Descobertos novos detalhes em Pietà de Miguel Ângelo

Uma equipa de especialistas estava a fazer trabalhos de limpeza na Pietà de Florença, esculpida pelo artista italiano Miguel Ângelo, quando encontrou detalhes desconhecidos da obra.

Uma Pietà é um tema da arte cristã em que é representada a Virgem Maria com o corpo morto de Jesus nos braços, após a crucificação. A de Miguel Ângelo é provavelmente uma das mais conhecidas esculturas feitas pelo artista italiano. Uma equipa que restaurava a obra descobriu detalhes que eram até então desconhecidos.

Foram encontradas marcas de ferramentas do artista, que estavam escondidas sob séculos de poeira e cera, escreve a agência noticiosa Associated Press.

Os trabalhos de limpeza começaram no ano passado, mas foram interrompidos devido à pandemia de covid-19. Agora, a equipa decidiu retomar o trabalho e convidou pequenos grupos de pessoas a virem assistir. Os restauradores estão a usar cotonetes humedecidos em água quente desionizada para retirar a escória acumulada nas fendas.

Conhecida como Pietà de Florença, foi esculpida por Miguel Ângelo entre 1547 e 1555, quando o artista estava perto da casa dos 80 anos. É uma três Pietà esculpidas por Michelangelo di Lodovico Buonarroti Simoni.

O Museo dell’Opera del Duomo esclareceu que há uma particularidade que distingue bem esta escultura das outras duas: a figura de Cristo é segurada não só por Maria Madalena como também pelo personagem bíblico Nicodemos, cujo rosto é um autorretrato do próprio Miguel Ângelo.

Esta não é a primeira vez que, séculos depois, são descobertos segredos das obras de Miguel Ângelo.

Ainda em janeiro deste ano, durante uma visita à Galeria da Academia de Belas Artes, em Florença, o médico norte-americano Daniel Gelfman notou que a escultura David, do mestre do Renascimento, apresentava a veia jugular externa no lado direito do pescoço distendida bem acima da clavícula.

O médico norte-americano foi o primeiro a reparar na jugular distendida, que esteve “escondida à vista por mais de 500 anos“.

Mas Miguel Ângelo não era o único artista com conhecimentos anatómicos na época do Renascimento. Leonardo da Vinci (1452-1519), por exemplo, foi o primeiro a descrever o coração como um músculo e um órgão com quatro cavidades e a explicar com precisão como o sangue circulava por essas cavidades.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Disney+ alerta para estereótipos racistas. Filmes clássicos com avisos sobre "maus tratos"

Embora já exibisse mensagens padrão desde o ano passado, a nova plataforma de vídeo Disney+ mostra agora um aviso, que não pode ser passado à frente, no início de vários filmes clássicos - como Dumbo …

Curados da covid-19 continuam com sintomas meses depois de terem contraído o vírus

Um estudo da Universidade de Oxford indica que 64% dos pacientes hospitalizados com o novo coronavírus apresenta falta de ar 2 a 3 meses depois de serem infetados. E quase 40% tem sintomas de depressão. Já …

Portugal vai estar no Mundial sub-20 (sem jogar o apuramento)

Todas as fases do Europeu sub-19 foram canceladas e a seleção portuguesa foi uma das eleitas para participar no Mundial do próximo ano. Portugal já sabe que vai estar na fase final do Mundial sub-20 (se …

Novos implantes cardíacos podem salvar 10 mil vidas por ano

O chamado envelope antibiótico envolve o implante cardíaco e previne infeções no paciente. Por ano, morrem cerca de 10 mil pessoas devido a infeções geradas pelo implante. O pacemaker é um pequeno aparelho que é colocado …

Banda dá concerto com músicos e público envoltos em bolhas de plástico para evitar contágio

A banda norte-americana Flaming Lips utilizou bolhas insufláveis ​​de tamanho humano num concerto em Oklahoma, uma solução para proteger os músicos e o público do novo coronavírus, enquanto tenta encontrar uma forma segura para atuar …

EUA. Especialista diz que as próximas semanas "vão ser as mais negras de toda a pandemia"

Um especialista em doenças infecciosas disse que no caso dos Estados Unidos, as próximas seis a 12 semanas vão ser as mais negras de toda a pandemia de covid-19. Michael Osterholm, diretor do Centro de Investigação …

Chelsea inscreve... Petr Cech

Antigo guarda-redes poderá voltar aos relvados nesta época, embora seja pouco provável, para já. Petr Čech entrou em campo pela última vez em maio de 2019, há quase um ano e meio. Já tinha anunciado a …

Disparos de satélites e naves do Star Trek? Relatório revela como seria uma guerra no Espaço

A criação da Força Espacial dos Estados Unidos evocou todos os tipos de noções fantasiosas sobre o combate no Espaço. Assim, um novo relatório explica o que é física e praticamente possível quando se trata …

Japão prepara-se para lançar água tratada de Fukushima no mar

O Japão vai libertar mais de um milhão de toneladas de água tratada da usina nuclear de Fukushima no mar, numa operação que levará cerca de 30 anos para ficar concluída. Ambientalistas e pescadores locais …

Turismo de mergulho? Submarino da "frota perdida" de Hitler aguarda o seu destino no fundo do Mar Negro

Coberto por “redes fantasmas” deixadas por pescadores, os destroços de um submarino U-20 enviado para o Mar Negro pela Alemanha nazi tornou-se recentemente tema de um documentário produzido na Turquia. Localizado a uma profundidade de 20 …