Nigeriano internado pela família num hospício por ser ateu

UIHE

Mubarak Bala internado por não acreditar em Deus

Mubarak Bala internado por não acreditar em Deus

Um cidadão nigeriano passou 18 dias preso em um hospício por não acreditar em Deus, informou a União Internacional Humanista e Ética, grupo que batalhou pela sua libertação.

A pedido da família, Mubarak Bala foi mantido sob medicação num estabelecimento psiquiátrico no Estado de Kano, no norte da Nigéria. Segundo relatos, os parentes temiam pela sua segurança, por recentemente se ter publicamente declarado ateu.

UIHE

Mubarak Bala, depois de libertado

Mubarak Bala, depois de libertado

No hospício, Bala viu o seu telemóvel confiscado, mas conseguiu pedir ajuda por email e nas redes sociais.

Foi libertado na terça-feira, devido a uma greve no hospício, que levou a que vários pacientes tivessem tido alta.

Apesar de diversos pedidos, o hospício não apresentou a Muhammad Bello Shehu,o advogado de Bala, nenhuma declaração por escrito, nem um diagnóstico médico formal, ou qualquer justificação por tê-lo mantido internado contra vontade.

Após a sua libertação, Bala disse que queria apenas “superar este caso, em nome da reconciliação”.

“Agradeço a todos pela preocupação e pelos conselhos. Aqueles que fizeram ameaças contra mim, peço que pensem e aprendam a tolerar opiniões diferentes das suas”, afirmou Bala em comunicado.

ZAP / BBC

PARTILHAR

RESPONDER

NASA revela que há água na Lua

A NASA revelou, esta segunda-feira, que foi encontrada água em forma de gelo numa superfície da Lua. Os investigadores apontam ainda para a possibilidade de existirem múltiplos depósitos subterrâneos na Lua onde esteja armazenada água …

Itália volta a disputar a fronteira do Monte Branco com França

Depois das autoridades francesas imporem medidas restritivas que afetaram o território italiano, o país reacendeu uma disputa antiga com França. Em causa estão os direitos de fronteira do Monte Branco. Luigi Di Maio, ministro das Relações …

Maior queda do mês no preço dos combustíveis. Gasóleo atinge mínimos de 4 meses

A partir de hoje os preços dos combustíveis irão baixar, e esta será a maior queda do mês. No que diz respeito ao preço da gasolina, esta deverá cair um cêntimo para 1,387€ por litro. …

Mais de 500 detidos nos protestos contra Lukashenko. Segue-se a greve geral

A greve geral anunciada pela líder da oposição bielorrussa no exílio para exigir a saída do Presidente começou, esta segunda-feira, com protestos tímidos e detenções em todo o país. "O prazo para cumprir as exigências do …

Polacos protestam contra acórdão que torna o aborto quase impossível

Milhares de polacos têm-se manifestado, nos últimos dias, contra a proibição quase total do aborto, quando as leis do país estavam já entre as mais restritivas da União Europeia. Na última quinta-feira, o Tribunal Constitucional polaco …

Japão promete "uma sociedade neutra em termos de carbono" até 2050

O Japão quer alcançar a neutralidade de carbono até 2050, disse hoje o primeiro-ministro japonês Yoshihide Suga, um caminho que se afigura complicado, devido à dependência do país do carvão. Numa altura em que cada vez …

"Nada nos vai fazer recuar". Macron desperta a raiva do mundo muçulmano (e enfurece Erdogan)

Emmanuel Macron, presidente de França, assumiu posições muito claras na defesa da liberdade de exibir as caricaturas de Maomé, no âmbito da homenagem ao professor decapitado na semana passada, suscitando protestos em vários países muçulmanos. "Nada …

Merkel avisa Alemanha que os próximos meses vão ser “muito difíceis”

A chanceler alemã, Angela Merkel, avisou a Alemanha de que os próximos meses vão ser "muito difíceis", já que o número de infeções por covid-19 continua a crescer diariamente, tendo-se registado 8.685 nas últimas …

Portugal acusado de bloquear lei europeia contra evasão fiscal pelas multinacionais

Os governos português e sueco estão a ser acusados de bloquear, no Conselho da União Europeia (UE), a deliberação de uma lei contra a evasão fiscal por parte de grandes empresas multinacionais digitais. Segundo anunciou esta …

Consumo de antibióticos desce 22% durante a pandemia. Menos 1,1 milhões de embalagens vendidas

O consumo de antibióticos registou uma descida na ordem dos 22% nos primeiros oito meses deste ano. Venderam-se menos 1,1 milhões de embalagens, quando comparado com igual período do ano passado. Entre janeiro e agosto deste …