Guerra aberta de Neto de Moura. De humoristas a políticos, juiz promete processar quem o criticou

(dr)

Neto de Moura vai processar todos os que fizeram comentários apelidando-o de machista, misógino e incapaz de exercer. Os advogados estão a fazer o levantamento de todas as críticas feitas por figuras públicas.

O juiz desembargador Joaquim Neto de Moura quer processar por ofensa à honra quem fez comentários nos jornais, televisões e redes sociais, avança este sábado o semanário Expresso.

O magistrado foi chamado de machista, misógino e incapaz de continuar a exercer a profissão depois de ter desvalorizado dois casos de violência doméstica.

Agora, o juiz mobilizou uma equipa de advogados para fazer o levantamento de todas as críticas que lhe foram dirigidas no espaço público e identificar alegados comentários insultuosos e os seus autores.

Neto de Moura foi aconselhado pelo Conselho Superior da Magistratura, órgão de gestão e disciplinar dos juízes, a não falar.

Em nome do magistrado, fala agora o advogado Ricardo Serrano Vieira, que adiantou que o magistrado e a sua equipa aceita, “que discordem dos acórdãos, mas estas pessoas ultrapassaram o que é aceitável no Estado de Direito” quando, alegadamente, atentaram contra o bom nome do juiz.

Algumas figuras públicas já foram identificadas, como os comediantes Ricardo Araújo Pereira e Bruno Nogueira, os comentadores Joana Amaral Dias e a Media Capital.

Neto de Moura quer avançar para ações judiciais contra as personalidades ou empresas de comunicação social com pedidos de indemnização, apesar de ainda não ter um valor definido.

Mariana Mortágua, deputada do Bloco de Esquerda, afirmou no Twitter que o juiz era “uma ameaça para as mulheres“. Joana Amaral Dias fez o mesmo tipo de crítica, a propósito de uma decisão de Neto de Moura: “Este magistrado do Tribunal da Relação do Porto é um perigo para a segurança pública”.

O Expresso dá também o exemplo do humorista Ricardo Araújo Pereira, que no seu novo programa da TVI, “Gente que Não Sabe Estar”, afirmou que “uma advertência destas faria sentido se for enrolada, enfiada no rabo do juiz“.

“Pode parecer chocante, o juiz se calhar discorda, mas há um precedente bíblico. Em Levítico 3:17, o Senhor disse a Moisés: e enrolarás a advertência e enfiá-la-ás no rabo do juiz”, continuou.

Por sua vez, Bruno Nogueira perguntou, no seu programa “Tubo de Ensaio”, “como é que um animal irracional de um juiz destes anda à solta num tribunal? Precisa é de uma coleira e de uma trela e açaime”.

Neto de Moura é criticado por ter justificado a manutenção de pena suspensa para um homem que tinha agredido a sua mulher com uma moca de pregos por esta lhe ter sido infiel. “O adultério da mulher é um gravíssimo atentado à honra e dignidade do homem”, afirmou o juiz, adiantando que há sociedades “em que a mulher adúltera é alvo de lapidação até à morte“.

Para o juiz desembargador, a agressão em causa não era suficientemente grave, pois “na Bíblia podemos ler que a mulher adúltera deve ser punida com morte”.

Após estas considerações, o Conselho Superior de Magistratura (CSM) abriu um inquérito disciplinar que, depois da conversão em processo disciplinar, terminou com uma condenação – uma advertência escrita.

Recentemente, Neto de Moura viu-se envolvido numa segunda polémica por ter retirado a pulseira eletrónica a um homem que tinha sido condenado em segunda instância a pena suspensa pelo crime de violência doméstica e ao pagamento de 2500 euros à sua ex-companheira.

A mulher foi várias vezes agredida, tendo ficado com um tímpano furado. Neto de Moura defendeu que a decisão do Tribunal Judicial de Matosinhos não estava bem fundamentada.

ZAP //

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. Claro!
    Um “animal” que escreve o que este juiz escreve, pensa que ainda está no tempo de Salazar (ou da Inquisição!), e, obviamente, que se acha no direito de calar todas as críticas e a opinião pública!
    Coitado; está senil e enganado no século!..

  2. O problema foi em tempos as Magistraturas admitirem gente demente , fanática e seguidores alguns do Nazismo , também a própria Justiça ser fundada na época Medieval onde eram queimadas as mulheres . A justiça precisa de ser purgada de gente trolha que nem o próprio ser dentro deles e delas conseguem cuidar . Mas aqui existe causa a ver , pois os acórdãos são assinados não só por uma pessoa , resta saber quem é a favor … e não se sabe por vezes as Sentenças de 1 ª Instância , caso a Democracia desaparecia , quanto mais o Estado de Direito .

