Oito mil barris de petróleo derramados de propósito na Amazónia

A Petroperu diz que já tinha avisado as autoridades de que a comunidade local tinha ameaçado atacar o oleoduto em protesto contra as eleições municipais.

Pelo menos oito mil barris de petróleo foram derramados na Amazónia peruana, após o ataque perpetrado contra um oleoduto na terça-feira, informou o presidente da empresa estatal petrolífera Petroperú, James Atkins.

Atkins disse à agência oficial de notícias Andina que “o dano ecológico é tremendo e irreparável”, porque o petróleo atingiu o rio Mayuriaga e acabará por chegar ao rio Amazonas.

O corte no oleoduto ocorreu ao quilómetro 193 da infraestrutura, a 500 metros da comunidade de Mayuriaga, na região amazónica de Loreto, por pessoas insatisfeitas com os resultados das eleições municipais realizadas há cerca de um mês.

Os autores do ataque sequestraram, há duas semanas atrás, 20 trabalhadores da Petroperú numa estação petrolífera da zona e, ao saírem das instalações, deixaram uma mensagem escrita na qual ameaçavam que iriam danificar o oleoduto, caso os resultados das eleições não fossem anulados.

Perante esta ameaça, a Petroperú suspendeu o bombeamento de crude através do oleoduto, mas, ainda assim, as condutas e tubos tinham alguma pressão no momento em que foi cortado.

O presidente da Petroperú adiantou que 70% dos danos que o oleoduto sofreu nos últimos quatro anos “foram através deste tipo de ataque”. “Creio que chegou a hora de a lei ser aplicada, porque deve ser igual para todos os peruanos. O oleoduto é considerado um ativo nacional crítico e, de acordo com a lei, qualquer pessoa que o danifique deve ter uma sentença de prisão de seis a dez anos“, afirmou.

Os autores do ataque ao oleoduto denunciam irregularidades por parte do Partido Restauração Nacional, que venceu a eleição no município de Morona, em Loreto, região que faz fronteira com o Brasil.

O oleoduto no qual ocorreu o ataque, denominado Nor Peruano, em operação desde 1977, transporta o petróleo extraído na selva peruana até ao terminal portuário de Bayóvar, no oceano Pacífico, através de 1.106 quilómetros de tubos que cruzam a Amazónia e a cordilheira dos Andes.

A instalação esteve parada durante cerca de um ano, para manutenção, depois de uma dezena de fugas nas condutas, provocadas por cortes, na sua maioria, feitos por habitantes das aldeias vizinhas.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

"O louco do Sanders" ou "o sonolento do Biden"? As apostas de Trump para a corrida eleitoral de 2020

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, previu que o seu rival democrata nas eleições de 2020 para a Casa Branca deverá ser ou o ex-vice-presidente Joe Biden ou o senador de esquerda Bernie Sanders. "Eu …

"Breaking Bad": professor japonês incentiva alunos a produzir ecstasy

Um professor universitário japonês pode apanhar até dez anos de prisão depois de, alegadamente, incentivar os alunos a produzir ecstasy, num eco à série televisiva norte-americana "Breaking Bad", informaram as autoridades na passada quarta-feira. Segundo o …

União Europeia lança programa-piloto de “Erasmus para artistas”

A Comissão Europeia já lançou o i-Portunus, um projeto-piloto que possibilita a artistas residentes nos Estados-membros da União Europeia trabalhar entre 15 e 85 dias noutro país. A primeira edição da iniciativa abriu com 500 vagas …

Seleção de género pode ter impedido 23 milhões de meninas de nascer

Uma análise dos dados da população mundial sugere que os abortos baseados em seleção sexual interromperam o nascimento de, pelo menos, 23 milhões de meninas. A maior parte dessas raparigas "em falta" estariam na China …

Ministra brasileira diz que as mulheres devem ser submissas ao homem no casamento

Uma nova declaração da ministra brasileira da Mulher, Damares Alves, gerou mais uma polémica. Desta vez, a chefe do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos disse que "dentro da sua conceção cristã" as mulheres …

Marinha procura barco desaparecido desde quarta-feira. Sete a nove pessoas a bordo

A Marinha Portuguesa está a realizar buscas a 518 quilómetros de Peniche para detetar uma embarcação que lançou um alerta às 23:50 de quarta-feira (hora de Lisboa), disse à Lusa o porta-voz daquela força armada. A …

Liberdade de imprensa em risco: "ódio aos jornalistas transformou-se em violência"

A liberdade de imprensa continua a deteriorar-se em muitos países, "onde o ódio aos jornalistas se transformou em violência", de acordo com a advertência dos Repórteres Sem Fronteiras (RSF). "O número de países onde os jornalistas …

Matemática do canibalismo prova benefícios de comer os próprios filhos

O canibalismo filial é o ato de comer as próprias crias. Por chocante que pareça, cientistas descobriram um possível benefício para esta horrenda prática, que já foi documentada em várias espécies de animais. Um estudo publicado …

Tempos de resposta penalizam SNS e mandam doentes para o privado

Os critérios "políticos" para definir os tempos máximos de resposta em consultas e cirurgias podem penalizar os hospitais do Serviço Nacional de Saúde (SNS), com um aumento de envio de doentes para o setor privado …

Salvem o planeta como a Notre-Dame, pediu Greta Thunberg no Parlamento Europeu

Na terça-feira, Greta Thunberg deu início a uma intervenção no Parlamento Europeu e alertou os líderes europeus para a urgência de salvar o planeta, da mesma forma que se quer salvar a Catedral de Notre-Dame …