Novo máximo diário com 218 mortes. Morre uma pessoa com covid-19 a cada 7 minutos

Jean-Christophe Bott / EPA

Portugal contabilizou esta terça-feira 218 mortes, um novo máximo de óbitos em 24 horas, relacionados com a covid-19, e 10.455 novos casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS).

Quase metade das mortes registaram-se na região de Lisboa e Vale do Tejo (88 mortos).

Na véspera, nesta segunda-feira, as autoridades de saúde deram conta da morte, no total, de 167 pessoas com covid-19 em 24 horas. Estes números mostram que, nas últimas 24 horas, morreu uma pessoa com a doença a cada sete minutos.

Há ainda 10.455 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas, um valor muito acima do valor desta segunda-feira (6.702), mas em linha com o que tem sido registado nos últimos sete dias: só na segunda-feira é que não houve registo de mais de 10.000 casos.

A região de Lisboa e Vale do Tejo continua a registar o maior número de infeções (5.012), seguindo-se depois o Norte (2.970), Centro (1.605) e no Alentejo (531).

O boletim dá ainda conta de 10.282 recuperados.

Relativamente aos internamentos, há agora 5.291 doentes com covid-19 internados, mais 126 do que no dia anterior. Destes, 670 estão internados em Unidades de Cuidados Intensivos, mais seis comparativamente com a véspera.

O número de internamentos hospitalares sobem desde o primeiro dia do ano de 2021, altura em que estavam 2806 internadas, frisa o jornal Observador.

De acordo com a DGS, há 135.841 casos ativos (menos 45 do que no dia anterior) e 174.355 pessoas em vigilância.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. E as idades? tem vergonha de revelar?
    quantas pessoas saudáveis abaixo dos 40 , sem qualquer patologia morreram DE covid?
    E Aeroportos não se fecham? não é importante limitar o numero de estirpes?

  2. Não há qualquer condição para que este governo se mantenha em funções.
    Todas as medidas tomadas não foram suficientes. Somos o pior país quer no número de casos quer de mortos por milhão de habitantes.
    O governo teima em não fechar as escolas prolongando assim necessariamente o período de confinamento necessário e consequentes repercussões económicas. E tudo isto porque as escolas não estão preparadas para o ensino à distância ao contrário do que o PM prometeu em meados do ano anterior.
    A somar a isto, ainda temos a experiência vergonhosa dos incêndios, o caso escandaloso da nomeação do procurador europeu, a vergonha internacional da morte do cidadão ucraniano…
    Também não me venham dizer que não há condições para mudar de governo durante a pandemia. O governo holandês ainda há dois ou três dias se demitiu.
    E afinal de contas até estamos em período de campanha eleitoral!!!!!!!! Desrespeitando aquilo que se pede ao povo: CONFINEM TAMBÉM OS POLÍTICOS e quanto a este total desgoverno, assumam as responsabilidades de tudo e DEMITAM-SE!

RESPONDER

Mais de 75% dos refugiados sírios podem sofrer de stress pós-traumático

Mais de três quartos dos refugiados sírios podem estar a sofrer de distúrbios mentais, como transtorno de stress pós-traumático (TEPT), dez anos após o início da guerra civil no país. De acordo com um artigo do …

AVC foi a principal causa das 112.334 mortes em 2019

As doenças circulatórias foram as principais causas das 112.334 mortes verificadas em Portugal em 2019, divulgou esta segunda-feira o Instituto Nacional de Estatística, assinalando que a mais mortífera foi o acidente vascular cerebral (AVC). Em 2019, …

Iémen irá enfrentar a pior fome já vista nas últimas décadas. Guterres implora por generosidade

De acordo com a ONU, a situação humanitária no Iémen é muito grave e o país irá enfrentar a pior fome à qual o mundo já assistiu. Esta situação pode ser revertida se os seus …

"Um erro histórico". Tratado assinado em Portugal incentiva aquecimento global

Um tratado assinado em Lisboa concede um grande poder às empresas de energia para processar os Estados caso se sintam prejudicadas por políticas climáticas. O Tratado da Carta da Energia (TCE) é um acordo internacional assinado …

Jornalistas estrangeiros denunciam "declínio da liberdade" na China

A China utilizou as medidas para controlar o coronavírus, a intimidação e restrições de visto para limitar a cobertura jornalística estrangeira em 2020, dando início a um "rápido declínio da liberdade na media", denunciou o …

Sindicato dos chefes da PSP interpôs ação judicial por causa da pré-aposentação

O Sindicato Nacional da Carreira de Chefes da PSP indicou este domingo que interpôs uma ação judicial para impugnar um despacho da direção nacional da Polícia Segurança Pública sobre a lista de pedidos da passagem …

"A agricultura em Montalegre vai acabar". Praga de javalis destrói culturas

Os agricultores do concelho de Montalegre andam desesperados com o facto dos javalis andarem a destruir as culturas. A população destes animais tem aumentado muito nos últimos anos e as medidas de controlo têm sido …

50 mil euros. Governo cria prémio nacional para proteger florestas

No próximo Conselho de Ministros, na quinta-feira, o Governo vai discutir um prémio bianual para projetos que ajudem a melhorar a floresta, do ponto de vista técnico, científico ou da comunicação. A notícia é avançada esta …

Polícia Judiciária ajudou a evitar dois ataques em França

As informações partilhadas pela Polícia Judiciária (PJ) com a Europol foram cruciais para alcançar a detenção do jihadista marroquino que viveu em Portugal. Hicham El-Hanafi foi condenado a 30 anos de prisão em França, na semana …

Duque de Edimburgo foi transferido para outro hospital

O Palácio de Buckingham anunciou esta segunda-feira que o príncipe Filipe, marido da rainha do Reino Unido, Isabel II, foi transferido para outro hospital de Londres para continuar o tratamento de uma infeção. O Palácio disse …