  3. Continuamos a pagar esta justiça e todos nós continuamos a sustentar estas ideias, este senhor que faça processos á maioria dos portugueses e vamos todos para a prisão de Évora.
    Temos que acordar e enviar este tipo de pessoas para as “cagarras” nas Desertas.
    Ai Portugal,Portugal

  4. … este Portugal e Estado está carente de Democracia. Os juízes têm que se assujeitar às criticas de quem lhes paga o salario isto é os contribuintes, pois os ditos juízes não passam de funcionários públicos e que se deixem de considerar portugueses de 1ª.

  5. Penso que se deve realçar que sete membros do CONSELHO SUPERIOR DE MAGISTRATURA votaram a favor do arquivamento do Processo contra o Juiz Neto de Moura, ou seja, SETE DAS MAIS ILUSTRES MENTES DA JUSTIÇA ACHAM NORMAL QUE SE UTILIZEM AS PASSAGENS DA BÍBLIA (DEGRADANTES PARA A CIVILIZAÇÃO) PARA SE JUSTIFICAR A VIOLÊNCIA BÁRBARA DE ALGUNS HOMENS SOBRE MULHERES.
    Nunca se sabe o futuro, mas se um dia por algum acaso me encontrasse no banco dos réus, teria todos os motivos para temer pela decisão de uma destas pessoas, às quais não lhes reconheço qualquer autoridade moral.

    • Quero acreditar que seja só por ‘corporativismo’…

      Certo, é tentar defender o indefensável, o que leva a tornarem-se ridículos.

RESPONDER

Bolsonaro critica governadores por terem "medinho" do vírus

O presidente brasileiro acusou os governadores de terem medo de serem infetados pelo povo. "Desconheço qualquer hospital que esteja lotado", acrescentou Bolsonaro, após serem informações contrárias. O presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, voltou esta quinta-feira a criticar …

Homossexuais, bissexuais e pessoas com tatuagem ou piercing já podem dar sangue nos EUA

Os Estados Unidos (EUA) reviram na quinta-feira as regras que impedem muitos homossexuais de doar sangue, num esforço para combater a grave escassez de doações devido ao surto da Covid-19. Desde 2015, homens que tiveram relações …

Um em cada cinco portugueses circulou nas estradas sem justificação

No passado sábado, um em cada cinco portugueses circulou nas estradas sem justificação. No domingo, o valor caiu para metade, com apenas um em cada dez condutores a fazê-lo. Face à quarentena obrigatória implementada pelo estado …

Morreu Bill Withers, a voz de Ain’t no Sunshine

O músico norte-americano Bill Withers, que escreveu canções soul como “Ain’t no Sunshine” e “Lean on me”, morreu na segunda-feira em Los Angeles (Califórnia), aos 81 anos, de complicações cardíacas, revelou esta sexta-feira a família. Três …

Confinamento leva vítimas de violência doméstica a denunciar agressores por SMS

Situações como o confinamento agora imposto, o desemprego e a incerteza, estão a levar a um aumento da procura de apoio psicológico por parte de mulheres registadas como potenciais vítimas de violência doméstica, sobretudo através …

Presidente da Comissão Europeia acredita que UE vai "sair mais forte da crise"

A União Europeia (UE) sairá "mais forte" da crise da Covid-19, apesar das dúvidas sobre a solidariedade entre Estados-membros, disse esta sexta-feira a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen. "Estou convencida que a Europa …

Espetáculo a 16 de maio substitui Festival Eurovisão

A 65.ª edição do Festival Eurovisão da Canção foi cancelada, mas no dia em que deveria decorrer a final, 16 de maio, haverá um espetáculo que junta os cantores que deveriam representar os 41 países …

Autoridades detiveram 96 pessoas por desobediência durante estado de emergência

A Polícia de Segurança Pública (PSP) e a Guarda Nacional Republicana (GNR) detiveram 96 pessoas pelo crime de desobediência no âmbito do estado de emergência iniciado no dia 22 de março devido à pandemia de …

Peru proíbe saídas à rua de homens e mulheres nos mesmos dias para conter surto

Tal como o Panamá, o Peru proibiu na quinta-feira as saídas à rua de homens e mulheres nos mesmos dias, uma medida que as autoridades alegam fazer parte da estratégia para conter o surto da …

DGS alarga recomendação de uso de máscara cirúrgica

A Direção-Geral da Saúde (DGS) alargou esta sexta-feira a recomendação de uso de máscara cirúrgica para proteção à covid-19 a profissionais “fora das instituições de saúde” que lidem com doentes ou suspeitos e aos que …