Médico norte-americano acusado de matar 25 pacientes com doses letais de analgésicos

William Husel, antigo médico no Hospital Mount Carmel Health de Columbus, no estado norte-americano de Ohio, entregou-se à polícia esta quarta-feira depois de ser acusado de assassinar 25 pacientes com doses letais de analgésicos.

De acordo com a investigação, o antigo profissional na unidade de cuidados intensivos prescreveu aos seus pacientes dezenas de doses entre 500 a 2.000 mais gramas de Fentanil, que mataram pelo menos 25 pessoas entre 2015 e 2018.

O chefe de polícia, Tom Quinlan, disse, em conferência de imprensa, que as autoridades estão a investigar as circunstâncias da morte de cerca 35 pacientes.

“Os especialistas com que falamos afirmam com certeza que uma dose deste nível não poderia suportar qualquer propósito médico legítimo e que esta mesma dose causaria a morte”, acrescentou Ron O’Brien, do condado de Franklin, que investiga também o caso.

O Fentanil, recorde-se, foi uma das substâncias detetadas pelos médicos legistas no corpo do cantor Michael Jackson, que morreu em 2009, vítima de overdose medicamentosa.

Husel, de 43 anos, foi despedido do hospital em dezembro passado, depois de a polícia ter recebido informações de que “vários pacientes” tinham morrido durante os tratamentos prescritos pelo antigo médico no Mount Carmel Health. Depois de uma investigação interna no hospital, a sua carteira profissional foi revogada.

De acodo com a agência Associated Press, foram feitas duas dezenas de acusações contra o médico, tendo várias destas sido arquivadas mediante o pagamento de centenas de dólares, O hospital acabou por admitir que este só foi afastado no inverno passado e que, entre o início das acusações e o seu afastamento, três mortes terão ocorrido nas mesmas circunstâncias.

Todos os funcionários que trabalhavam com Husel durante a administração dos medicamentos aos pacientes que morreram foram afastados ou transferidos para outros serviços. Quarenta e oito enfermeiros e farmacêuticos foram sinalizados, 30 dos quais foram afastados e 18 deixaram de trabalhar em Mount Carmel.

Husel declarou-se inocente, tendo o seu advogado afirmando que o ex-médico não tinha a intenção de matar ninguém e que não realizou execuções por misericórdia. A fiança do réu foi fixada num milhão de dólares.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. O problema é mundial. O criminoso entitulado de doutor com graves problemas de parafilias (psicopatia) mata seus pacientes e numa boa consegue defesa com as mesmas características com advogado do diabo que estende o crime no judiciário e o criminoso conseguira continuar matando em outro local de trabalho.

RESPONDER

Facebook e Google criticados por anúncios de "reversão do aborto"

O Facebook já veiculou anúncios de "reversão do aborto" 18,4 milhões de vezes desde janeiro de 2020, de acordo com um relatório do Center for Countering Digital Hate (CCDH), promovendo um procedimento "não comprovado, antiético" …

Líder militar dos EUA temeu que Trump começasse guerra nuclear com a China - e chegou a ligar aos chineses

As revelações aparecem em Peril, o novo livro de Bob Woodward e Robert Costa sobre os bastidores da Casa Branca. Trump já respondeu. O General Mark Milley, o chefe do Estado-Maior das Forças Armadas dos EUA, …

França suspende 3.000 profissionais de saúde que recusaram vacina contra covid-19

A França suspendeu 3.000 profissionais de saúde sem remuneração por se recusarem a tomar a vacina contra a covid-19, revelou o ministro responsável pela pasta, Olivier Véran. Segundo Véran, citado esta quinta-feira pelo Guardian, "várias dezenas" …

Austrália, Reino Unido e EUA assinam pacto de defesa para conter China

A Austrália, os Estados Unidos (EUA) e o Reino Unido anunciaram o "Pacto de Aukus", que visa frente às pretensões territoriais da China no Indo-Pacífico e envolverá a construção de uma frota de submarinos com …

Governo tem margem de 1600 milhões de euros nas negociações do Orçamento

Os dados são de um relatório do Conselho das Finanças Públicas, que deixa alertas para que o executivo não se estique muito no aumento da despesa e no corte à receita. Segundo escreve o Público, o …

Mundial de Futsal. Portugal esmaga as Ilhas Salomão por 7-0 e tem um pé nos oitavos

Portugal lidera o grupo C e pode garantir o apuramento caso Marrocos não perca contra a Tailândia. A seleção portuguesa de futsal, campeã europeia em título, somou hoje o segundo triunfo em dois jogos no grupo …

"Dezenas de pessoas" da comitiva de Putin infetadas com covid-19

O Presidente russo, Vladimir Putin, informou que dezenas de pessoas da sua comitiva testaram positivo para o coronavírus, doença que afetou mais de 7 milhões de habitantes no país. Putin entrou em isolamento no início desta …

Uber investe 90 milhões em novo ‘hub’ e sede em Lisboa e espera contratar mais 200 pessoas

A Uber está a investir 90 milhões de euros num novo ‘hub’ e sede de operações em Lisboa, hoje inaugurados, criando mais de 400 empregos diretos e pretendendo contratar mais 200 pessoas até final do …

Máscara nos espaços fechados e eventual terceira dose em massa - as conclusões da reunião no Infarmed

Terminou há momentos a reunião do governo com especialistas no Infarmed sobre o balanço da evolução da pandemia e as recomendações das medidas que devem ser adoptadas nesta nova fase. A reunião começou com as …

"Cruzeiro espacial" da SpaceX com quatro civis já está em órbita

Voo espacial terá a duração de três dias e cada um do seus tripulantes (quatro civis) terá uma tarefa na missão. Ainda assim, viagem tem um objetivo nobre e social. Passo a passo, Elon Musk parece …