O Arecibo desabou. É o fim de uma era à procura de vida extraterrestre

NSF

O radiotelescópio Arecibo, agora danificado, foi construído em 1963 numa cratera natural em Porto Rico

O Observatório de Arecibo, em Porto Rico, morreu. Três semanas depois de um dos principais cabos de sustentação da sua cúpula ter desabado, danificado irremediavelmente o radiotelescópio, o icónico caçador de vida extraterrestre antecipou-se à sua demolição e desabou.

O radiotelescópio tinha ficado gravemente danificado no mês de agosto, depois de um cabo de suporte se ter partido, caído e colidido com a enorme estrutura, deixando um enorme buraco com cerca de 30 metros na sua parábola.

Nos meses que se seguiram, engenheiros e técnicos do observatório iniciaram preparativos para uma complexa reparação, mas a rutura de um segundo cabo, em novembro, complicou a situação, deixando o observatório em risco de colapso.

Na altura deste segundo colapso, a Fundação Nacional da Ciência (NSF) anunciou que o emblemático Observatório de Arecibo iria ser ser desativado, uma vez que os danos sofridos nos últimos meses tornaram o processo de reparação demasiado perigoso.

No entanto, o Arecibo não esperou, e decidiu entregar a sua alma às estrelas que passou os últimos 57 anos a observar. Na noite desta segunda para terça-feira, a massiva estrutura de 900 toneladas colapsou, caindo sobre o seu gigantesco disco de 305 metros.

A notícia foi dada por Deborah Martorell, meteorologista da American Meteorological Society, no seu perfil no Twitter. “É com profundo pesar que comunico que  a grande plataforma do Observatório de Arecibo acaba de colapsar”, diz a meteorologista.

Embora os detalhes do colapso estejam ainda por determinar, a rutura dos dois cabos de suporte, em agosto e setembro, colocou sob pressão extra os restantes cabos, que, nas últimas semanas, começaram a esfiar-se.

“Os cabos que ainda resistiam estavam a perder em média um fio por dia”, explicou à revista Science o diretor da Florida Space Institute (FSI), Ramon Lugo. O Observatório, propriedade da National Science Foundation (NSF), era gerido pela FSI. De acordo com um tweet da NSF, o colapso não provocou feridos.

Entretanto, Deborah Martorell publicou no Twitter fotos do radiotelescópio captadas antes e depois do colapso. “Foi a última vez que vi esta beldade. Lamentavelmente, agonizava”, diz a meteorologista.

Construído em 1963, o Arecibo já foi o maior telescópio do mundo, com um disco refletor com um diâmetro de 305 metros, e manteve esse estatuto até ser ultrapassado em 2019 pelo Radiotelescópio Esférico de 500 Metros de Abertura (FAST), da China.

O Arecibo alcançou dezenas de marcos astronómicos, tendo observado e registado novos dados científicos de exoplanetas, asteroides, pulsares, emissões de rádio e moléculas em galáxias distantes. Era um dos principais instrumentos na busca por vida extraterrestre, através do projeto SETI, Search for Extraterrestrial Intelligence.

O radiotelescópio também era usado para seguir as órbitas de objetos potencialmente perigosos, o que nos torna agora parcialmente cegos para esses perigos.

NSF

O Observatório de Arecibo, icónico caçador de extraterrestres, em 1974

Com quase 60 anos, idade avançada para um instrumento astronómico, o Arecibo esteve várias vezes em risco de fechar por falta de financiamento, acabando sempre por provar a utilidade e justificar mais tempo de vida. Mas essa idade acabaria por levar a melhor sobre os cabos de suporte, precipitando o fim do emblemático caçador de extraterrestres.

Armando Batista AJB, ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Notícia muito triste para a ciência. Possamos nós ter a mesma esperança que em 1963, quando este marco foi colocado na história da ciência e na imaginação da humanidade. A crise que vivemos agora é também uma crise de valores, de esperança. Haja novos arecibos, novos projetos, novos sonhos.

RESPONDER

Israel reforça presença militar na fronteira com Gaza. "Última palavra ainda não foi dita"

O Exército israelita tinha anunciado, esta quinta-feira à noite, que os seus soldados tinham entrado na Faixa de Gaza. Depois veio negar essa informação, atribuindo a confusão a um problema de "comunicação interna". Na noite desta …

Carta de 1949 revela que Einstein já suspeitava do "super sentido" dos pássaros

Muitas décadas antes de sabermos que alguns animais têm "super sentidos", como é o caso dos pássaros, já o Nobel da Física discutia esse assunto com outros investigadores. Embora não se conheça o conteúdo da primeira …

Ferro empossa comissão de revisão constitucional por três meses. Iniciativa Liberal retira projeto

O presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues, deu esta quinta-feira posse à comissão de revisão constitucional por três meses (90 dias), desejando “votos de muito bom trabalho”, na sala do Senado do Palácio de …

Serena Williams: "A prioridade é a minha filha, não os Jogos Olímpicos"

Recordista do ténis feminino deixa a entender de que não vai a Tóquio. Naomi Osaka coloca dúvidas à volta do próprio evento. "Sou atleta e, por isso, é claro que o meu pensamento imediato é: quero …

A Cidade do México está a afundar a um ritmo incontrolável

Um novo estudo mostra que a Cidade do México, a metrópole mais populosa da América do Norte, afundou tanto que será impossível salvá-la. Depois de séculos de drenagem dos aquíferos subterrâneos, o leito do lago no …

Micróbios podem já estar a comunicar com espécies alienígenas

Os micróbios podem já estar a comunicar com espécies alienígenas, algo semelhante ao que tentamos fazer através do projeto SETI desde 1959. Estaremos sozinhos no Universo? O famoso programa SETI (Search for Extraterrestrial Intelligence) tem tentado …

Tweet de Elon Musk afunda Bitcoins (e dá força à criptomoeda que nasceu como meme)

A Tesla vai deixar de aceitar Bitcoins como forma de pagamento. A revelação foi feita por Elon Musk numa publicação no Twitter e levou à queda do valor da criptomoeda no mercado. A par disso, …

Investigadores criam nova solução para óculos de realidade virtual e aumentada

Uma equipa de investigadores criou uma nova tecnologia para fornecer óculos de realidade virtual que não parecem "olhos de inseto". Num novo artigo publicado na Science Advances, os especialistas descrevem a impressão de ótica de forma …

Genética da população portuguesa pode explicar deficiência de vitamina D

Investigadores portugueses concluíram que a população portuguesa tem uma prevalência superior à média europeia de algumas alterações genéticas que levam a uma predisposição para o défice de vitamina D. Este estudo, coordenado pelo Centro Cardiovascular da …

Polónia quer comprar casa de campo francesa (para recuperar o legado de Marie Curie)

A Polónia quer comprar e renovar a casa de campo francesa de Marie Curie e transformá-la num museu, naquele que é um esforço para reivindicá-la como génio científico e pioneira polaca. Embora tenha nascido na Polónia, …