Nova solução para drones permite reforçar comunicações em cenários de emergência

Uma solução para drones que permite restabelecer ou reforçar as comunicações sem fios em cenários de emergência, festivais ou manifestações está a ser desenvolvida pelo Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência (INESC TEC), do Porto.

Com esta solução, concebida em parceria com a empresa portuguesa de fabricação de drones Tekever, pretende-se recorrer a redes wireless ou 4G para criar “pontos de acesso voadores” que auxiliem as comunicações, disse o investigador do INESC TEC, Rui Campos.

Esses pontos de acesso permitem cobrir cenários de emergência, como incêndios ou cheias, nos quais, muitas vezes, a ligação da infraestrutura deixou de funcionar ou reforçar a capacidade das comunicações, apoiando as equipas que atuam no terreno e as pessoas afetadas por essas catástrofes, explicou.

A equipa pretende ainda que a solução, “flexível e de rápida instalação”, consiga, autonomamente, verificar as zonas que necessitam de um reforço na cobertura da rede, com base no tráfego registado pelos terminais dos utilizadores.

De acordo com responsável pela área de redes sem fios do Centro de Telecomunicações e Multimédia do INESC TEC, os drones não precisam de estar permanentemente a voar, podendo pousar numa determinada zona de altitude elevada, que permita cobrir a área de interesse.

“O que existe hoje em dia é a instalação de estações de base móveis temporárias, suportadas por camião, que são posicionadas nos locais onde decorrem os eventos associados ao verão”, indicou o investigador.

No entanto, segundo Rui Campos, a flexibilidade de posicionamento desses camiões é “reduzida”, estando limitado aos locais onde é possível estacionar o veículo. Para além disso, as estações assentam maioritariamente em ligações via satélite, “com custos elevados e limitações de largura de banda”, acrescentou.

Esta tecnologia está a ser desenvolvida no âmbito do projeto WISE, que finaliza em maio de 2019 e é financiado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), através do Programa Operacional Competitividade e Internacionalização COMPETE 2020, e pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT).

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Ora aí está uma ideia com futuro, na medida em que essa tecnologia avança a passos largos!
    Os drones são muito mais baratos e flexiveis do que os helicopteros e vão poder executar muitas das tarefas a custos muito menores viabilizando muitas outras soluções que actualmente têm custos proibitivos.
    Assim a nossa má qualidade legislativa permita e não mate á nascença estas oportunidades como muitos outros projectos que poderiam ter dado e vir a dar a Portugal outro impulso no desenvolvimento nacional.

RESPONDER

Brasil. Tribunal vai investigar Bolsonaro por alegações de fraude eleitoral

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) do Brasil decidiu na segunda-feira abrir uma investigação contra o Presidente Jair Bolsonaro. Em causa estão as suas declarações sobre fraude nas eleições do próximo ano. Segundo avançou a agência France …

Jantar do Chega com 170 pessoas. MP acusa Ventura de crime de desobediência

O líder do Chega, André Ventura, foi acusado pelo Ministério Público de ser coautor material do crime de desobediência, pelo jantar-comício organizado em Braga em plena pandemia. O Ministério Público acusou esta terça-feira o ex-candidato presidencial …

TAP. Bruxelas reconhece importância de salvar companhia mas sem distorcer concorrência

A Comissão Europeia reconhece a importância de o Estado português salvar a TAP, mas receia que o auxílio de 3.200 milhões à reestruturação viole as regras de concorrência e duvida que o mesmo garanta de …

Há 101 concelhos sem farmácias com testes comparticipados

Apesar de 461 farmácias já poderem fazer vender testes à covid-19 comparticipados, ainda há 101 concelhos sem qualquer apoio do Estado. Apesar de o Governo ter decidido comparticipar, há cerca de um mês, a 100% a …

Ataque ao Capitólio. Mais dois polícias cometeram suicídio, elevando o total para quatro

Depois da morte de dois agentes poucos dias depois do ataque, a Polícia Metropolitana confirmou que em Julho mais dois polícias que defenderam o Capitólio cometeram suicídio. Mais dois agentes de polícia que responderam à insurreição …

"Estamos do seu lado", garante Boris Johnson à opositora bielorrussa

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, disse esta terça-feira à líder da oposição bielorrussa no exílio, Svetlana Tikhanovskaya, que está “do seu lado” e do da Bielorrússia. Johnson manifestou “o seu forte apoio” a Tikhanovskaya “e ao …

Grupos negativos com "reservas muito em baixo". Federação apela para dádiva de sangue antes das férias

Federação Portuguesa de Dadores Benévolos de Sangue (FEPODABES) apelou esta terça-feira à dádiva de sangue antes de férias e sublinhou a necessidade de sangue dos grupos O-, A- e B -, que têm as reservas …

Multas nas praias. Falta de máscaras e ajuntamentos são as ações mais observadas pela polícia

A época balnear voltou a iniciar-se de uma forma diferente dos outro anos, com regras para os banhistas e donos de concessões. Quem não cumprir está sujeito a multas - o que tem sido uma …

EUA. Pelo menos dois feridos em tiroteio junto ao Pentágono. Edifício está encerrado

Um tiroteio esta terça-feira numa paragem de autocarros e metro junto ao Pentágono, em Arlington, Virgínia, nos Estados Unidos (EUA), causou pelo menos dois feridos. Segundo avançou o Correio da Manhã, imagens do local mostram os …

Ibiza planeia ter "detetives" estrangeiros infiltrados em festas ilegais

Medida tem como objetivo controlar as festas ilegais, promovidas com frequência nas redes sociais e que atraem locais, turistas e trabalhadores sazonais. Perante o número de casos crescente — a incidência está acima dos 1.800 casos …