Noruega exclui Portugal da lista de países que podem entrar no seu território

landbruks-_og_matdepartementet / Flickr

A primeira-ministra da Noruega, Erna Solberg

Portugal é um dos países excluídos pela Noruega quanto ao levantamento de restrições à entrada no país de passageiros provenientes de países europeus, anunciou, esta quinta-feira, a primeira-ministra norueguesa.

No anúncio, feito em conferência de imprensa, Erna Solberg acrescentou que os critérios considerados – situação epidemiológica e restrições locais – excluem, além de Portugal, Reino Unido, Irlanda, Malta e Roménia, além da quase totalidade da Suécia, que continuam a ser destinos oficialmente com restrições de viagens. As restrições vão ser levantadas a partir de 15 de julho.

Para poderem ser aceites no lote com autorização de viagens para a Noruega, os países devem atender a vários critérios sanitários, nomeadamente uma taxa de contaminação inferior a 20 casos por 100 mil habitantes.

A partir de 15 de julho, queremos a remoção de quarentena para as viagens de todo o espaço Schengen e do Espaço Económico Europeu (que inclui a União Europeia e três outros países europeus: Islândia, Noruega e Liechtenstein), disse a primeira-ministra.

“Mas, e isto é muito importante, a remoção de quarentena supõe que os critérios objetivos sejam cumpridos, em cada país”, acrescentou.

A flexibilização das medidas “mostra que a Dinamarca e a maior parte da Europa estão em situações bem melhores do que esperávamos há pouco tempo”, disse o ministro dos Negócios Estrangeiros norueguês, Jeppe Kodof, num comunicado.

Atualmente, a entrada no território norueguês está proibida para a maioria das pessoas não residentes. Para os cidadãos que regressem, após uma viagem ao estrangeiro, aplica-se uma quarentena obrigatória de 10 dias.

As únicas exceções que a Noruega está a aceitar, desde 15 de junho, incluem as viagens para três países vizinhos, Dinamarca, Finlândia e Islândia, mas ficando de fora a Suécia, onde a epidemia mantém o país bem acima do nível dos 20 casos de contaminação por cada 100 mil habitantes.

As viagens de e para a ilha de Gotland, o único território sueco para o qual as restrições também foram levantadas, estão sujeitas a quarentena.

O Governo norueguês reconheceu estar preocupado com a necessidade de abertura de fronteiras, para a recuperação da economia, num país que tem cerca de cinco mil milhões de euros de receitas no setor do turismo. A Noruega tem 8739 casos de contaminação com o novo coronavírus, incluindo 249 mortes.

Portugal poderá ficar de fora das pontes aéreas

Esta semana, foi anunciado que o Governo britânico vai dispensar o cumprimento de quarentena a pessoas que viajem entre o Reino Unido e alguns países com um risco baixo de infeção com covid-19, mas a inclusão de Portugal está incerta.

Segundo o jornal The Telegraph, esta quinta-feira, a omissão do nosso país desta lista foi vista como um “golpe absoluto”.

“É um golpe absoluto para as autoridades que fizeram tudo para comercializar destinos turísticos como seguros”, afirmou a jornalista Natasha Donn, que vive no Algarve.

Em declarações ao mesmo jornal, ainda esta semana, Luís Araújo, presidente executivo do Turismo de Portugal, tinha-se mostrado otimista de que o Reino Unido estaria “totalmente confiante” para que os britânicos voltassem a território português. “Estamos muito entusiasmados para recebê-los novamente”, disse.

No ano passado, Portugal recebeu 2,5 milhões de visitantes do Reino Unido.

Turquia, Croácia e EUA são outros três destinos populares que não deverão ser incluídos nos acordos iniciais de viagens com o Reino Unido. França, Espanha e Itália, por sua vez, serão incluídos nos primeiros acordos.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Cidade japonesa acaba de proibir a utilização de telemóveis enquanto se caminha

A cidade japonesa de Yamato acaba de aprovar uma proposta de lei que proíbe as pessoas de utilizarem telemóveis enquanto caminham. A cidade, localizada num subúrbio de Tóquio, entende que os telemóveis são um risco …

MIT apagou base de dados popular que ensinou IA a ser racista e sexista

O Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), nos Estados Unidos, viu-se obrigado apagar uma base de dados de treinamento de Inteligência Artifical (IA) depois de esta ensinar vários algoritmos a usar insultos racistas e sexistas. …

Escola Básica e fábrica de Paços de Ferreira encerradas, com nove casos positivos

A Escola Básica n.º 2 e a Fábrica de Lacados Abrelac, em Paços de Ferreira, Porto, foram encerradas após diagnosticados nove casos de covid-19 para “prevenção” e para “interromper as cadeias de transmissão”, disseram hoje …

Mais nove mortes e 328 casos confirmados em Portugal

Portugal regista hoje mais nove óbitos por covid-19, em relação a sábado, e mais 328 casos de infeção confirmados, dos quais 254 na região de Lisboa e Vale do Tejo, segundo os dados da Direção-Geral …

Cientistas criam miniatura de ondas de choque de supernovas (e quase desvendam um mistério)

Esta versão em miniatura das ondas de choque das supernovas pode ter ajudado os cientistas a chegar muito perto da resolução de um antigo mistério cósmico. Uma equipa de investigadores do Departamento de Energia do Centro …

Na Indonésia, são os recém-licenciados quem mais vai sofrer com o impacto económico da covid-19

A covid-19 continua a desacelerar a economia na Indonésia e pode causar graves impactos nos recém-licenciados que entram no mercado de trabalho pela primeira vez. Na Indonésia, o crescimento económico diminuiu para 2,97% durante o primeiro …

Mudanças climáticas ameaçam 60% das espécies de peixes do mundo

Uma nova investigação levada a cabo por cientistas do Instituto Alfred Wegener, na Alemanha, sugere que as mudanças climáticas podem destruir mais espécies de peixes do que se pensavam anteriormente. Se as temperaturas globais subirem …

Engenheiros desenvolvem célula de combustível duas vezes mais eficiente do que a de hidrogénio

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Washington, nos Estados Unidos, desenvolveu um novo processo para uma célula de combustível que funciona com o dobro da tensão das células a combustível tradicionais de hidrogénio. O novo …

Preços das bebidas concertados durante anos. Seis supermercados sob suspeita de cartel

Seis grupos de distribuição alimentar e dois fornecedores de sumos, vinhos e outras bebidas, foram acusados pela Autoridade da Concorrência de concertarem preços durante vários anos em prejuízo do consumidor. "Após investigação, a Autoridade da Concorrência, …

Sindicato denuncia mobilização forçada de médicos para tratar surto de Reguengos de Monsaraz

O Sindicado dos Médicos da Zona Sul (SMZS) denunciou hoje o que diz ser uma “mobilização forçada de médicos” pela Administração Regional de Saúde (ARS) do Alentejo para o combate ao surto de covid-19 de …