/

O TikTok está a “ressuscitar” as esquecidas canções dos marinheiros

As canções de marinheiros, conhecidas como celeumas, que tinham saído da cultura popular durante centenas de anos – são agora a última moda na aplicação TikTok.

Os celeumas são um tipo de música folclórica coletiva que era tipicamente executada por marinheiros mercantes, pescadores ou baleeiros durante os séculos XVIII e XIX para manter o ânimo durante o trabalho manual pesado.

De acordo com a revista de história Historic UK, as tripulações de veleiros usavam canções para ajudá-los durante o trabalho. Cantar juntos no mesmo ritmo ajudaria as tripulações a sincronizarem-se em tarefas como içar velas e puxar linhas de pesca, quando todos precisavam de empurrar ou puxar ao mesmo tempo.

Estas canções do mar – que já tinham desaparecido da cultura popular há centenas de anos – entraram agora na moda no TikTok.  Segundo o jornal britânico The Independent, isto aconteceu graças ao músico escocês Nathan Evans, de 26 anos. Em julho de 2020, Evans publicou um vídeo a cantar “Leave her Johnny” após um pedido de um dos seus seguidores.

A música rapidamente ganhou milhares de visualizações e o cantor de Glasgow publicou uma outra música chamada “The Wellerman” – uma canção do século XIX na Nova Zelândia sobre a espera de suprimentos de chá, açúcar e rum enviado pela empresa baleeira australiana, Weller Brothers.

O vídeo, publicado no dia 27 de dezembro, explodiu nas redes sociais, conquistando um total de 4,4 milhões de visualizações.

Em declarações à BBC Radio 4, Evans disse que “nunca esperei que as músicas fizessem tanto sucesso, mas acho que são tão populares porque envolvem todos. Não é preciso necessariamente ser bom a cantar, é apenas uma batida e algumas letras simples. Todos podem participar”.

Desde então, o género tornou-se a moda do momento no TikTok. Muitos vídeos de Evans também se tornaram o assunto de “duetos”, uma ferramenta que permite que as pessoas façam as suas próprias harmonias e melodias em cima de outra.

Em todo o mundo, os artistas adicionaram os seus próprios ajustes, incluindo uma harmonia de barítono e contrabaixo.

Recentemente, Evans publicou um vídeo a cantar “Drunken Sailor”. “É incrível, realmente não acho que haja qualquer outra plataforma além do TikTok onde teria encontrado [um público tão amplo]. No meu emprego [de carteiro], já fui reconhecido três ou quatro vezes, é um pouco estranho”, contou o jovem, em declarações ao The Telegraph.

Na terça-feira, o Google Trends anunciou que “canções do mar” foram pesquisadas mais do que qualquer outro momento na história da plataforma.

  Maria Campos, ZAP //

 

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE