OMS pede à Europa para não usar confinamentos no combate à pandemia

O responsável da Organização Mundial da Saúde (OMS) para a covid-19 na Europa, David Nabarro, pediu aos governos europeus para não utilizarem o confinamento como principal método para controlar a disseminação do coronavírus.

Em entrevista ao The Spectator, o responsável da Organização Mundial da Saúde (OMS) para a covid-19 na Europa, David Nabarro, pediu às autoridades dos países europeus para não utilizarem o confinamento como principal método para controlar a pandemia.

“Os confinamentos têm apenas uma consequência que nunca deve ser subestimada: tornar os pobres muito mais pobres“, afirmou Nabarro, citado pelo Diário de Notícias. “Nós, da OMS, não defendemos os confinamentos como principal meio do controlo do vírus”.

O responsável sugeriu um meio-termo que mantenha a economia e a vida social enquanto se controla o vírus, o que exige um “alto nível de organização por parte dos governos e uma notável adesão por parte das pessoas”.

Nabarro defende a combinação de várias medidas como “distanciamento físico, proteção facial, higiene, isolamento de doentes e proteção de pessoas vulneráveis”.

“A única vez em que acreditamos que um confinamento se justifica é para ganhar tempo para reorganizar, reagrupar, reequilibrar recursos e proteger os profissionais de saúde que estão exaustos, mas, em termos gerais, preferimos não o fazer”, frisou.

“Veja o que está a acontecer com os pequenos agricultores em todo o mundo. Veja o que está a acontecer com os níveis de pobreza. Parece que podemos muito bem ter uma duplicação da pobreza mundial no próximo ano. Podemos muito bem ter pelo menos o dobro da desnutrição infantil”, disse.

Estas afirmações surgem dias depois de vários especialistas em saúde de todo o mundo terem criado a Grande Declaração de Barrington, que pedia o fim dos confinamentos pelos “danos irreparáveis” que estavam a causar.

A declaração insta os legisladores a adotar uma abordagem chamada Proteção Focada, que defende a promoção da imunidade coletiva e medidas para proteger os grupos vulneráveis.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. O não confinamento em caso de necessidade, a não ser aplicado, tem uma consequência que não deve ser subestimada, contrariamente ao que afirma esta criatura; …É de provocar mais mortes desnecessárias. Mas claro, para estes “artistas” ao serviço dos Financiadores, que os mais vulneráveis morram ou não pouca importância tem. Venham as chorudas contribuições para a OMS e para os seus proprios bolsos, é o principal !

  2. A OMS descobriu a pólvora, depois de fazer porcaria da grossa ao aconselhar confinamentos e destruir a economia, vem agora dizer que “não é para fazer confinamentos. É assim, uma no cravo e muitas na ferradura.
    Ainda falta a OMS dizer que não deve existir pânico no povo, que eles ajudaram a criar, que a pandemia do medo tem que ser combatida pois mata mais que o próprio vírus.
    E assim segues este mundo, sem rei nem roque.
    É a minha opinião, sei que não é consensual.

RESPONDER

O futuro dos 28 arguidos da Operação Marquês já está traçado

O futuro dos 28 arguidos da Operação Marquês, incluindo o do antigo primeiro-ministro José Sócrates e o do banqueiro Ricardo Salgado, está decidido. Uma fonte judicial adiantou ao Expresso que só o juiz Ivo Rosa conhece …

Portugal "não está livre de uma quarta vaga" de contágios quando desconfinar

Na quarta-feira, Graça Freitas admitiu que Portugal pode voltar a enfrentar uma nova vaga da pandemia de covid-19 nos próximos meses. O epidemiologista Manuel Carmo Gomes repete o alerta da diretora-geral da Saúde. Portugal pode enfrentar …

PCP propõe estender moratórias por seis meses. BE quer ouvir Centeno

O PCP quer estender as moratórias bancárias, que vão terminar dentro de algumas semanas, por seis meses. O Bloco de Esquerda entregou um requerimento, com carácter de urgência, para ouvir o Governador do Banco de …

Plano de desconfinamento tem várias velocidades, mas não tem datas

O primeiro esboço do plano de desconfinamento já chegou a São Bento e será apresentado na reunião do Infarmed, marcada para a próxima segunda-feira. A equipa de peritos - liderada por Óscar Felgueiras, da ARS/Norte, e …

A Islândia foi atingida por 17 mil terramotos na semana passada (e uma erupção pode estar iminente)

Mesmo para uma ilha vulcânica acostumada a tremores ocasionais, esta foi uma semana incomum para a Islândia. De acordo com o Escritório Meteorológico da Islândia, cerca de 17 mil terramotos atingiram a região sudoeste de …

Átomo extinto revela segredos da infância do Sistema Solar

Usando o átomo extinto nióbio-92, uma equipa de investigadores da ETH Zurich, na Suíça, conseguiu explicar eventos do início do sistema solar com a maior precisão de sempre. Se um átomo de um elemento químico tiver um …

Marcelo cria nova equipa em Belém para controlar "bazuca" europeia

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, criou uma equipa para manter uma vigilância apertada sobre a gestão do dinheiro que chega da "bazuca" europeia. Marcelo Rebelo de Sousa criou uma nova equipa para a …

Espanha vai proibir viagens durante a Páscoa. França, Hungria e Brasil com novas restrições

Espanha prepara-se para aprovar um plano de desconfinamento para as próximas semanas, particularmente para a Páscoa, que prevê a proibição de viajar entre as suas comunidades autónomas e recolher obrigatório entre as 22h00 e as …

FBI detém funcionário de Donald Trump pela invasão ao Capitólio

O Departamento Federal de Investigação (FBI) deteve na quinta-feira um funcionário do ex-Presidente dos Estados Unidos Donald Trump pela invasão ao Capitólio a 6 de janeiro, noticiaram os media norte-americanos. Trata-se de Federico Klein, um homem …

Bebidas, fatos e centro "fantasma". Presidência portuguesa da UE debaixo de fogo após gastos "incomuns"

A presidência portuguesa do Conselho Europeu está no olho do furacão depois de uma reportagem que evidencia as "despesas incomuns" com bebidas, fatos e um centro de imprensa "fantasma", em contratos que custaram "centenas de …