Nobel da Paz Aung San Suu Kyi pode vir a ser julgada por genocídio

Htoo Tay Zar / Wikimedia

Aung San Suu Kyi, líder de Myanmar

O alto-comissário das Nações Unidas para os Direitos Humanos está determinado em fazer com que os perpetradores dos horrores cometidos contra os rohingya enfrentem a Justiça, mas alerta que as acusações de genocídio podem ser muito difíceis de provar.

Numa entrevista à BBC, o alto-comissário das Nações Unidas para os Direitos Humanos, Zeid Ra’ad Al Hussein, afirma que a líder de Myanmar pode vir a ser responsabilizada pela “limpeza étnica” contra os rohingya levada a cabo pelo exército.

O responsável diz que está determinado em fazer com que os perpetradores dos horrores cometidos contra esta minoria étnica enfrentem a Justiça, podendo a Nobel da Paz e agora líder do país, Aung San Suu Kyi, e o chefe das forças armadas, Gen Aung Min Hlaing, virem a ser confrontados com acusações de genocídio no futuro.

“Dada a escala da operação militar, estas são decisões que claramente terão de ser tomadas ao mais alto nível”, afirmou à BBC Panorama no início deste mês, num encontro na sede da ONU em Genebra, na Suíça.

Porém, Al Hussein explica que este crime, aquele a que chama “o crime dos crimes”, é muito difícil de provar. “Por razões óbvias, se alguém está a planear cometer genocídio não se compromete com isso no papel nem fornece instruções”, explica.

A fasquia de provas é elevada. Mas não me surpreenderia se, no futuro, um tribunal apurasse isso com base naquilo a que estamos a assistir”, declara o alto-comissário.

Aliás, o canal britânico realça que, até hoje, poucas foram as pessoas condenadas pelo crime de genocídio, consagrado depois do Holocausto, quando os membros da recém-fundada ONU assinaram uma convenção que definia o genocídio como “atos cometidos com a intenção de destruir um grupo em particular”.

No entanto, Al Hussein afirma que já pediu uma investigação criminal a nível internacional para analisar os ataques e que entrou em contacto com Suu Kyi a pedir que acabasse com esta violência quando, em fevereiro, foi publicado um relatório que documentava as atrocidades cometidas contra os rohingya.

“Pedi-lhe que conseguisse que estas operações militares acabassem. Apelei ao seu lado emocional para que fizesse todos os possíveis para acabar e, infelizmente, isso não aconteceu”, conta.

O responsável reconhece à BBC que o poder da líder sobre o exército é limitado mas que, mesmo assim, acredita que Suu Kyi podia fazer mais para defender a minoria étnica.

Além disso, o alto-comissário também a critica por não usar o termo ‘rohingya’. “Roubar-lhes o nome é desumanizante ao ponto em que se começa a acreditar que tudo é possível”.

A organização Médicos Sem Fronteiras denunciou, na semana passada, que pelo menos 6.700 rohingya morreram desde finais de agosto na sequência desta violência.

Hoje, a Human Rights Watch (HRW) denunciou que outras 40 aldeias no oeste do país foram queimadas no âmbito da ofensiva militar. A organização recorreu a imagens de satélite para identificar os novos incidentes, registados entre outubro e novembro, que elevam para 354 o número de aldeias total ou parcialmente queimadas desde o início da campanha do exército birmanês em 25 de agosto.

Mais de 650 mil rohingyas já fugiram de Myanmar para o Bangladesh.

A antiga Birmânia, onde mais de 90% da população é budista, não reconhece cidadania aos rohingya, uma comunidade apátrida considerada pela ONU uma das mais perseguidas do planeta.

Apesar de muitos viverem no país há gerações, os rohingya não têm acesso ao mercado de trabalho, às escolas, aos hospitais, além de enfrentarem uma série de privações, nomeadamente de movimentos.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

A física quântica pode causar mutações no nosso ADN

Simulações de computador e métodos de mecânica quântica têm sido usados ​​para determinar o papel que o tunelamento de protões, um fenómeno puramente quântico, desempenha nas mutações espontâneas no ADN. A biologia quântica é um campo …

Buracos negros minúsculos podem estar a "esconder-se" dentro de estrelas (e a devorá-las por dentro)

Uma equipa de investigadores tem um novo palpite sobre onde procurar a misteriosa matéria escura: esta pode estar a assumir a forma de buracos negros endoparasitários. De acordo com o ScienceAlert, buracos negros primordiais minúsculos, quase …

Maionese está a salvar tartarugas após derrame de petróleo em Israel

Membros do Centro Nacional de Resgate de Tartarugas Marinhas de Israel estão a usar maionese para limpar as vias respiratórias de tartarugas que inalaram petróleo em alto-mar. Israel fechou este domingo as praias mediterrânicas dias após …

Itália investiga empresas de entrega de comida. Há estafetas tratados "como escravos"

Itália está a investigar as empresas de entrega de comida online, com um promotor a lamentar que os estafetas que fazem as entregas, muitos deles imigrantes, são praticamente tratados "como escravos". Procuradores de Milão avançaram que …

O IONIQ 5 é o novo carro elétrico da Hyundai (e é enorme entre eixos)

O ano 2021 vai ser promissor na apresentação e lançamento de carros elétricos no mercado mundial. Algumas marcas, como a Hyundai, têm produtos prontos para serem comercializados. Agora, a marca sul-coreana apresenta o IONIQ 5. Com …

Em Moscovo, qualquer um pode ser vacinado contra a covid-19 (e até ganha um gelado)

Em Moscovo, capital da Rússia, a vacina Sputnik V está disponível gratuitamente a qualquer pessoa que queira ser vacinada desde 18 de janeiro. Os interessados não precisam de agendar a toma e até ganham um …

As abelhas convenceram-nos de que sabiam matemática. Mas mentiram-nos

O novo estudo não significa necessariamente que as abelhas não entendam números, mas sugere que os animais usam propriedades não numéricas para resolver problemas matemáticos. Vários estudos convenceram-nos de que as abelhas são pequenos génios matemáticos: …

Liam Thorpe era prioritário na vacinação contra a covid-19 por ter 6,2 cm. Foi um erro

Liam Thorp, um homem de 32 anos sem comorbilidades, foi incorporado na lista de cidadãos prioritários para a vacinação contra a covid-19 no Reino Unido. Tudo por causa de um erro no sistema, que o registou …

Decisão de Lyon de retirar carne das ementas escolares gera protestos em França

A decisão temporária do presidente da Câmara de Lyon, membro do partido Europa Ecologia - Os Verdes, está a ser recebida com protestos em França. De acordo com o jornal The Guardian, Grégory Doucet decidiu retirar …

Roma 3-1 SC Braga | Minhotos despedem-se na Cidade Eterna

Portugal está sem equipas na Liga Europa 2020/21. O Sporting de Braga deslocou-se a Roma e perdeu por 3-1, terminando a eliminatória dos 16 avos-de-final com um agregado de 5-1, após a derrota por 2-0 …