Netflix retira imagens de suicídio de “13 Reasons Why”

(dr) Netflix

Hannah, 13 Reasons Why

A Netflix modificou o episódio da série “13 Reasons Why” onde apareciam imagens do suicídio da protagonista Hannah Baker (Katherine Langford), passando agora essa parte da ação a ocorrer de forma totalmente oculta para os espetadores, anunciou a plataforma de streaming.

A cena, bastante gráfica, tinha a duração de três minutos, e é alterada dois anos depois da sua transmissão original.

“Vários jovens disseram-nos que 13 Reasons Why os encorajou a iniciar conversas sobre assuntos delicados como a depressão e o suicídio e a procurar ajuda – em muitos casos pela primeira vez“, escreveu a Netflix num comunicado.

“Dado que nos preparamos para lançar a terceira temporada este verão, temos estado atentos ao debate em curso acerca da série. E, então, depois de nos aconselharmos com especialistas, (…) decidimos editar a série da primeira temporada em que a Hannah tira a própria vida“, acrescentam.

Esta cena, que agora vai desaparecer, era parte do final da primeira temporada. Agora, os espetadores apenas verão a reação dos pais à morte da protagonista.

A Netflix disse ao The Hollywood Reporter que vai estar também a monitorizar ativamente as versões pirateadas da série, para evitar que sejam disponibilizadas edições do episódio que contenham a cena.

O criador e produtor da série Brian Yorkey também já se manifestou sobre a mudança, através de um tweet em que reafirma o objetivo da série em “ajudar os jovens espetadores a sentirem-se vistos e ouvidos“, bem como a “encorajar a empatia em todos os que a veem“.

“A nossa intenção ao retratar a horrível e dolorosa realidade do suicídio com detalhes tão gráficos na primeira temporada era contar a verdade sobre o horror de um ato assim, e tornar claro que ninguém deveria desejar fazê-lo“, defendeu.

Este ano, um estudo publicado na Revista da Academia Americana de Psiquiatria Infanto-Juvenil conclui que a transmissão da série coincidiu com um grande aumento de suicídios entre os jovens com idades entre os 10 e os 17 anos.

O retrato do suicídio de Hannah Baker foi citado pelos especialistas como um particular fator de risco. Os investigadores sublinharam que apenas podem apontar correlação e não causa, mas este foi um fator suficiente para aprofundar a conversa em torno do impacto potencial da série, que já tinha sido iniciado por altura da sua estreia, em 2017.

A terceira temporada de 13 Reasons Why deverá estrear este verão e apesar de a Netflix ter afirmado que não irá incluir nenhuma dramatização de suicídio, é possível que o regresso da produção volte a trazer à tona a discussão sobre o tema, surgindo esta remoção das imagens como uma forma de reduzir o impacto negativo em torno da série.

PARTILHAR

RESPONDER

Acesso à Internet deve ser considerado direito humano básico

Uma nova investigação, levada a cabo pela Universidade de Birmingham, no Reino Unido, concluiu que acesso à Internet deve ser um direito humano básico, pois significa a capacidade participar na vida pública. Merten Reglitz, professor de …

Fórmula 1 quer atingir emissões zero de CO2 até 2030

A Fórmula 1 pretende reduzir a zero as emissões de CO2 até 2030, com base num plano que pretende “pôr em marcha de imediato”, anunciou esta terça-feira a Federação Internacional do Automóvel (FIA). O plano divulgado …

A Tesla vai lançar a sua misteriosa pickup “cyberpunk” elétrica ainda este mês

A nova Tesla Cybetruck já tem data de lançamento após um longo tempo de espera. O fundador da empresa, Elon Musk, anunciou que a carrinha "pickup" será revelada no dia 21 de novembro. O anúncio foi …

Asteróide "potencialmente perigoso" aproxima-se da Terra esta quarta-feira

Um asteróide com 147 metros de diâmetro, caracterizado pela NASA como "potencialmente perigoso" vai aproximar-se da Terra esta quarta-feira. Em causa está o corpo rochoso UN12 2019, explica a agência espacial norte-americana, dando conta que o …

Encontrado submarino da II Guerra Mundial que esteve perdido durante 75 anos (devido a um erro de tradução)

Uma equipa de exploradores oceânicos privada encontrou na costa do Japão um submarino do exército norte-americano do tempo da II Guerra Mundial, que estava desaparecido há 75 anos por causa de um erro num dígito …

Uma casa esteve a afundar-se no Tamisa para alertar para a subida do nível dos oceanos

No passado domingo, quem passou junto ao rio Tamisa, em Londres, não deverá ter ficado indiferente à típica casa dos subúrbios ingleses que se afundava perto da Tower Bridge. Felizmente, de acordo com a agência Reuters, …

A defesa de Lage é a melhor do Benfica em quase 30 anos

A defesa de Bruno Lage leva apenas quatro golos sofridos em 11 jornadas, o que faz dela a melhor defesa do campeonato e a melhor do Benfica desde a temporada de 1990/1991, escreve o jornal …

OE2020. “Não vamos para negociar”, esclarece Jerónimo de Sousa

O PCP vai reunir esta quarta-feira com o Governo com vista ao Orçamento de Estado para 2020. Jerónimo de Sousa esclareceu esta terça-feira que os comunistas não vão para negociar, sendo "manifestamente exagerado dizer que …

Benjamin "morreu" enquanto cumpria pena de prisão perpétua. Agora está vivo e quer a liberdade

Um norte-americano, de 66 anos, que cumpre pena de prisão perpétua por ter espancado um homem até à morte em 1996, pretendia ser libertado, uma vez que o seu coração parou por breves instantes. Em 1996, …

“Máfia do Sangue”. Ministério Público deixa Octapharma fora da acusação

O Ministério Público (MP) deixou a farmacêutica Octapharma fora da acusação da operação "O Negativo" por considerar que o ex-administrador Lalanda e Castro montou um esquema de corrupção para a venda de plasma ao Serviço …