Nova solução para drones permite reforçar comunicações em cenários de emergência

Uma solução para drones que permite restabelecer ou reforçar as comunicações sem fios em cenários de emergência, festivais ou manifestações está a ser desenvolvida pelo Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência (INESC TEC), do Porto.

Com esta solução, concebida em parceria com a empresa portuguesa de fabricação de drones Tekever, pretende-se recorrer a redes wireless ou 4G para criar “pontos de acesso voadores” que auxiliem as comunicações, disse o investigador do INESC TEC, Rui Campos.

Esses pontos de acesso permitem cobrir cenários de emergência, como incêndios ou cheias, nos quais, muitas vezes, a ligação da infraestrutura deixou de funcionar ou reforçar a capacidade das comunicações, apoiando as equipas que atuam no terreno e as pessoas afetadas por essas catástrofes, explicou.

A equipa pretende ainda que a solução, “flexível e de rápida instalação”, consiga, autonomamente, verificar as zonas que necessitam de um reforço na cobertura da rede, com base no tráfego registado pelos terminais dos utilizadores.

De acordo com responsável pela área de redes sem fios do Centro de Telecomunicações e Multimédia do INESC TEC, os drones não precisam de estar permanentemente a voar, podendo pousar numa determinada zona de altitude elevada, que permita cobrir a área de interesse.

“O que existe hoje em dia é a instalação de estações de base móveis temporárias, suportadas por camião, que são posicionadas nos locais onde decorrem os eventos associados ao verão”, indicou o investigador.

No entanto, segundo Rui Campos, a flexibilidade de posicionamento desses camiões é “reduzida”, estando limitado aos locais onde é possível estacionar o veículo. Para além disso, as estações assentam maioritariamente em ligações via satélite, “com custos elevados e limitações de largura de banda”, acrescentou.

Esta tecnologia está a ser desenvolvida no âmbito do projeto WISE, que finaliza em maio de 2019 e é financiado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), através do Programa Operacional Competitividade e Internacionalização COMPETE 2020, e pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT).

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Ora aí está uma ideia com futuro, na medida em que essa tecnologia avança a passos largos!
    Os drones são muito mais baratos e flexiveis do que os helicopteros e vão poder executar muitas das tarefas a custos muito menores viabilizando muitas outras soluções que actualmente têm custos proibitivos.
    Assim a nossa má qualidade legislativa permita e não mate á nascença estas oportunidades como muitos outros projectos que poderiam ter dado e vir a dar a Portugal outro impulso no desenvolvimento nacional.

RESPONDER

Estado recebeu 671 milhões do Banco de Portugal em 2020

Em ano de pandemia, o Banco de Portugal (BdP) deu 671 milhões de euros em dividendos ao Estado, segundo os dados divulgados, esta quinta-feira, pelo supervisor da banca. No Relatório do Conselho de Administração de 2020, …

Pedrógão Grande. Testemunha afirma que Câmara a aconselhou a mudar a morada fiscal

A proprietária de uma segunda habitação reconstruída após o incêndio de 2017, em Pedrógão Grande, disse esta quinta-feira que alterou a sua morada fiscal a conselho de um "senhor Bruno", da Câmara Municipal. O julgamento das …

Corrida aos combustíveis. Ciberataque a oleoduto provoca pânico nos EUA

Quase dois terços dos postos de gasolina do sudeste dos Estados Unidos registam escassez de combustível, depois de um ciberataque à maior rede de oleodutos do país ter obrigado a suspender as operações desde sexta-feira. A …

Cecília Meireles sente "enorme tristeza" por ver CDS com 1% nas sondagens

A deputada centrista abordou vários temas numa entrevista, publicada esta quinta-feira, desde a queda do CDS nas sondagens ao seu lugar de deputada na Assembleia da República. Numa entrevista à rádio Renascença e ao jornal Público, …

"Chernobyl do século XXI." Pandemia de covid-19 poderia ter sido evitada, dizem especialistas

A pandemia de covid-19 podia ter sido evitada e o mundo deve aprender com os erros que não permitiram travar a disseminação do vírus, conclui um novo relatório, divulgado esta quarta-feira. A pandemia de covid-19 poderia …

"Estamos a ver a patologia da banca. Uma patologia triste", diz CEO do Novo Banco

O presidente executivo do Novo Banco, António Ramalho, tem visto, nos últimos tempos, grandes devedores da instituição financeira a explicarem-se na comissão de inquérito, classificando o que assiste como "triste". "Estamos a ver a patologia da …

Maduro aceita conversar com Guaidó sobre "acordo de salvação" da Venezuela

O Presidente venezuelano, Nicolás Maduro, anunciou estar disposto a reunir-se quando a oposição quiser, um dia depois de o líder opositor Juan Guaidó propor um "acordo de salvação" da Venezuela, entre as "forças democráticas" e …

No Brasil, os "velhos" goleadores estão em destaque (e na Europa, ainda dão cartas)

Os goleadores de quase metade das equipas brasileiras que disputam a Copa Libertadores e a Sul-Americana têm mais de 30 anos. Aos olhos do futebol podem ser "velhos", mas preenchem o vazio dos jovens que …

Morreu Maria João Abreu. Atriz tinha 57 anos

Maria João Abreu morreu esta quinta-feira, após ter sofrido dois aneurismas. A atriz tinha apenas 57 anos. Maria João Abreu estava internada no Hospital Garcia de Orta, em Almada. A atriz, de 57 anos, foi submetida …

Um óbito e 436 novos casos registados nas últimas 24 horas

Esta quinta-feira, Portugal regista mais um óbito e 436 novos casos de infeção, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da Direção-Geral da Saúde, o país …