OE2021 teve de penar pela luz verde. Direita já aposta no fim da geringonça (e no adeus à Era Costa)

Mário Cruz/ Lusa

Depois da aprovação penosa do Orçamento do Estado para 2021, a direita está pronta a apostar no fim da geringonça. Agora, partida em três.

O Bloco de Esquerda votou contra o Orçamento do Estado para 2021 e foi acusado de se juntar ao PSD, o PCP tentou levar a sua avante e o PS saiu vencido na questão do Novo Banco. O reboliço dos últimos dias levam a direita a sentir-se confiante em apostar no fim da geringonça, num futuro mais incerto do que nunca.

A ideia de que o Governo está no fim da linha e que a geringonça sai deste Orçamento fragmentada parece unir os partidos da direita, pelo menos nos discursos de encerramento do Orçamento.

Este será provavelmente o último Orçamento socialista dos próximos anos“, disse esta quinta-feira o deputado único do Chega, André Ventura, citado pelo Observador, afirmando que ficou claro que aqueles que deram a mão ao Governo agora se vão embora “dizendo que nunca tivemos nada a ver com isto”.

“O Governo sabe que não tem caminho para continuar“, acrescentou. “Não faltaremos à chamada e estaremos prontos para governar com dignidade este país”, disse Ventura, sublinhando que ao fim de um ciclo, segue-se outro. O que aconteceu nos Açores pode mesmo ter sido um primeiro passo.

João Almeida, do CDS, também criticou o facto de o Governo sair desta prova de fogo aos trambolhões, cada vez mais dependente do “anacronismo comunista e do radicalismo animalista”. Já Isaura Morais, do PSD, usou a expressão “a geringonça vai coxa” para decretar o fim da atual solução política.

“É o fim do prazo de validade” do Governo, disse, acusando o Governo de ter cedido em tudo ao PCP com o objetivo de conseguir a viabilização do documento.

O Bloco de Esquerda não se arrepende do voto contra, muito por estar convencido de que, no futuro, o PS vai precisar de negociar à esquerda e, portanto, forçado a virar-se para o BE.

Já o PCP, que se manteve no barco até à última, garante que o futuro dependerá da “vontade política do Governo” para concretizar as medidas e dar resposta aos problemas do país. “A abstenção do PCP não se confunde nem a abre a porta àqueles que apostam numa crise política e numa alternativa de direita com velhos e novos protagonistas”, disse Jerónimo de Sousa.

Em entrevista à TVI, há uns dias, Rui Rio apostou que esta legislatura não ia chegar até ao fim e disse acreditar que está mais próximo de chegar a primeiro-ministro. Apesar de o Orçamento do Estado para 2021 ter passado, o futuro permanece nublado.

ZAP //

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Está-se a acabar a mama dos xuxalistas. Já se nota em muitos sítios. Seria bom que o ministério público investigasse os programas operacionais do portugal2020 e percebesse que projetos é que foram aprovados e em muitos casos a razão de tal aprovação. É que há muitos que já andam à procura de emprego para os próximos anos.

  2. Não acredito que assim seja, acredito mais que o PS alargue mais a sua maioria, e é muito simples encontrar razões para isso, o bloco de esquerda fora da influência governamental e pelo comportamento que teve,desce a favor do PS, o PSD com o Rui Rio, mercê da sua fúria de ser governo tem deitado por terra alguns argumentos que tinha a seu favor, tem sido decepção em rigor de Contas, de coerência, contraditório, e mais outros créditos que tínha e que tem vindo a perder, além do Povo ainda não se ter esquecido do Passos Coelho, penso que era do Rui Rio ter mais calma, porque ainda por cima tem o Chega à Perna, mas veremos.

  3. Seja como for, já é tempo de acabar com esta geringonça e apenas se deseja que apareça outra com maior pendor social e sentido de boa e eficaz governação.
    E se esse milagre lusitano acontecer, será o primeiro governo a governar o país para os portugueses e não para a clientela.
    De resto, a forma como hoje escolhemos quem nos governa, é uma autêntica palhaçada. Assim não vamos lá.

