Obrigado TAP (diz a Easyjet)

A easyJet ganhou novos passageiros com a greve de dez dias na TAP, que levou muitos a voarem pela primeira vez na companhia de baixo custo, disse hoje à Lusa o director comercial para o mercado nacional, José Lopes.

Sem avançar números relativos ao aumento da procura nos primeiros dez dias de Maio, na sequência da greve dos pilotos da TAP e da Portugália, o responsável confirmou que a companhia de baixo custo (‘low cost’) recebeu passageiros que “nunca tinham voado com a easyJet sobretudo na categoria ‘business'” (classe executiva) e que “muitos irão voltar”.

A greve na TAP foi uma boa oportunidade para quebrar alguns tabus de pessoas que nunca tinha voado com a companhia”, adiantou à Lusa José Lopes, no dia em que foram divulgados os resultados da easyJet relativos ao primeiro semestre, terminado a 31 de Março.

José Lopes sustentou que “os números relativos ao período de greve de dez dias na TAP apenas são contabilizados no segundo semestre” e que a companhia está “a apresentar os resultados relativos ao primeiro semestre”, que foram “muito positivos em Portugal, em linha com o resto da Europa”.

A expectativa da easyJet é que muitos destes passageiros voltem: “Acredito que vão voltar no futuro, na sequência de experiências positivas”.

“A taxa de repetição é de 58% dos passageiros. No segmento de ‘negócios’ a taxa de repetição sobe para os 62%”, acrescentou.

Os pilotos da TAP e da Portugália estiveram dez dias em greve, entre 01 e 10 de Maio, por considerarem que o Governo não está a cumprir o acordo assinado em Dezembro de 2014, nem um outro, estabelecido em 1999, que lhes dava direito a uma participação de até 20% no capital da empresa no âmbito da privatização.

A easyJet anunciou hoje pela primeira vez lucro no primeiro semestre do ano fiscal, que começa a 01 de Outubro, fechando este período com um resultado líquido antes de impostos de 9,7 milhões de euros (sete milhões de libras) e uma receita de 2.455 milhões de euros (1.767 milhões de libras).

No mesmo período, a taxa de ocupação média aumentou 0,7 pontos percentuais para 89,7%, enquanto a capacidade disponível cresceu 3,6% para 32,2 milhões de assentos.

A easyJet abriu novas bases em Amesterdão e no Porto, passando a contar com 26 bases.

/Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. “…o responsável confirmou que a companhia de baixo custo (‘low cost’) recebeu passageiros que “nunca tinham voado com a easyJet sobretudo na categoria ‘business’” (classe executiva) e que “muitos irão voltar”.

    Desde quando é que os vôos da Easyjet têm classe executiva? quanto muito oferece alguns privilégios em termo de “speedy boarding” e lugares com mais espaço para as pernas aos frequent flyers e a quem pague o excesso para tal. A notícia escrita como está, compara alhos com bugalhos. e é “misleading”. Todos têm que pagar pelo que quiserem comer e não há tratamento diferenciado. Por outro lado, os vôos são em 99% dos casos pontuais e isso agrada-me, ao contrário da TAP que não consegue respeitar os horários de vôos.

  2. Obrigado TAP, não, Na TAP trabalha muita gente e não se deve confundir a floresta com a arvore.
    E nem a arvore com o esterco que a alimenta.
    Obrigado direcção do SPAC

  3. Mas será que ninguém vê que o comprador já está decidido e que a pressa em privatizar é para garantir que ela não vai para mais ninguém.
    Contrapartidas saber-se-a mais tarde. só que o dinheiro já estará em off shores e os recebedores em paraíso acautelado

  4. Easy jet? só por necessidade. Aquele inglês de Liverpool arranha-nos os ouvidos o tempo todo e português é lingua desconhecida a bordo.
    Low-cost? só para quem vai com a roupa do corpinho e mais uns pares de cuecas na mala. A carga a mais é paga a peso de ouro ou mais cara ainda. Vão para o diabo que os carregue … a eles e aos grevistas da TAP.

RESPONDER

França colhe o que plantou. Poeira do Sahara leva radiação dos testes nucleares de 1960 para o país

A ACRO, uma organização-não governamental francesa, detetou uma nuvem de poeira radioativa, com origem em França, que está a voltar para o país. A poeira do deserto do Sahara alcançou França e trouxe com ela níveis …

Partidos concordam em desconfinar. PSD diz “haver condições” para abrir “grande parte do território”

Vários especialistas estiveram reunidos com o Governo esta segunda-feira em mais uma reunião do Infarmed. O objetivo foi avaliar a situação epidemiológica e definir diretrizes para o desconfinamento, cujo plano será apresentado na quinta-feira. De …

EUA ponderam retirada militar total no Afeganistão, mas pedem “garantias“

Os EUA põe a hipótese de uma retirada militar no Afeganistão. Contudo, Anthony Blinken assumiu que está preocupado com a possibilidade de os taliban aproveitarem a retirada de tropas na NATO e dos Estados Unidos …

Santos Silva diz que notícia sobre “despesas supérfluas” da presidência da UE é “ridícula“

O ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros considera “ridícula” a notícia avançada na quinta-feira pelo jornal Politico que dava conta de “despesas supérfluas e contratos de patrocínio” durante a presidência portuguesa do Conselho da União …

UE tem de libertar-se da "má vontade" e negociar entre iguais, diz Reino Unido

A União Europeia (UE) deve libertar-se da sua má vontade e construir uma boa relação com o Reino Unido como soberanias iguais, disse no domingo o conselheiro do Governo britânico David Frost, prometendo defender os …

Acordo com Groundforce falha por acionista maioritário ter ações penhoradas

O acordo entre a TAP e a Pasogal, acionista da Groundforce, falhou, porque as ações do acionista já estão penhoradas e, assim, não podem ser dadas como garantia, disse à Lusa fonte oficial do Ministério …

Apenas 24 países têm mulheres no poder. Igualdade de género alcançada somente "em 130 anos"

Menos de 500 milhões de pessoas dos cerca de 7,8 mil milhões que constituem a população mundial têm atualmente uma mulher Presidente ou chefe de governo, avançou a ONU Mulher. "Ao ritmo atual, a igualdade de …

Império de Cristiano Ronaldo mudou-se para Portugal (na pista dos benefícios fiscais)

Após ter dissolvido a CRS Holding no Luxemburgo, Cristiano Ronaldo passou a sede de uma das suas principais empresas para Lisboa renomeando-a CR7 Lifestyle Unipessoal. Nesta altura, o craque já tem seis empresas instaladas em …

Coro de crianças na Alemanha compõe música de apoio a Portugal

Um coro com cerca de quatro dezenas de crianças, da cidade de Tecklenburg, na Alemanha, criou uma música para "dar conforto" aos portugueses durante a pandemia de covid-19. "Quando eu li nas notícias sobre a situação …

Pelo menos 6% das portuguesas já foram vítimas de agressão física ou sexual

No dia em que se assinala o Dia Internacional da Mulher, a Pordata compilou um conjunto de indicadores que retratam a situação da mulher, em Portugal e na União Europeia.  Segundo o Eurostat e a Agência …