Nova Democracia ganha vantagem sobre Syriza em sondagem

EPP / Flickr

Vangelis Meimarakis, líder da Nova Democracia

Vangelis Meimarakis, líder da Nova Democracia

A Nova Democracia registou pela primeira vez uma pequena vantagem sobre o Syriza, numa sondagem para a televisão MEGA, divulgada na noite desta quarta-feira, a dezoito dias das legislativas antecipadas na Grécia.

Na sondagem, a Nova Democracia obteve 25,3% das intenções de voto, contra 25% para o Syriza.

O ex-primeiro-ministro e líder do Syriza, Alexis Tsipras, mantém a popularidade (41,9%), mas o líder da Nova Democracia, Vangelis Meimarakis, obtém nesta sondagem mais opiniões favoráveis (44,3%), contrariamente a anteriores estudos de opinião.

O partido neonazi Aurora Dourada foi o terceiro em intenções de voto, com 5,5%.

Em quarto lugar figura a lista conjunta dos socialistas do Pasok e da esquerda moderada do Dimar, com 5,3%, seguida dos comunistas do KKE, com 5,1%, e do centrista To Potami, com 4,6%.

A Unidade Popular, formada por dissidentes do Syriza, reuniu 4% das intenções, e os nacionalistas Gregos Independentes, parceiros de coligação do Syriza, 3%, o mínimo para ter representação parlamentar.

matthew_tsimitak / Flickr

Alexis Tsipras, primeiro-ministro da Grécia

Alexis Tsipras, ex-primeiro-ministro da Grécia

A maioria dos inquiridos pronunciou-se por outro lado favoravelmente a um Governo de coligação (58,9%), apesar de Tsipras, que venceu as eleições de Janeiro com 36,3%, ter pedido uma maioria absoluta e rejeitado coligar-se com os principais partidos gregos.

Mais de dois terços (68,5%) manifestaram opinião negativa sobre o acordo para um terceiro resgate da Grécia.

Tsipras demitiu-se a 20 de agosto, abrindo caminho a eleições antecipadas a 20 de setembro, a terceira votação na Grécia desde o início do ano.

A sondagem, do instituto GPO, foi feita entre 31 de agosto e 2 de setembro através de entrevistas telefónicas a uma amostra de mil eleitores de todo o país.

/Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. O povo grego fez experiências com a utopia de uns e começa a dar sinais de pragmatismo a outros o que poderá ser entendido como sinal de credibilidade conferida depois dos riscos que assumiu não por Tsypras mas por Varoufakis. Estas sondagens sendo o que são poderão significar que o povo tende a perceber as suas próprias responsabilidades quando vota – Consciência nacional…

  2. Mas se o Syriza vier a ganhar já nada surpreenderá porque eles agora já viraram 360º e já estão mais do que convencidos de que afinal as suas promessas eleitorais não passaram apenas disso mesmo e que a tal afirmação do dracma e da saída da UE foi apenas um sonho de pouca duração, com isso acabaram por convencer os gregos de que afinal será mesmo necessário apertarem o cinto para tentarem sair do atoleiro onde estão metidos.

    • Apenas um ponto de vista: O syriza(Bloquista) pelo aventureirismo do Varoufakis(Tias) perdeu credibilidade – pelas razões que evoca – e Tsypras obrigado a distanciar-se ideologicamente tornou-se um dos iguais! O que fará os gregos não voltar a embarcar numa barcaça a braço humano cujo timoneiro, consciente do “casaco despido”, pressentiu que já ia nu! Logo a alternativa Nova Democracia inspira-lhes mais credibilidade e talvez mais consistência pelo interesse nacional.

Maria e Francisco foram os nomes mais populares em 2019

Maria foi, mais uma vez, o nome feminino mais popular em 2019. João foi atirado para segundo lugar, sendo destronado por Francisco. Dados do Ministério da Justiça, divulgados pela TVI24, revela que, este ano, foram registadas …

Tensão nas eleições da JSD-Porto levam à intervenção da PSP

Rodrigo Passos foi eleito, no sábado, como novo líder da JSD-Porto, substituindo Rosina Ribeiro Pereira, que deixou algumas palavras duras para comentar o que se passou no ato eleitoral. Segundo o Público, Rosina Ribeiro Pereira, eleita …

Livre não aplica sanção a Joacine, mas condena declarações da deputada

O Livre decidiu não aplicar qualquer sanção disciplinar a Joacine Katar Moreira no seguimento do conflito entre Direção e deputada que surgiu após a polémica abstenção num voto no parlamento sobre uma investida israelita na …

Rio alerta para "claro divórcio entre a sociedade portuguesa e os partidos políticos"

O presidente do PSD, Rui Rio, disse ontem, em Paredes, no distrito do Porto, haver "um divórcio entre a sociedade e os partidos", defendendo que só uma maior "abertura" das estruturas às "pessoas" pode inverter …

Megaoperação de combate à pedofilia detém mais de 30 pessoas

Mais de 30 pessoas foram detidas em onze países no âmbito de uma megaoperação de combate à pornografia infantil realizada pela Europol e pela polícia nacional de Espanha, país onde foram presos mais de metade …

Grandes hotéis acusados de ignorar tráfico sexual. Queixa em grupo relata casos de 13 mulheres

Uma ação judicial deu entrada segunda-feira em Columbus, Ohio, nos Estados Unidos (EUA), com vários grandes grupos hoteleiros a serem acusados de lucrar com o tráfico sexual, ignorando os crimes e os danos nas vítimas. Segundo …

Líder da Birmânia, Suu Kyi, vai a Haia defender o país de acusação de genocídio

A líder birmanesa Aung San Suu Kyi decidiu comparecer perante o Tribunal Internacional de Justiça (TIJ) para defender o seu país da acusação de genocídio contra a minoria muçulmana rohingya, durante uma audiência de três …

Impeachment. Democratas preparam-se para avançar com duas acusações formais contra Trump

Os democratas estarão a planear apresentar esta terça-feira dois artigos de impeachment que acusam Donald Trump de abuso de poder e obstrução do Congresso. De acordo com o jornal norte-americano The New York Times, o Comité …

Esquema de venda de droga na darkweb. Fortuna em bitcoins fica nas mãos do Estado

Pedro e Rita vendiam droga para todo o mundo na darkweb. Agora, a fortuna em bitcoins acabou por ficar nas mãos do Estado. Pedro, um engenheiro informático, e Rita, uma web designer, montaram um esquema para …

CDS e PAN querem regime protetor do denunciante no combate à corrupção

CDS e PAN vão apresentar propostas no combate à corrupção que tem sido discutido desde segunda-feira. Os partidos querem um regime protetor do denunciante. Numa iniciativa de combate à corrupção, o CDS e o PAN vão …