/

Nguyen Van Chien não corta, lava ou penteia o cabelo há 80 anos

No Vietname, há um nonagenário que não corta, lava ou penteia o cabelo há cerca de 80 anos, pois acredita que pode morrer se o fizer.

Nguyen Van Chien, de 92 anos, vive na região do Delta do Mekong, no sul do Vietname, e é o orgulhoso dono de um cabelo com cinco metros de comprimento, que não corta, lava ou penteia há cerca de 80 anos, conta o jornal The Guardian.

“Acredito que se cortar o meu cabelo vou morrer. Não me atrevo a mudar nada, nem mesmo a penteá-lo” diz Chien, que acredita numa fé em que se deve deixar intocado tudo o que nasce com a pessoa.

“Eu apenas o nutro e cubro-o com um lenço para mantê-lo seco, limpo e bonito”, acrescenta o vietnamita, recordando que antes o seu cabelo “era preto, grosso e forte”.

“Penteei-o, desemaranhei-o para torná-lo liso. Mas quando ouvi o chamamento do poder divino, soube imediatamente que tinha sido escolhido”, conta.

Segundo o jornal britânico, Chien, que venera nove poderes e sete deuses, acredita que a sua vocação é deixar crescer o cabelo. Foi obrigado a apará-lo quando ainda estudava, mas saiu da escola depois do terceiro ano e, desde então, nunca mais cortou, penteou ou lavou o cabelo.

Chien segue uma corrente religiosa quase obsoleta: a religião do coco, conhecida como “Dua”, batizada depois do seu fundador ter afirmado que sobreviveu apenas com cocos para manter a sua vitalidade. A “Dua” foi proibida no Vietname e classificada como uma crença falsa.

O seu quinto filho, de 62 anos, ajuda-o a tratar do seu cabelo gigante. Luom também acredita na conexão entre o cabelo e a mortalidade, afirmando ter visto um homem morrer depois de ter tentado prender novamente o seu cabelo com corda. “Estas coisas parecem simples, mas são sagradas”, declara.

  ZAP //

 

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE