Novo Banco vai pagar 800 milhões a emigrantes com dívida do BES

O presidente do Novo Banco anunciou nesta segunda-feira que a instituição financeira “tem praticamente resolvida” a solução que vai permitir aos emigrantes receber cerca de 800 milhões aplicados em dívida do Banco Espírito Santo (BES).

Stock da Cunha, que falava em videoconferência com os jornalistas na apresentação dos resultados dos primeiros cinco meses do ano passado, afirmou que “a solução está encontrada” para os cerca de oito mil clientes, mas “tem que se desmontar os veículos para conseguir os ativos subjacentes”, acrescentando que “é um puzzle difícil de desmontar”.

O presidente do Novo Banco referia-se a poupanças aplicadas em veículos criados pelo Credit Suisse, designados comercialmente por Top Renda, EuroAforro e Poupança Plus, maioritariamente detidos por emigrantes portugueses de primeira geração residentes em França e na Suíça.

Em termos geográficos, estes são clientes oriundos das tradicionais zonas de emigração, nomeadamente Trás-os-Montes, Beira e Alto Minho, sendo que, em média, estes clientes tinham no BES 100 mil euros, dos quais 80% investidos nestes produtos.

Qualquer que seja a solução, Stock da Cunha relembrou que o Banco de Portugal “tem de aprovar tacitamente” a operação, sendo que “não pode afetar a liquidez, o capital e a rentabilidade”.

Relativamente aos três mil clientes lesados pelo papel comercial das empresas não financeiras do Grupo Espírito Santo, o presidente do Novo Banco fez questão de sublinhar que não é uma dívida da instituição financeira mas sim de entidades externas, sendo que só o Banco de Portugal pode resolver a questão.

Apesar disso, Stock da Cunha voltou a reafirmar que não vai desistir e que vai “tentar resolver este tipo de situação”, sendo que o Banco de Portugal “foi muito claro ao dizer que não cabe ao Novo Banco pagar”.

“Não sei se conseguimos arranjar uma solução, mas não atiro a toalha ao chão”, frisou, acrescentando que acredita ser “possível arranjar alguma solução para um problema” que não criou, que não é da sua responsabilidade, “mas que é complicado e impacta-nos”.

A 26 de fevereiro, Stock da Cunha já tinha prometido uma solução para breve para os clientes não residentes: “Os emigrantes nossos clientes não têm uma importância menor porque fazem menos barulho. Vamos resolver este problema nos próximos dias e vamos anunciar uma solução e propô-la aos clientes”, afirmou.

/Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

Responder a Rosa Cancelar resposta

Pais podem pôr férias nas pontes sem o consentimento da empresa

Os pais que nas vésperas dos feriados precisarem de ficar com os filhos têm a falta justificada, porém, se não quiserem perder um dia de salário, também podem pôr férias sem acordo do empregador. As faltas …

"Huawei das infraestruturas" compra 23% da Mota-Engil por 169,4 milhões

A construtora portuguesa Mota-Engil anuncia que chegou a acordo com a chinesa Communications Construction Company (CCCC) para a venda de 23% das suas acções por 169,4 milhões de euros. A CCCC é considerada a "Huawei …

PSD confiante num plano de vacinação "a tempo e horas". CDS diz que se anda a "correr atrás do prejuízo"

O presidente do PSD considerou que o plano de vacinação para a covid-19 vai ser "polémico", mas disse acreditar que o Governo vai conseguir concluí-lo "a tempo e horas". Já o presidente do CDS-PP pediu …

Altice escreve a Costa a criticar leilão do 5G (e a informar sobre suspensão de projeto)

Os acionistas do grupo Altice Patrick Drahi (presidente) e Armando Pereira escreveram ao primeiro-ministro a criticar as regras do leilão do 5G, informando que, perante o atual panorama regulatório, veem-se forçados a suspender projetos. "Lamentamos que, …

Anulação de transferência para o Novo Banco foi um "percalço"

O presidente executivo do Novo Banco, António Ramalho, considerou hoje que a anulação, pelo parlamento, da transferência de 476 milhões de euros do Fundo de Resolução para o banco foi um "percalço". "O percalço que aconteceu …

Videojogos podem estar a ser usados para espalhar ideologia extremista e preparar ataques

Os videojogos 'online' podem estar a ser usados ​​para propagar ideologias extremistas e para preparar ataques terroristas, afirmou o coordenador antiterrorista da União Europeia (UE), Gilles de Kerchove. A 09 de novembro, Gilles de Kerchove já …

Ex-ministro grego Yanis Varoufakis pede boicote à "black friday" da Amazon

O economista e ex-ministro das Finanças grego Yanis Varoufakis pediu um boicote de um dia à Amazon, na 'black friday', enquanto sindicalistas, ativistas ambientais, defensores da privacidade e da justiça tributária planeiam ações coordenadas contra …

Bolsonaro nega ter chamado covid-19 de "gripezinha", mas fê-lo pelo menos duas vezes

O Presidente brasileiro negou na quinta-feira ter-se referido à covid-19 como "gripezinha", afirmando que não há nenhum registo que prove o oposto, apesar de a imprensa ter partilhado pelo menos dois vídeos com esse conteúdo. "Falei …

Cuba anuncia mais duas vacinas e já conta com quatro possíveis fármacos contra a covid-19

Cuba anunciou esta quinta-feira que vai começar os ensaios clínicos de dois projetos de vacinas contra a covid-19, que aumentam para quatro o número de possíveis fármacos deste tipo desenvolvidos na ilha para combater a …

Governo garante que não haverá limite de idade na vacinação. Marcelo fala em "ideia tonta"

O secretário de Estado Adjunto e da Saúde garantiu, esta sexta-feira, que a vacinação para a covid-19 não terá qualquer limite de idade e que os idosos e doentes com comorbilidades serão uma prioridade. Numa conferência …