foi um deles. Três dias depois acabou por matá-lo, …