Nova variante de covid-19 no Reino Unido pode ter mutações relevantes

Um grupo de cientistas britânicos está a tentar perceber se a rápida disseminação no sul de Inglaterra de uma nova variante do vírus que causa a covid-19 está ligada a mutações importantes que foram detetadas.

De acordo com o grupo de cientistas, as mutações incluem alterações na proteína spike que o novo coronavírus usa para infetar células humanas, mas ainda não está claro se isso o está a tornar mais infeccioso, diz a Reuters.

“Estão em andamento esforços para confirmar se alguma destas mutações está ou não a contribuir para o aumento da transmissão do vírus“, disseram os cientistas do Consórcio COVID-19 Genomics UK (COG-UK) em comunicado.

Os especialistas britânicos, chamam a nova variante de “VUI – 202012/01”, sendo que esta inclui uma mutação genética na proteína spike que poderá fazer com que a covid-19 se dissemine mais facilmente do que acontecia até agora. Neste contexto, o governo britânico anunciou na passada segunda-feira um aumento de novas infeções, que poderá estar parcialmente associado à nova variante.

No entanto, ainda não há evidências de que a variante seja mais suscetível de causar infeções graves ou que torne as vacinas menos eficazes, sublinham os cientistas que estão a fazer trabalhos de investigação. “Ambas as questões requerem mais estudos realizados em ritmo acelerado”, referiram os cientistas do COG-UK.

As mutações, ou alterações genéticas, surgem naturalmente em todos os vírus, incluindo o SARS-CoV-2, à medida que se replicam e circulam entre as populações humanas. Como avança a Reuters, no caso da covid-19, essas mutações estão a acumular-se a uma taxa de cerca de uma a duas mutações por mês em todo o mundo, segundo os especialistas em genética do COG-UK.

“Como resultado desse processo contínuo, muitos milhares de mutações já surgiram no genoma do SARS-CoV-2 desde que o vírus surgiu em 2019″, disseram no comunicado.

A maioria das mutações vistas até agora não teve efeito aparente sobre o vírus, e apenas uma minoria tem probabilidade de alterar o vírus de alguma forma significativa, como, por exemplo, de o tornar mais capaz de infetar pessoas ou com maior capacidade para causar doenças graves.

Susan Hopkins, consultora médica da PHE, disse que “não é inesperado que o vírus evolua e é importante que identifiquemos quaisquer alterações rapidamente para compreender o potencial do risco”.

  AMM // ZAP

PARTILHAR

RESPONDER

Portugal regista mais cinco mortes e 313 casos de covid-19

Portugal registou, esta segunda-feira, mais cinco mortes e 313 casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 313 novos …

Quase 23 milhões de afegãos vão sofrer insegurança alimentar aguda no inverno

O Programa Alimentar Mundial da ONU alerta para a crise no Afeganistão, afirmando que o país está "entre os piores desastres humanitários do mundo, senão o pior". Cerca de 22,8 milhões de afegãos, mais de metade …

A COP26 ainda não começou, mas parece condenada ao fracasso. Matos Fernandes está "pouco otimista"

Cimeira tem início a 31 de outubro, mas os sinais que chegam não são positivos, com muitos dos líderes e representantes dos principais países a apontar dedos aos que ainda não se comprometeram com metas …

Líder do CDS-PP compara Estado a centro comercial por devolver "míseros cêntimos" do combustível

Líder centrista anunciou que o CDS vai apresentar novamente no Parlamento uma proposta para acabar com o adicional dos produtos petrolíferos — algo que já tinham feito no passado, mas que mereceu o chumbo de …

Crescem os apelos a que o Reino Unido avance com o Plano B contra a covid, mas Governo continua reticente

Em público, o governo de Boris Johnson afirma que ainda não é tempo de apertar as medidas de combate à pandemia, mas em privado já está a ponderar como pode avançar com o Plano B. Depois …

Um telemóvel com redes sociais instaladas, como o Twitter e o LinkedIn

Disparam as ofertas de emprego que exigem vacinação contra a covid-19

Nos últimos dois meses, o número de ofertas de emprego que impõem como requisito de recrutamento a vacinação contra a covid-19 disparou. O LinkedIn avançou à revista Forbes que o número de ofertas que exigem vacinação …

ERSE prepara proposta sobre margens dos combustíveis

A Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) estará a ponderar avançar com uma proposta ao Governo sobre as margens de comercialização dos combustíveis. "A ERSE desencadeou de imediato todos os processos de operacionalização desta medida, dentro …

Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan

Erdogan ameaça expulsar dez embaixadores que pediram libertação de Osaman Kavala

O Tribunal Europeu dos Direitos Humanos pediu a libertação de Osaman Kavala em 2019 e o Conselho da Europa declarou que a Turquia tem até novembro para libertar o opositor do regime, sob pena …

PCP vai votar contra o Orçamento do Estado para 2022

A dois dias da votação na generalidade, Jerónimo de Sousa anuncia que o PCP vai votar contra o Orçamento do Estado para 2022 na generalidade. Com o Bloco de Esquerda a votar contra, o PS …

Domingo "gordo": os 18 resultados de um dia agitado no futebol

Muitos golos, muitos empates. Barcelona-Real estranho, José Mourinho expulso e Rui Vitória a sofrer uma goleada nunca vista. Tínhamos deixado aqui o aviso: o dia 24 de Outubro iria ser um "domingo gordo" no futebol. Foram …