Nova acusação de assédio sexual contra juiz nomeado por Trump para o Supremo

number7cloud / Flickr

Mulher protesta contra a nomeação do juiz Brett Kavanaugh para o Supremo Tribunal dos EUA

O juiz nomeado pelo Presidente dos EUA para o Supremo Tribunal foi acusado por uma segunda mulher, este domingo, de assédio sexual na década de 80. 

A New Yorker noticiou, este domingo, que os democratas que integram o comité do Senado norte-americano estão a investigar a acusação de assédio sexual de uma segunda mulher pelo juiz nomeado pelo Presidente dos EUA, Donald Trump, para o Supremo Tribunal, Brett Kavanaugh.

O incidente reporta ao ano letivo de 1983-84, o primeiro do juiz na Universidade de Yale.

Deborah Ramirez, de 53 anos, disse à revista nova-iorquina que Kavanaugh apareceu num dormitório, embriagado, pressionou o pénis no seu rosto, o que a obrigou a tocá-lo sem o seu consentimento, quando o afastava.

Numa declaração divulgada pela Casa Branca, Kavanaugh garantiu que o incidente “não aconteceu” e que a alegação era “uma difamação, pura e simples”. Um porta-voz da Casa Branca acrescentou, numa segunda declaração, que a alegação foi “planeada para derrubar um bom homem”.

A nova informação surgiu horas depois de o comité do Senado ter acordado uma data e hora para uma audiência para ouvir Christine Blasey Ford, a primeira mulher que acusou Kavanaugh de abuso sexual.

“Estamos comprometidos em avançar com uma audiência pública na quinta-feira, 27 de setembro, às 10h00 (15h00 em Lisboa). Apesar das atuais ameaças à sua segurança e à sua vida, a Dr.ª Ford acredita que é importante para os senadores ouvi-la diretamente”, lê-se numa mensagem dos seus advogados, citada pela imprensa norte-americana.

A psicóloga de 51 anos comprometeu-se com a audiência aberta, confirmaram os advogados em comunicado. “Fizemos progressos importantes, Ford acredita que é importante para os senadores ouvirem diretamente dela sobre a agressão sexual que sofreu. Ela concordou em ir em frente“, acrescentaram os advogados.

Ford concordou em testemunhar depois de Kavanaugh, disse uma fonte ligada às negociações. O testemunho é tido como um momento chave no processo de confirmação do juiz para o Supremo Tribunal.

Os advogados de Ford disseram que não foram informados sobre quem irá interrogar a suposta vítima do juiz, embora seja habitual que nas audiências públicas sejam os próprios senadores quem interroga as testemunhas.

A mulher acusou Kavanaugh de a agredir sexualmente numa festa, quando ambos andavam na escola secundária, nos princípios da década de 1980.

Em entrevista ao Washington Post, a mulher afirma que Kavanaugh e um amigo, ambos alcoolizados, encurralaram-na num quarto e o agora juiz ter-lhe-á apalpado o corpo, tentou tirar-lhe a roupa e tapou-lhe a boca para não gritar. “Pensei que, inadvertidamente, me matasse”, contou.

Uma mulher chamada Leland Keyser, que supostamente foi identificada por Ford como uma das cinco pessoas presentes na festa, disse ao comité de senadores “não conhecer o senhor Kavanaugh” e não se lembrar de “ter estado alguma vez” num encontro com ele, com o sem a presença da suposta vítima.

O juiz negou as acusações, mas a questão está a atrasar a sua confirmação para o Supremo. O magistrado foi escolhido por Trump para o Supremo Tribunal através de uma lista fornecida por associações conservadoras, mas cabe ao Senado validar a sua nomeação vitalícia.

Atualmente juiz do tribunal de apelo de Washington, Kavanaugh foi conselheiro jurídico do antigo Presidente republicano George W. Bush. Na altura da nomeação, Trump considerou que este “é um jurista brilhante, de textos claros, considerado por todos como uma das mentes legais mais agudas do nosso tempo”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Flamengo chega a acordo com o Inter por Gabigol

Flamengo e Inter de Milão já chegaram a acordo para a transferência definitiva de Gabigol, jogador que esteve durante a última temporada na equipa brasileira por empréstimo. Segundo o portal brasileiro Globo Esporte, os dirigentes do …

Espanha quer "assaltar" o lugar de Centeno no Eurogrupo

Nadia Calviño, a número dois do Governo Espanhol, assume-se como favorita para assumir a presidência do Eurogrupo, caso o ministro das Finanças português, Mário Centeno, decida não entrar na corrida. A notícia é avançada esta terça-feira …

Dívidas de hospital de Lisboa travam compra de dois medicamentos para cancro

As dívidas do Centro Hospitalar Universitário de Lisboa Norte, que inclui os hospitais de Santa Maria e Pulido Valente, levaram o Tribunal de Contas (TdC) a chumbar a compra de dois medicamentos para um cancro …

Em 15 dias, foram transferidos 73 milhões da Sonangol para uma empresa de Isabel dos Santos

Em 15 dias, foram transferidos 73 milhões das contas da petrolífera estatal Sonangol no private banking do Eurobic, em Lisboa, para uma empresa de Isabel dos Santos, avança o Correio da Manhã esta terça-feira. …

Livro de John Bolton pode prolongar julgamento de Donald Trump

  Ao segundo dia de defesa dos advogados da Casa Branca no julgamento do impeachment de Donald Trump, caiu uma "bomba" no Senado. O livro escrito por John Bolton, ex-conselheiro de segurança nacional do Presidente dos …

Afinal, Bruno Fernandes pode rumar ao Barcelona (e fazer escala no Valência)

Afinal, o futuro do internacional português Bruno Fernandes pode passar por Espanha e não por Inglaterra, onde foi dado como quase certo. O negócio envolve dois emblemas espanhóis e o avançado ex-Benfica Rodrigo Moreno. De …

Coronavírus já matou 106 pessoas na China. E já chegou à Alemanha

A China elevou para 106 o número de mortos causados pelo coronavírus e o número de infetados já chegou aos quatro mil. Esta segunda-feira, confirmou-se um caso na Alemanha, sendo agora o segundo país da …

Iniciativa Liberal quer privatizar CGD, TAP e RTP

O Iniciativa Liberal quer privatizar a Caixa Geral de Depósitos, a TAP e a RTP. Esta segunda-feira, no Parlamento, o deputado único João Cotrim Figueiredo defendeu ainda a redução do IVA na eletricidade para uma …

PSD convidou BE e PCP para negociar. Teme-se uma "perigosa" coligação negativa no IVA da luz

O PSD está disponível para "conversar" com a esquerda parlamentar para negociar uma solução que permita baixar o IVA da eletricidade. A garantia foi dada por um dos coordenadores do processo orçamental do PSD, Duarte Pacheco, …

Cientistas fazem múmia de 3.000 anos "falar" (e já a podemos ouvir)

Uma equipa de cientistas recriou o som da voz de um antigo padre egípcio com a ajuda de uma múmia com três mil anos e usando uma combinação de tomografias computadorizadas, impressão 3D e uma laringe …