Nova Deli trava batalha contra a poluição (e os bombeiros são a personagem principal)

Mangueiradas a partir dos edifícios mais altos contra a poluição: esta é a estratégia dos bombeiros de Nova Deli para ganhar a batalha contra a poluição e os fogos que nascem nas lixeiras.

Nova Deli, a capital da Índia, registou níveis máximos de poluição no passado domingo. Na sequência desse acontecimento, conta a CBS, os bombeiros lançaram mangueiradas a partir dos edifícios mais altos contra a poluição e as autoridades proibiram as obras por parte das empresas de construção civil.

Em causa estão os níveis de poluição por partículas inaláveis, que ameaçam os pulmões. Estas partículas excederam em 13 vezes o que é aceitável segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS).

Um relatório, publicado pelo The Times of India no início de dezembro, dava conta de que a esperança média de vida dos indianos seria quase dois anos superior (1,7) se os valores da poluição do ar morassem nos standards aceitáveis. Além disso, o mesmo documento adiantava que 77% da população indiana está exposta a níveis de poluição do ar acima do que é considerado seguro.

O Governo indiano aconselhou as pessoas a evitarem correr na rua e a usarem máscaras com frequência. À primeira vista, parece nevoeiro. No entanto, é a poluição que dá a tonalidade acinzentada aos ares indianos, poluição que resulta das viaturas movidas a gasóleo, estações onde se queimam combustíveis fósseis e queimadas.

Para piorar a situação, os invernos secos típicos do país ditam o abrandamento do vento, contribuindo assim para o acumular da poluição nas planícies de Nova Deli, avança o Expresso.

Este assassino silencioso são partículas inaláveis que, segundo a definição do portal do Estado do Ambiente, “resultam essencialmente das emissões do tráfego automóvel, do aquecimento doméstico e das atividades industriais, sendo ao nível dos grandes aglomerados populacionais onde a exposição a este poluente é mais preocupante”.

As emissões naturais são também uma fonte de partículas, como é o caso das poeiras provenientes dos desertos do Norte de África e as resultantes dos incêndios florestais.

Os efeitos na saúde humana manifestam-se, sobretudo, ao nível do aparelho respiratório. As partículas de maiores dimensões são normalmente filtradas, ao nível do nariz e das vias respiratórias superiores, podendo estar relacionadas com irritações e hipersecreção das mucosas.

Já as menores, com um diâmetro aerodinâmico equivalente inferior a 10 micrómetros (PM10), “são normalmente mais nocivas dado que se depositam ao nível das unidades funcionais do aparelho respiratório”.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Acesso à Internet deve ser considerado direito humano básico

Uma nova investigação, levada a cabo pela Universidade de Birmingham, no Reino Unido, concluiu que acesso à Internet deve ser um direito humano básico, pois significa a capacidade participar na vida pública. Merten Reglitz, professor de …

Fórmula 1 quer atingir emissões zero de CO2 até 2030

A Fórmula 1 pretende reduzir a zero as emissões de CO2 até 2030, com base num plano que pretende “pôr em marcha de imediato”, anunciou esta terça-feira a Federação Internacional do Automóvel (FIA). O plano divulgado …

A Tesla vai lançar a sua misteriosa pickup “cyberpunk” elétrica ainda este mês

A nova Tesla Cybetruck já tem data de lançamento após um longo tempo de espera. O fundador da empresa, Elon Musk, anunciou que a carrinha "pickup" será revelada no dia 21 de novembro. O anúncio foi …

Asteróide "potencialmente perigoso" aproxima-se da Terra esta quarta-feira

Um asteróide com 147 metros de diâmetro, caracterizado pela NASA como "potencialmente perigoso" vai aproximar-se da Terra esta quarta-feira. Em causa está o corpo rochoso UN12 2019, explica a agência espacial norte-americana, dando conta que o …

Encontrado submarino da II Guerra Mundial que esteve perdido durante 75 anos (devido a um erro de tradução)

Uma equipa de exploradores oceânicos privada encontrou na costa do Japão um submarino do exército norte-americano do tempo da II Guerra Mundial, que estava desaparecido há 75 anos por causa de um erro num dígito …

Uma casa esteve a afundar-se no Tamisa para alertar para a subida do nível dos oceanos

No passado domingo, quem passou junto ao rio Tamisa, em Londres, não deverá ter ficado indiferente à típica casa dos subúrbios ingleses que se afundava perto da Tower Bridge. Felizmente, de acordo com a agência Reuters, …

A defesa de Lage é a melhor do Benfica em quase 30 anos

A defesa de Bruno Lage leva apenas quatro golos sofridos em 11 jornadas, o que faz dela a melhor defesa do campeonato e a melhor do Benfica desde a temporada de 1990/1991, escreve o jornal …

OE2020. “Não vamos para negociar”, esclarece Jerónimo de Sousa

O PCP vai reunir esta quarta-feira com o Governo com vista ao Orçamento de Estado para 2020. Jerónimo de Sousa esclareceu esta terça-feira que os comunistas não vão para negociar, sendo "manifestamente exagerado dizer que …

Benjamin "morreu" enquanto cumpria pena de prisão perpétua. Agora está vivo e quer a liberdade

Um norte-americano, de 66 anos, que cumpre pena de prisão perpétua por ter espancado um homem até à morte em 1996, pretendia ser libertado, uma vez que o seu coração parou por breves instantes. Em 1996, …

“Máfia do Sangue”. Ministério Público deixa Octapharma fora da acusação

O Ministério Público (MP) deixou a farmacêutica Octapharma fora da acusação da operação "O Negativo" por considerar que o ex-administrador Lalanda e Castro montou um esquema de corrupção para a venda de plasma ao Serviço …