OCDE defende fim dos exames de acesso ao ensino superior

Andreas Schleicher, diretor do Departamento de Educação da OCDE, esteve em Portugal para uma avaliação do sistema de ensino e defendeu que se acabe “por deixar cair” o sistema de exames nacionais que permite o acesso ao ensino superior.

Esta sexta-feira, o diretor do Departamento de Educação da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), Andreas Schleicher, manifestou a esperança de que Portugal ponha fim ao sistema de exames nacionais ligado ao acesso ao ensino superior.

Schleicher identificou esta realidade como um dos “principais problemas” do sistema educativo português, devido à pressão que exerce quer sobre os professores, quer sobre os alunos e famílias, e à uniformização que o ensino promove.

“Porque é que os estudantes portugueses estão sempre muito mais ansiosos do que os colegas dos seus países?”, questionou, a propósito dos resultados das entrevistas realizadas a jovens de 15 anos no âmbito do PISA, os testes da OCDE que atestam a literacia dos alunos.

Segundo o Público, esta foi também uma das questões que motivou Schleicher a identificar os problemas sentidos pelas escolas na aplicação do projeto-piloto de flexibilidade curricular: como conciliar “dois mundos”, o do ensino para os exames e o outro que privilegia a aprendizagem em torno de projetos e o trabalho colaborativo.

Quando se trata de ansiedade, os alunos portugueses ficam acima da média, seja quando começam a estudar, quando vão fazer um teste ou em muitas outras situações. Os professores devem, segundo o diretor, “adaptar as aulas às necessidades da turma e aos seus conhecimentos”.

“É triste que um aluno chegue a casa ansioso por ter tido um 18 em vez de um 20 no exame”, disse Jorge Ascensão, presidente da Confederação Nacional das Associações de Pais, deixando ainda um desafio a todos os parceiros da educação para que se unissem com o objetivo de alterar o regime de acesso ao ensino superior.

Atualmente, os exames nacionais marcam o fim da escolaridade obrigatória e contam como 30% para a nota final e até 50% para a entrada no curso, uma percentagem que varia consoante o curso e a instituição escolhidos pelo aluno.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

9 COMENTÁRIOS

  1. Andreas Schleicher não deve ser bom da cabeça. Já não bastou a estupidez das Novas Oportunidades e das provas Ad-Hoc em metiam malta com a quarta classe a entrar para a Universidade. Agora sem exames de acesso ao ensino superior, como é que se filtram as pessoas para as vagas existentes? Com as médias de 12º ano? Então não faz muito mais sentido haver provas específicas para cada curso ou cada universidade?

    Enfim… Portugal já tem esta mentalidade complexada de que todos têm de ser “doutores” senão não são gente. A ânsia de ser doutor é tão grande que chamam doutores aos licensiados… Alguns dos quais entraram na faculdade com a quarta classe.

    Vou criar um novo partido: PSR. Não, ainda não existe não senhor. É o Partido Só Rir!..

  2. E já agora acabam-se com os exames nas cadeiras do ensino superior. E as entrevistas de emprego. E as eleições para a assembleia. Causa muita ansiedade aos candidatos…

  3. realmente os alunos portugueses quando saem das universidades portuguesas não lhes falta trabalho lá fora, porque ha seleção. se não houver fica uma fantochada e é isso que os europeus querem acabar com o ensino de qualidade em Portugal.

  4. Não é pelos Portugueses serem melhores do que os outros! Pelo contrário, os Portugueses lá fora aceitam tudo e mais alguma coisa, lá somos todos iguais. Aqui são todos doutores!

  5. Não é pelos Portugueses serem melhores do que os outros! Pelo contrário, os Portugueses lá fora aceitam tudo e mais alguma coisa, lá forma somos todos iguais. Aqui somos todos doutores! ou melhor Sr(s) Doutores

  6. Era só o que faltava … Então os alunos das escolas privadas (de filhinhos ricos) com as médias que lá conseguem entravam todos e os pobres, das escolas públicas, ficavam de fora. Eu fui para o ensino superior e quando lá cheguei vi quem era bom aluno e quem era pior aluno. E principalmente os rapazes que vinham de escolas privadas, valha-me Desu, andavam a passear livros.

RESPONDER

Cientistas criam massa que muda de formato assim que entra em contacto com a água

Da penne à fusilli: as pessoas adoram massas pelos seus formatos. Agora, uma equipa de cientistas liderada pelo Morphing Matter Lab da Carnegie Mellon University está a desenvolver massas planas que se transformam em formas …

Australiana fez uma cirurgia para remover as amígdalas (e acordou com um sotaque irlandês)

No dia 19 de abril, Angie Mcyen foi submetida a uma cirurgia para remover as amígdalas, um procedimento bastante simples que demorou apenas meia hora. Uns dias depois, acordou e apercebeu-se de que tinha um …

“Foi o crime do século“. Museu Britânico mostra o impacto do assassinato de Thomas Becket na Europa

Thomas Becket foi abatido dentro da Catedral de Cantuária por cavaleiros da comitiva do rei Henrique II. O assassinato, em 1170, causou ondas de choque em toda a Inglaterra. Agora, o religioso será recordado através …

Na Índia, ser-se rico ou pobre pode fazer a diferença no acesso à vacina

A Índia enfrenta uma grave escassez de vacinas contra a covid-19. Até ao momento, só 2,5% da população recebeu ambas as doses, enquanto 10% recebeu uma. Na Índia, as pessoas que vivem em cidades com fácil …

Ilha italiana torna-se "covid-free" e mostra-se pronta para receber turistas de todo o mundo

Numa altura em que vários países da Europa já começam a planear a abertura ao turismo de forma intensiva, há regiões que mostram já estar um passo à frente. É o caso da ilha de …

Política chinesa torna uigures reféns nas suas próprias casas

A China introduziu, em 2016, uma política de parentesco para promover a harmonia nacional e a unidade étnica, levando a que desde então mais de 1,1 milhões de funcionários do Estado ocupassem periodicamente as casas …

O palco de um dos maiores contos britânicos de sempre vai transformar-se num hostel

A Irlanda aprovou uma proposta para converter num hostel um dos pontos de referência de James Joyce mais icónicos de Dublin. O irlandês James Joyce é um dos maiores escritores da literatura britânica, sendo autor de …

Liz Cheney é a cara da oposição ao "trumpismo" no Partido Republicano

Esta quarta-feira, e depois de ter criticado o antigo Presidente dos Estados Unidos, a congressista Liz Cheney foi afastada de um cargo de liderança no Partido Republicano. Na noite desta terça-feira, e pouco antes de …

SC Braga punido com dois jogos à porta fechada por falta de habilitações de Custódio

O Sporting de Braga foi punido com dois jogos de interdição do seu estádio, após queixa da Associação Nacional de Treinadores de Futebol (ANTF), devido à falta de habilitações de Custódio, anunciou o Conselho de …

Marinha dos EUA faz apreensão de armas ilícitas no Mar da Arábia

A Marinha dos Estados Unidos apreendeu um carregamento ilícito de armas no Mar da Arábia, anunciou a Quinta Frota da Marinha americana. A apreensão do arsenal foi feita pelo navio USS Monterey na passada quinta-feira, dia …