MP arquivou processo de racismo. Nicol Quinayas e segurança acusados de agressão mútua

Nicol Quinayas / Facebook

Nicol Quinayas, a jovem agredida no Porto

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O Ministério Público arquivou a queixa de racismo feita por Nicol Quinayas contra o segurança da empresa 2045, Hernâni Pacheco. No mesmo despacho, de agosto do ano passado, o MP acusou tanto a jovem como o segurança de ofensas à integridade física simples.

De acordo com o jornal Público, Hernâni Pacheco foi acusado pelo Ministério Público de dar dois murros a Nicol Quinayas, colocando um joelho sobre as suas costas. Por sua vez, a jovem foi acusada de desferir pontapés e cuspir para o segurança quando este a tentava tirar do autocarro.

O Instituto de Medicina Legal refere, no exame forense realizado a 28 de junho ao segurança, esquimoses nos membros. Já o exame forense de Nicol, feito a 25 do mesmo mês, refere edema acentuado na face, escoriações avermelhadas e equimose arroxeada e hematoma, e diz que as lesões resultam de traumatismo “contundente”.

No processo, estava em causa a violação do artigo 240º do Código Penal e crime de discriminação e incitamento ao ódio e à violência.

O MP considerou que o testemunho de Nicol e da amiga Daniela sobre as ofensas racistas não constituíram prova que sustente “a versão apresentada” pela jovem, uma vez que, das cerca de trinta testemunhas indicadas, o MP considerou que só aquelas duas mulheres referiram ter havido ofensas racistas pelo segurança.

O Público teve acesso ao processo e, segundo o mesmo, várias testemunhas referiram ter ouvido Nicol Quinayas chamar “racista” ao segurança, mas como essas pessoas não ouviram a expressão dita pelo próprio não se pode concluir que os factos foram provados.

Em inquirição, a jovem acusou Hernâni Pacheco de lhe dizer “tu aqui não entras, preta de merda”. A amiga Daniela referiu que o segurança disse a Nicol e à amiga Tânia, também negra, uma frase semelhante. Já Tânia referiu que o segurança lhes disse – a ela e a Nicol – “pessoas como vocês só arranjam confusão“, o que para o MP não é necessariamente uma “expressão de índole racista”.

Além disso, Daniela e Nicol situam a frase do segurança em momentos diferentes e, por esse motivo, a procuradora considerou que os seus testemunhos são incongruentes. Em relação a este ponto, a jovem refere que é natural existirem incongruências, dado que Tânia estava “fora do autocarro e nunca chegou a entrar”.

(dr) Nicol Quinayas

Tanto Nicol como Hernâni foram constituídos arguidos em setembro de 2019 e acabaram por desistir da queixa. A jovem quis encerrar o assunto, mesmo contra vontade da advogada: “Preferi chegar a acordo, percebi que ia ser uma luta contra a empresa. Não vou estar nesta luta, vou perder o meu tempo. A raiva e a injustiça que senti no início perdeu-se e não ia acontecer nada.”

Nicol diz nunca ter sido ouvida pela IGAI

Paula Moreira, advogada de Nicol Quinayas, diz que a Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI) nunca ouviu a jovem.

A IGAI instaurou um processo de inquérito logo a seguir aos acontecimentos para avaliar a atuação da PSP naquele caso: dois agentes deslocaram-se ao local naquela noite e não registaram a queixa de Nicol, nem detiveram o segurança. Além disso, estava a ser investigado o facto de os polícias terem registado em auto de notícia o episódio, apenas três dias depois da ocorrência e já depois de Nicol ter feito queixa na esquadra.

A advogada garante que a jovem nunca foi ouvida pela IGAI. A entidade chegou a enviar um email em 2018, mas nunca mais retomou o contacto, de acordo com Paula Moreira. Segundo o matutino, depois da abertura do processo pela IGAI, o Núcleo de Deontologia do Comando da PSP do Porto também abriu um processo disciplinar aos dois agentes.

Até esta segunda-feira, a IGAI não deu resposta ao Público. O diário também tentou contactar a PSP para saber qual o desfecho do processo disciplinar, mas não obteve resposta do porta-voz Nuno Carocha.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Polícias pedem comprovativos de deslocações, mas lei não permite

As forças de segurança fizeram ações de fiscalização rodoviária para controlar a circulação nas estradas. Foram pedidos comprovativos de deslocações, embora a lei não o contemple. Com o país em estado de emergência, a quarentena é …

Bebé com menos de um ano morre de Covid-19 nos EUA

Um bebé com menos de um ano morreu, nos Estados Unidos da América (EUA), vítima de Covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus, anunciaram as autoridades do Estado de Illinois. A doença já provocou mais de …

Até as bactérias precisam de espaço. Células esmagadas desligam a fotossíntese

Quando as bactérias ficam esmagadas, podem entrar num modo de defesa e desligar a fotossíntese, concluiu uma investigação recente, levada a cabo por cientistas da University of Colorado Boulder, nos Estados Unidos. A equipa da universidade …

Siza Vieira admite aulas por canais "estilo youtube" ou TV por cabo

O Governo está a estudar soluções que garantam que todos os alunos têm acesso aos conteúdos educativos no terceiro período, adiantou o ministro da Economia. O Governo está a estudar soluções que garantam que todos os …

Retificação ao diploma do lay-off simplificado trava despedimentos

Uma retificação ao diploma inicial do ‘lay-off’ simplificado, hoje publicada, vem acautelar que nenhum trabalhador de empresas que recorra a este apoio pode ser alvo de despedimento coletivo ou extinção de posto de trabalho. O decreto-lei …

Rocha desafia teoria da escassez de oxigénio na Terra primitiva

Uma rocha sedimentar única rica em carbono, depositada há dois mil milhões de anos, deu aos cientistas novas pistas sobre as concentrações de oxigénio na superfície da Terra nessa época. De acordo com a agência Europa Press, …

As bactérias formam comunidades na nossa língua (e uma imagem revela como)

Cientistas norte-americanos descobriram que as bactérias que vivem na nossa língua têm uma organização complexa e altamente estruturada. Os micro-organismos estão em toda a parte - até no interior da nossa boca. Um novo estudo revela …

Como sobreviver ao isolamento? Astronautas explicam

Em todo o mundo, cidades e até países inteiros estão em quarentena como forma de travar a propagação do novo coronavírus, Covid-19. Alguns astronautas deixaram conselhos sobre como sobreviver ao isolamento. Para alguns, o auto isolamento …

"Indiana Jones do mundo da arte" recupera manuscrito do poeta persa Hafez

Uma das primeiras cópias do reverenciado Divan do autor do século XIV Hafez, iluminado com ouro, será leiloado no início de abril. O famoso poeta persa do século XIV, Hafez, escreveu uma coleção de versos místicos …

O palco onde os Beatles atuaram pela primeira vez está à venda

O palco de madeira onde os Beatles atuaram pela primeira vez está à venda. Agora, alguém poderá replicar o primeiro concerto da famosa banda. A 10 de abril, em comemoração dos 50 anos da separação da …