  4. E propostas credíveis e como as pensam realizá-las quando é que nos dizem? Ou é melhor ficar só na critica e esperar que os eleitores se zanguem com o governo e lhe de de bandeja o poleiro que é o que tem acontecido desde há dezenas de anos, os eleitores dão o poleiro a quem está na oposição sempre que se zanga com quem está no poleiro, a oposição nem precisa prometer nada nem ter ideias para nada basta ir criticando e esperar que os eleitores se zanguem, isso não é ganhar eleições como os políticos quando vão para o poleiro dizem, ganhar é outra coisa é merecer ganhar com ideias credíveis e comprometer-se que vai cumprir o que promete, isso sim será um vencedor.

RESPONDER

Liveblog Autárquicas. Poderá ser "a primeira vez que um partido ganha três vezes seguidas"

Realizam-se este domingo Eleições Autárquicas em Portugal, nas quais está em jogo a eleição de 308 presidentes de câmaras municipais, os seus vereadores e assembleias municipais, bem como 3091 assembleias de freguesia. Acompanhe tudo no …

Alemanha: Sociais-democratas reclamam vitória (com "desastre" para os conservadores)

Os sociais-democratas SPD reivindicaram hoje vitória nas eleições parlamentares alemãs, numa altura em que os conservadores da CDU, força política de Angela Merkel, se aproximam de uma votação mínima histórica, de acordo com as primeiras …

Em 2018, cientistas de Wuhan terão planeado infetar morcegos com coronavírus

Em 2018, um grupo de cientistas da cidade chinesa de Wuhan, onde foi registado o primeiro caso de covid-19, estaria a planear infetar, com coronavírus modificados, morcegos que vivem em cavernas. Os cientistas terão pedido 14 …

Este batom foi lançado em 1971, mas está esgotado - e é mais uma prova do impacto económico do TikTok

O Black Honey da Clinique é o mais recente produto de maquilhagem a bombar no TikTok. Muitas marcas estão a notar o poder económico que em ser viral na aplicação e estão a tentar promover …

Portugal regista mais duas mortes e 599 casos de covid-19

Nas últimas 24 horas registaram-se mais duas mortes e 599 novos casos de covid-19 em Portugal, de acordo com o boletim epidemiológico da DGS. Portugal regista hoje duas mortes atribuídas à covid-19, assim como 599 novos …

Em 2021, Sochi voltou a ser Sochi e em Sochi ganha a Mercedes – com recorde histórico para Hamilton

Lando Norris, o jovem piloto da Mclaren, vai sair da Rússia com um misto de sensações. No fim-de-semana em que conquista a primeira pole position da carreira, perde também, de forma dramática, a hipótese de …

As pessoas que comem mais gordura láctea têm menor risco de doença cardíaca

As pessoas que fazem uma dieta com maior teor de gordura láctea têm um menor risco de desenvolver doenças cardiovasculares, revela um novo estudo. Uma equipa internacional de cientistas estudou o consumo de gordura láctea de …

Alaphilippe revalida título de campeão mundial de fundo

O francês Julian Alaphilippe revalidou neste domingo o título de campeão mundial de fundo, ao cortar isolado a meta no final da “prova rainha” dos Mundiais de ciclismo de estrada, que decorreram na região belga …

Do céu ao inferno. Adeptos do Palmeiras chamam "arrogante" a Abel Ferreira

O Palmeiras perdeu e está cada vez mais longe da liderança do Brasileirão. Os adeptos estão insatisfeitos com as exibições e chamaram "arrogante" a Abel Ferreira. O Palmeiras, treinado pelo português Abel Ferreira, perdeu na deslocação …

Mesmo depois da morte de Ihor, centro do aeroporto ainda tem videovigilância "muito limitada"

Um ano e meio após a morte de Ihor Homeniuk, o centro de instalação temporária do aeroporto de Lisboa (CIT) continua sem cobertura total de câmaras de videovigilância em zonas comuns. A situação atual distancia-se daquilo …