Netanyahu reuniu com Pompeo e pediu pressão sobre o Irão. Jornalistas portugueses impedidos de fotografar

O primeiro-ministro israelita elogiou esta quarta-feira em Lisboa as sanções dos Estados Unidos contra o Irão e disse que a pressão financeira fez aumentar os protestos contra a influência de Teerão no Médio Oriente pedindo medidas mais duras.

Ao pronunciar-se ao lado do secretário de Estado norte-americano Mike Pompeo, antes do encontro dos dois em Lisboa, Netanyahu disse que “o primeiro assunto” que vai colocar é “o Irão, o segundo é o Irão, e o terceiro também”. “Enquanto falamos, o Irão está a incrementar a sua agressão”, acusou, acrescentando: “Estamos ativamente envolvidos em contrariar essa agressão”.

Pompeo e Netanyahu cruzaram-se e cumprimentaram-se no hall de um hotel do centro de Lisboa às 18h27, seguindo para uma sala próxima onde estavam os jornalistas que acompanharam as viagens para Lisboa do secretário de Estado norte-americano e do primeiro-ministro israelita e uma “pool” de jornalistas designados por media internacionais, que não integrou nenhum órgão de imprensa português.

Israel considera o Irão o seu principal inimigo, referindo-se ao seu envolvimento na vizinha Síria, e no apoio a grupos militares na região do Médio Oriente e do Golfo Pérsico. Israel também acusa o Irão de pretender dotar-se de uma bomba nuclear, uma acusação negada pelos iranianos.

Previamente, Netanyahu tinha considerado que as sanções económicas dos Estados Unidos estavam a provocar problemas políticos e económicos ao Irão e que ainda existe um “largo espetro” de opções para reforçar a pressão.

Pompeo manifestou apoio aos recentes protestos no Irão, ao referir que “são pessoas que procuram a liberdade e uma forma de vida razoável, e que reconhecem a ameaça colocada pelos cleptocratas que dirigem a República Islâmica do Irão”.

Nas últimas semanas, a forças iranianas, de acordo com diversas ONG, mataram cerca de 200 pessoas em manifestações contra o aumento do preço dos combustíveis. Os protestos também alastraram a governos pró-iranianos no Líbano e Iraque, forçando à demissão dos respetivos primeiros-ministros.

Jornalistas portugueses impedidos de fotografar

Os jornalistas portugueses foram, de acordo com o semanário Expresso, impedidos de fotografar o encontro e registar declarações do encontro entre Mike Pompeo e Benjamin Netanyahu.

Um porta-voz da embaixada dos EUA em Lisboa informou que as fotografias do encontro entre o Secretário de Estado e o primeiro-ministro israelita e a posterior conferência de imprensa estavam vedadas aos jornalistas portugueses, sem apresentar, contudo, uma razão para o impedimento.

Netanyahu encontra-se esta quinta-feira com o seu homólogo português, António Costa. Cooperação tecnológica na área da cibersegurança, colaboração no combate ao terrorismo e nas áreas científica e académica serão pontos na agenda do encontro, avançou o Diário de Notícias. A reunião durará cerca de uma hora.

De acordo com João Rebelo, ex-presidente do Grupo Parlamentar de Amizade Portugal-Israel, citado pelo DN, o ponto alto das relações comerciais entre os dois países será a “visita do Presidente da República a Israel, em janeiro, no âmbito do dia de memória do holocausto”.

Fonte de Belém e fonte diplomática israelita confirmaram ao DN que a visita está “prevista”. Esta será a primeira visita a Israel de um chefe de Estado, desde que Mário Soares ali se deslocou em 1994, que coincidiu com o assassinato do primeiro-ministro Yitzhak Rabin.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Portugal (vergonhosamente) aceita ser a sala de reuniões desses personagens, e, aos jornalistas portugueses não é permitido fazer o acompanhamento.
    Uma completa e repugnante falta de chá. Ao menos espero que as autoridades apresentem o seu mais veemente e público repúdio por essa inqualificável atitude. Mas, não tenho grandes esperanças. A subserviência e o servilismo fazem parte da escola de muitos políticos portugueses.

  2. a tromba deste netanyahu diz tudo o que a besta é. e o facto dos “Jornalistas portugueses impedidos de fotografar” diz tudo da bondade e honestidade deste encontro em quarto de motel.

RESPONDER

Menos 115 deputados. Itália realiza referendo para reduzir Parlamento

A Itália organiza em 29 de março um referendo sobre a alteração da Constituição e a redução do número de deputados, uma data esta proposta pelo Governo de coligação entre o Movimento Cinco Estrelas (M5S) …

Flamengo chega a acordo com o Inter por Gabigol

Flamengo e Inter de Milão já chegaram a acordo para a transferência definitiva de Gabigol, jogador que esteve durante a última temporada na equipa brasileira por empréstimo. Segundo o portal brasileiro Globo Esporte, os dirigentes do …

Espanha quer "assaltar" o lugar de Centeno no Eurogrupo

Nadia Calviño, a número dois do Governo Espanhol, assume-se como favorita para assumir a presidência do Eurogrupo, caso o ministro das Finanças português, Mário Centeno, decida não entrar na corrida. A notícia é avançada esta terça-feira …

Dívidas de hospital de Lisboa travam compra de dois medicamentos para cancro

As dívidas do Centro Hospitalar Universitário de Lisboa Norte, que inclui os hospitais de Santa Maria e Pulido Valente, levaram o Tribunal de Contas (TdC) a chumbar a compra de dois medicamentos para um cancro …

Em 15 dias, foram transferidos 73 milhões da Sonangol para uma empresa de Isabel dos Santos

Em 15 dias, foram transferidos 73 milhões das contas da petrolífera estatal Sonangol no private banking do Eurobic, em Lisboa, para uma empresa de Isabel dos Santos, avança o Correio da Manhã esta terça-feira. …

Livro de John Bolton pode prolongar julgamento de Donald Trump

  Ao segundo dia de defesa dos advogados da Casa Branca no julgamento do impeachment de Donald Trump, caiu uma "bomba" no Senado. O livro escrito por John Bolton, ex-conselheiro de segurança nacional do Presidente dos …

Afinal, Bruno Fernandes pode rumar ao Barcelona (e fazer escala no Valência)

Afinal, o futuro do internacional português Bruno Fernandes pode passar por Espanha e não por Inglaterra, onde foi dado como quase certo. O negócio envolve dois emblemas espanhóis e o avançado ex-Benfica Rodrigo Moreno. De …

Coronavírus já matou 106 pessoas na China. E já chegou à Alemanha

A China elevou para 106 o número de mortos causados pelo coronavírus e o número de infetados já chegou aos quatro mil. Esta segunda-feira, confirmou-se um caso na Alemanha, sendo agora o segundo país da …

Iniciativa Liberal quer privatizar CGD, TAP e RTP

O Iniciativa Liberal quer privatizar a Caixa Geral de Depósitos, a TAP e a RTP. Esta segunda-feira, no Parlamento, o deputado único João Cotrim Figueiredo defendeu ainda a redução do IVA na eletricidade para uma …

PSD convidou BE e PCP para negociar. Teme-se uma "perigosa" coligação negativa no IVA da luz

O PSD está disponível para "conversar" com a esquerda parlamentar para negociar uma solução que permita baixar o IVA da eletricidade. A garantia foi dada por um dos coordenadores do processo orçamental do PSD, Duarte Pacheco, …