Mulher que acusa de abuso nomeado de Trump para o Supremo quebra o anonimato

ninian_reid / Flickr

O magistrado conservador Brett Kavanaugh

A mulher que acusa o juiz norte-americano de agressão sexual falou, este domingo, publicamente, pela primeira vez sobre o caso, que terá ocorrido há mais de 30 anos, quando ambos eram adolescentes.

Em entrevista ao Washington Post, Christine Blasey Ford, hoje com 51 anos, afirma que Brett Kavanaugh e um amigo, ambos alcoolizados, encurralaram-na num quarto durante uma festa no começo dos anos 1980.

Segundo o relato publicado, o agora juiz, candidato do Presidente Donald Trump ao Supremo Tribunal, ter-lhe-á apalpado o corpo, tentou tirar-lhe a roupa e tapou-lhe a boca para não gritar. “Pensei que, inadvertidamente, me matasse”, lê-se.

A revelação surge dias depois de o juiz, de 53 anos, ter contestado veementemente aquelas alegações. Este domingo voltou a negar tudo.

Antes de se saberem estas declarações, a revista New Yorker revelou que uma mulher, que pediu para não ser identificada, contactou em julho os democratas no Congresso, afirmando que, no início da década de 80, quando o juiz frequentava o liceu em Bethesda, arredores de Washington, tentou agredi-la sexualmente, mantendo-a à força no chão.

Ford, que diz ter conseguido libertar-se, afirma que esta recordação constituiu um drama para si, e teve de recorrer a um psicólogo para enfrentar a situação.

O magistrado foi escolhido por Trump para o Supremo Tribunal através de uma lista fornecida por associações conservadoras, mas cabe ao Senado validar a sua nomeação vitalícia. Caso o Senado avance rapidamente, como se admite, o juiz poderá assumir funções a tempo para o recomeço das audiências no Supremo Tribunal, a 1 de outubro.

Atualmente juiz do tribunal de apelo de Washington, Kavanaugh foi conselheiro jurídico do antigo Presidente republicano George W. Bush. Na altura da nomeação, Trump considerou que este “é um jurista brilhante, de textos claros, considerado por todos como uma das mentes legais mais agudas do nosso tempo”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Rainha Isabel II está a procura de um gestor de redes sociais

A família real britânica está à procura de um gestor de redes sociais. O salário vai oscilar entre os 53 e 59 mil euros anuais por 37 horas semanais, de segunda a sexta-feira. A rainha Isabel II …

Cinco antepassados de crocodilos viveram há 150 milhões de anos na Lourinhã

Pelo menos cinco crocodilomorfos, antepassados dos crocodilos, viveram na região da Lourinhã há 150 milhões de anos, durante o período do Jurássico. Num artigo publicado na Zoological Journal of the Linnean Society, os paleontólogos Alexandre Guillaume, …

A radiação de Chernobyl está a deixar as vespas esfomeadas (e isso é má notícia)

A Zona de Exclusão de Chernobyl é a área em torno da cidade ucraniana de Pripyat, onde a Central Nuclear de Chernobyl entrou em colapso em 1986. Apesar de não haver humanos na região, e …

Beethoven deixou a 10.ª sinfonia inacabada (e a IA vai completá-la)

Um dos maiores dilemas da história da música é a obra inacabada de Ludwig van Beethoven (1770-1827), a "10ª sinfonia", com muitos músicos a esforçar-se para finalizá-la, utilizando alguns dos fragmentos disponíveis, mas sem sucesso. Desta …

Orcas bebé têm maior probabilidade de sobreviver se viverem com a avó

Crias de orca que vivam com a avó têm uma maior probabilidade de sobreviver quando comparadas às outras orcas. A experiência destas espécimes mais velhas é essencial para o grupo. Tal como nos humanos, as avós …

A "capital mundial das pessoas feias" mora na Itália

Piobbico, na Itália, é uma cidade medieval repleta de grandes edifícios de pedra cercados por florestas exuberantes. No entanto, a cidade é conhecida pela feiura dos seus habitantes. Esta cidade, com cerca de 2.000 habitantes, alberga …

Jovem norte-americano despistou-se e caiu ao rio. Siri chamou os bombeiros

Um jovem norte-americano estava a caminho da universidade quando perdeu o controlo do carro, que derrapou sobre gelo, e foi parar ao rio Winnebago. Como não conseguiu encontrar o seu telemóvel, recorreu à Siri para …

Basta uma máscara impressa para enganar os sistemas de reconhecimento facial

Especialistas da empresa de inteligência artificial Kneron testaram sistemas em três continentes e vários falharam. O reconhecimento facial é, cada vez mais, um método de controlo e de segurança encarado como credível e, inclusivamente, usado …

Pandit olha para as vacas como família e quer produzir "leite ético" para vegans

Um agricultor nos Estados Unidos quer produzir "leite ético" para vegans, mantendo como prioridade o bem-estar e a saúde das vacas. Ultimamente, o consumo de leite tem sido posto cada vez mais em causa. Não só …

Jogadores do Arsenal doam um dia de salário para ações solidárias

Os futebolistas e a equipa técnica do Arsenal vão doar um dia de salário para ações solidárias de Natal. Os elementos técnicos também entraram na iniciativa, que prevê, ainda, a doação da receita do próximo …