Obama apresentou proposta para subir impostos aos ricos

Barack Obama / Flickr

O Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama

O Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama

O presidente dos EUA apresentou esta segunda-feira a sua proposta orçamental centrada na alta de impostos e no aumento de impostos sobre os ricos, documento que permite a Barack Obama detalhar a sua visão da luta contra as desigualdades.

Desde que foi apresentada, a proposta de orçamento, no montante de quatro biliões (milhão de milhões) de dólares (3,5 biliões de euros), confrontou-se com a oposição dos republicanos, que agora controlam as duas câmaras do Congresso e estão centrados no próximo desafio eleitoral, a eleição presidencial de 2016.

O republicano Orrin Hatch, presidente da comissão senatorial do Senado, deu o tom das críticas dos adversários de Obama, ao considerar que esta nova declinação “das mesmas políticas de redistribuição que fracassaram” apenas “cede aos caprichos da base democrata”, acrescentando que o espesso documento enviado para o Congresso não faz nada para colocar o país em bases orçamentais sadias.

O presidente da Câmara dos Representantes, John Boehner, sintetizou o documento de forma crítica dizendo que se trata de “mais impostos, mais despesa”.

O debate anuncia-se áspero nas próximas semanas e nos próximos meses. Mas ao avançar com a sua “economia da classe média”, Obama pretende, desde logo, a dois anos de sair da Casa Branca, influenciar os termos do debate em 2016.

“Será que vamos aceitar uma economia na qual apenas alguns aproveitam excecionalmente bem?”, questionou Obama, em tom de desafio, ao apresentar as grandes linha do documento, que se apoia na recuperação do crescimento e na criação de emprego “a um ritmo sem precedentes depois dos anos 90”.

Destacando a redução do défice orçamental, que em 2014 caiu abaixo do equivalente a 3% do produto interno bruto (PIB) pela primeira vez desde 2007, Obama considerou que os EUA podem “investir e manter-se orçamentalmente responsáveis”.

Propondo um défice orçamental de 474 mil milhões de dólares (2,5% do PIB), Obama detalhou um plano de investimentos, com um horizonte de seis anos, em infraestruturas, como estradas e pontes, num montante de 478 mil milhões de dólares.

Este plano seria financiado em parte pelas receitas de um imposto sobre os lucros conseguidos no estrangeiro pelas empresas norte-americanas.

Estes lucros só pagam impostos a nível federal quando são repatriados para os EUA, o que faz com que as multinacionais norte-americanas conservem verdadeiros ‘tesouros de guerra’ no estrangeiro.

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Flamengo chega a acordo com o Inter por Gabigol

Flamengo e Inter de Milão já chegaram a acordo para a transferência definitiva de Gabigol, jogador que esteve durante a última temporada na equipa brasileira por empréstimo. Segundo o portal brasileiro Globo Esporte, os dirigentes do …

Espanha quer "assaltar" o lugar de Centeno no Eurogrupo

Nadia Calviño, a número dois do Governo Espanhol, assume-se como favorita para assumir a presidência do Eurogrupo, caso o ministro das Finanças português, Mário Centeno, decida não entrar na corrida. A notícia é avançada esta terça-feira …

Dívidas de hospital de Lisboa travam compra de dois medicamentos para cancro

As dívidas do Centro Hospitalar Universitário de Lisboa Norte, que inclui os hospitais de Santa Maria e Pulido Valente, levaram o Tribunal de Contas (TdC) a chumbar a compra de dois medicamentos para um cancro …

Em 15 dias, foram transferidos 73 milhões da Sonangol para uma empresa de Isabel dos Santos

Em 15 dias, foram transferidos 73 milhões das contas da petrolífera estatal Sonangol no private banking do Eurobic, em Lisboa, para uma empresa de Isabel dos Santos, avança o Correio da Manhã esta terça-feira. …

Livro de John Bolton pode prolongar julgamento de Donald Trump

  Ao segundo dia de defesa dos advogados da Casa Branca no julgamento do impeachment de Donald Trump, caiu uma "bomba" no Senado. O livro escrito por John Bolton, ex-conselheiro de segurança nacional do Presidente dos …

Afinal, Bruno Fernandes pode rumar ao Barcelona (e fazer escala no Valência)

Afinal, o futuro do internacional português Bruno Fernandes pode passar por Espanha e não por Inglaterra, onde foi dado como quase certo. O negócio envolve dois emblemas espanhóis e o avançado ex-Benfica Rodrigo Moreno. De …

Coronavírus já matou 106 pessoas na China. E já chegou à Alemanha

A China elevou para 106 o número de mortos causados pelo coronavírus e o número de infetados já chegou aos quatro mil. Esta segunda-feira, confirmou-se um caso na Alemanha, sendo agora o segundo país da …

Iniciativa Liberal quer privatizar CGD, TAP e RTP

O Iniciativa Liberal quer privatizar a Caixa Geral de Depósitos, a TAP e a RTP. Esta segunda-feira, no Parlamento, o deputado único João Cotrim Figueiredo defendeu ainda a redução do IVA na eletricidade para uma …

PSD convidou BE e PCP para negociar. Teme-se uma "perigosa" coligação negativa no IVA da luz

O PSD está disponível para "conversar" com a esquerda parlamentar para negociar uma solução que permita baixar o IVA da eletricidade. A garantia foi dada por um dos coordenadores do processo orçamental do PSD, Duarte Pacheco, …

Cientistas fazem múmia de 3.000 anos "falar" (e já a podemos ouvir)

Uma equipa de cientistas recriou o som da voz de um antigo padre egípcio com a ajuda de uma múmia com três mil anos e usando uma combinação de tomografias computadorizadas, impressão 3D e uma laringe …