OMS prevê que haja vacina disponível dentro de um ano (ou menos)

Aisha Faquir/World Bank

O diretor-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS), Tedros Ghebreyesus, disse esta quinta-feira prever que haja uma vacina para a covid-19 disponível “dentro de um ano” ou menos, notando que já existe um ensaio em “fase avançada”.

“De acordo com as estimativas de que dispomos, haverá uma vacina disponível dentro de um ano”, afirmou Tedros Ghebreyesus, falando por videoconferência num debate na comissão de Saúde Pública do Parlamento Europeu sobre a resposta mundial ao novo coronavírus. Segundo o responsável, “se o processo for acelerado, poderá ser menos do que isso, mas em apenas alguns meses”.

“É difícil prever quando possamos ter uma vacina [porque] nunca houve nenhuma vacina para o coronavírus, e, quando descoberta, será a primeira”, ressalvou Tedros Ghebreyesus. Ainda assim, o diretor-geral da OMS destacou que “muitos cientistas estão a trabalhar nisto e já existem mais de 100 vacinas candidatas, [das quais] uma em particular que já está numa fase avançada”.

Questionado sobre o acesso a esta vacina, Tedros Ghebreyesus referiu que “o ideal” era que este tratamento estivesse, assim que possível, disponível para todos, mas notou que o mais provável é que seja dada prioridade “às pessoas mais suscetíveis a nível mundial”.

“Tem de ser um bem público e mundial, de acesso equitativo, e terá de haver consenso em todo o mundo”, pelo que é preciso “compromisso político”, frisou o responsável.

 

Já questionado sobre a utilização da cloroquina como um possível tratamento da covid-19, Tedros Ghebreyesus vincou que “não são notícias falsas” as que dão conta de possíveis impactos no risco de morte na utilização deste tratamento, que foram entretanto suspensos.

Depois destas “medidas preventivas”, de interrupção da utilização da cloroquina, os ensaios foram retomados, tendo sido verificado que “a cloroquina não é boa o suficiente para tratar” doentes com o novo coronavírus, explicou o diretor-geral da OMS. E, por essa razão, “estamos a terminar estes tratamentos”, anunciou Tedros Ghebreyesus, perante os eurodeputados.

Recentemente, a revista médica britânica The Lancet divulgou um estudo que concluiu que os antimaláricos cloroquina e hidroxicloroquina, que se revelaram promissores para o novo coronavírus em testes laboratoriais, podem aumentar o risco de morte de doentes com covid-19, mas estas conclusões foram questionadas pela comunidade científica e posteriormente pela própria Lancet.

Reino Unido faz segundo teste em humanos

De acordo com o jornal britânico The Independent, o Reino Unido deu início ao segundo teste em humanos de uma possível vacina contra a covid-19, desenvolvida por investigadores da Imperial College London.

O primeiro voluntário, que recebeu a primeira toma a 19 de junho, encontra-se bem de saúde, sem nenhum problema a reportar. Uma segunda dose da vacina deverá ser administrada dentro de quatro semanas. Nos próximos dias, espera-se que mais 15 voluntários recebam também uma primeira dose, durante esta fase inicial do ensaio em seres humanos.

Se esta vacina experimental for segura e apresentar uma resposta eficaz na imunidade das pessoas testadas, um outro ensaio a mais seis mil pessoas irá para a frente em outubro.

Um primeiro teste de uma potencial vacina contra o novo coronavírus foi levado a cabo em abril pela Universidade de Oxford, tendo contado com mais de mil participantes. A farmacêutica AstraZeneca começou a produzir a vacina desenvolvida por Oxford, com o objetivo de construir um stock avultado na expectativa de esta ser aprovada para uso no outono.

A pandemia de covid-19 já provocou quase 482 mil mortos e infetou mais de 9,45 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo o balanço mais recente.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Uma prenda de aniversário. Israelita doou um dos seus rins a um menino palestiniano

Uma israelita quis doar um rim a um estranho. Estranho esse que acabou por ser uma criança, de apenas três anos, que vive na Faixa de Gaza, na Palestina. De acordo com a agência Associated Press, …

Novo método permite eliminar a bioincrustação marinha eficazmente

Um projeto inovador demonstrou como os revestimentos de superfície eletricamente carregados podem eliminar a bioincrustação marinha ou o crescimento de organismos marinhos, melhorando a operação e manutenção de embarcações navais. A bioincrustação marinha é um fenómeno …

Aglomerado de safiras estrela encontrado no Sri Lanka pode ser o maior do mundo

Um aglomerado de safiras estrela do mundo foi encontrado num quintal no Sri Lanka. A pedra é azul, pesa 510 quilos e estima-se que valha cerca de 84 milhões de euros. A pedra foi encontrada …

Médico sírio acusado na Alemanha de crimes contra a humanidade

Um médico sírio foi acusado na Alemanha de crimes contra a humanidade por supostamente torturar e matar pessoas em hospitais militares no seu país de origem, informaram os promotores na quarta-feira. O Ministério Público Federal de …

Justiça climática. Vamos todos sofrer com as alterações climáticas, mas não de forma igual

A recente onda de calor na América do Norte é mais um exemplo de que apesar de ser um problema global, as alterações climáticas não vão afectar todos igualmente e podem exacerbar injustiças sociais e …

Os exemplos que Portugal deve seguir (e evitar) nas últimas etapas da pandemia

No plano apresentado pela equipa de Raquel Duarte comparam-se as estratégias opostas adotadas por Israel e Reino Unido, com a segunda a merecer nota negativa por parte dos investigadores. Os dados foram lançados na reunião que …

Jogos da Taça da Liga de sábado adiados para domingo para poderem ter público

O presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) anunciou, esta quinta-feira, que os jogos da Taça da Liga agendados para sábado vão ser adiados para domingo, para que possam ter público nas bancadas. "A Liga, …

Dinamarca enfrenta acção legal por querer repatriar refugiados sírios

O governo dinamarquês quer repatriar sírios naturais de Damasco depois de um relatório mostrar que há zonas da Síria onde a segurança melhorou. A decisão está a ser criticada por activistas e o caso pode …

Pela primeira vez, foi observada luz por detrás de um buraco negro

Um estudo divulgado esta quarta-feira revelou a primeira observação direta da luz por detrás de um buraco negro, através da deteção de pequenos sinais luminosos de raios-X, confirmando a Teoria da Relatividade Geral, de Einstein. Segundo …

Cheias atingem campos no Bangladesh. Pelo menos seis refugiados Rohingya mortos

Pelo menos seis refugiados Rohingya morreram após as cheias inundarem os campos de refugiados em Bangladesh nos últimos dias, destruindo os abrigos de bambu e plástico e deixando pelo menos 5.000 desabrigados, informou o Alto-comissariado …