Novo supermercado vende produtos em fim de linha até 70% mais baratos

Os consumidores portugueses têm a partir desta quinta-feira um supermercado com produtos perto ou fora da data preferencial de consumo, mas “com todas as condições de segurança” e com descontos até 70%.

O novo supermercado online Good After vende os produtos através da Internet, e garante a entrega via correios em menos de 24 horas. E os produtos são fornecidos pelos próprios fabricantes.

A iniciativa, no ano em que se assinala o combate ao desperdício alimentar, surgiu de uma empresa portuguesa, e é destinada a portugueses e espanhóis.

O objectivo é também sensibilizar os consumidores para a questão dos prazos de validade dos produtos, porque “consumir até” não é o mesmo que “consumir de preferência antes de“, explicou uma das fundadoras do projecto, Chantal de Gispert.

O supermercado está repleto de marcas conhecidas, porque “precisamos que o consumidor acredite na ideia, e não vendemos frescos, mas sim oportunidades que vão surgindo, produtos alimentares ou não, em fim de linha, obsoletos ou descontinuados”, acrescentou a gestora.

Numa volta rápida pelo supermercado, encontram-se por exemplo gel de limpeza com 40% de desconto, bolachas e sumos ou champôs a metade do preço, frutos secos ou alimentos para animais 70% mais baratos.

O objectivo é dar uma nova vida a todos os produtos que já não têm lugar nos seus canais habituais e cujo destino seria muito possivelmente o lixo, explica Gispert.

chantalcampsdegispert / LinkedIn

Chantal de Gispert, co-fundadora da Good After

Chantal de Gispert, co-fundadora da Good After

A empresa, que tem a plataforma logística em Vila do Conde, no norte de Portugal tem a aprovação da Direcção Geral de Alimentação e Veterinária e é do conhecimento da ASAE, Autoridade de Segurança Alimentar e Económica.

“Nascemos com três ideias, a pensar numa nova vida de produtos moribundos: poupança das famílias, combate ao desperdício, alimentar e não só, e educar sobre os prazos. Porque deitar fora comida é pecado”, diz Chantal de Gispert.

A responsável garante que o supermercado online terá cada vez mais produtos e admite que no futuro possam existir mesmo espaços físicos, explicando que a ideia já há muito tempo foi posta em prática em países do norte da Europa e com sucesso.

Uma coisa é certa, nenhum produto à venda estará impróprio para consumo, assegura a gestora – ainda que possa ter passado o prazo “de preferência” – e os preços são muito mais baixos.

Porque, diz Chantal de Gispert, o Good After não comercializa produtos fora de prazo – apenas produtos que podem estar fora da data de consumo preferencial.

“Fala-se muito de economia circular e faz todo o sentido. O que não faz sentido é deitar fora produtos que ainda podem ser consumidos em segurança”, refere a responsável.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Mal muito mal pois como tem depois a ASAE o desplante de poder multar alguém por ter produtos fora de validade, só não concordo devido a isso poder fazer regressar ao passado, eu se fosse comerciante no futuro não aceitaria ser multado por entidades que favorecem outros pelas mesmas razões, aliás a ser verdade não entendo como a lei existente vai lidar com a situação uma vez que é proibido e quando dizem pelos canais habituais não entendi pois existem supermercados na web e não os podem vender, não entendo.

  2. Acho uma boa ideia, que considero viável em lojas físicas!
    De contrário cai por terra, porque com a concorrência. que felizmente temos, ao virar da esquina, conseguem-se preços muito convidativos!!!

    • Era mesmo isso que eu estava a pensar, compra-se mais barato e dentro do prazo produtos de marca branca!!!
      Alem que os descontos de algumas coisas são muito baixos!!
      Também estou fora!

Responder a João Cancelar resposta

Astrónomos provam que há água "presa" na poeira interestelar

As partículas de poeira no Espaço estão cobertas de gelo. Esta descoberta facilita as tentativas futuras de identificar a estrutura e composição da poeira em diferentes ambientes astrofísicos. O meio interestelar é composto por gás e …

Rochas antigas de Vénus apontam para origem vulcânica

Uma equipa internacional de investigadores descobriu que alguns dos terrenos mais antigos de Vénus, conhecidos como "tesserae", têm camadas que parecem consistentes com atividade vulcânica. A descoberta pode fornecer informações sobre a enigmática história geológica …

Na África do Sul, há uma associação entre violência sexual e gravidez indesejada

Na África do Sul, as meninas que sofreram violência sexual têm maior probabilidade de relatar uma gravidez indesejada em comparação com aquelas que nunca sofreram violência sexual. Na África do Sul, a taxa de gravidez na …

Hackers russos associados ao ataque em hospital alemão que resultou na morte de uma paciente

O ataque informático num hospital alemão na semana passada, que resultou na morte de uma paciente em estado crítico, pode ter sido causado por um grupo russo com ligações ao crime cibernético. A informação é …

Paços 0-2 Sporting | “Leão” competente estreia-se com triunfo

Após o adiamento do jogo da primeira jornada ante o Gil Vicente, devido a vários casos de Covid-19 nas duas equipas, o Sporting estreou-se na Liga NOS 2020/21 e não vacilou. Na visita ao Paços de …

Medicamentos para a tensão arterial diminuem mortalidade em doentes com covid-19

Um estudo de meta-análise concluiu que medicamentos para a tensão arterial, ao contrário do que se pensava, reduzem a mortalidade em pacientes com covid-19. No início da pandemia, havia a preocupação de que certos medicamentos para …

A ilha mais povoada do Hawai pode perder 40% das suas praias até 2050

A subida do nível das águas do mar pode fazer com que a ilha mais povoada do Havai perca 40% das suas praias, alerta uma nova investigação. Em causa está a ilha de Oahu, a …

Pela primeira vez em 10 anos, a Wikipédia vai mudar de aparência

A icónica Wikipédia vai, pela primeira vez em 10 anos, ser modificada para tornar o site mais acessível - e menos "assustador" - para novos utilizadores. A Wikipédia tem sido parte integrante da cultura da web …

Encontrados medicamentos ilegais em suplementos para o cérebro

Cientistas encontraram medicamentos ilegais, não aprovados nos Estados Unidos, em suplementos que alegadamente melhoram o desempenho cognitivo. Clareza mental, criatividade aprimorada e uma memória extremamente nítida são algumas das promessas feitas a quem compra suplementos de …

Voluntários oferecem-se para cumprir pena de jovem acusado de blasfémia

Num ato de solidariedade, 120 voluntários pediram para cumprir a pena de um jovem nigeriano condenado a 12 anos de prisão por blasfémia. Entre os voluntários está o diretor do Memorial de Auschwitz. Ao todo, 120 …