África: nenhuma selecção lusófona vai estar no Mundial 2022

Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe: nenhuma estará no play-off da CAF.

Está confirmado: nenhum país africano, onde se fala português, vai estar representado no Mundial 2022 de futebol. A última esperança morava na Nigéria, onde Cabo Verde jogou, mas o resultado não foi o desejado.

A selecção cabo-verdiana chegou no segundo lugar ao último jogo do Grupo C da qualificação da CAF, apenas a dois pontos da líder, precisamente a Nigéria. Se vencesse, assumiria o primeiro lugar e iria ao play-off. Mas empatou a uma bola.

Os golos foram apontados muito cedo: poucos segundos de jogo e golo da Nigéria, por Victor Osimhen; aos cinco minutos Stopira empatou. João Paulo (Feirense) foi o representante de clubes portugueses no 11 inicial de Cabo Verde, que contou ainda com os suplentes utilizados Nuno Borges (Casa Pia) e Gilson Tavares (Estoril).

A Nigéria vai estar no play-off, por ter terminado o Grupo C com 13 pontos. Cabo Verde conseguiu 11 pontos, Libéria seis e República Centro-Africana quatro pontos.

Assim, Cabo Verde já disse “adeus” ao Mundial 2022, tal como tinha acontecido com São Tomé e Príncipe, Angola, Moçambique e Guiné-Bissau.

Os guineenses foram os melhores destes quatro conjuntos, ao ficarem no segundo lugar do Grupo I, mas com apenas seis pontos. Num grupo onde Marrocos venceu os jogos todos, o apuramento (18 pontos) ficou bem longe.

Angola conseguiu mais pontos do que Moçambique. No entanto, os cinco pontos de Angola chegaram apenas para o último lugar do Grupo F, enquanto os quatro pontos de Moçambique serviram para o terceiro lugar do Grupo D.

Guiné-Bissau, Angola e Moçambique venceram apenas um jogo cada, nesta fase de grupos africana. Cabo Verde ganhou três vezes.

São Tomé e Príncipe não chegou à fase de grupos porque foi logo afastado na primeira eliminatória pela selecção… da Guiné-Bissau.

Argélia, Tunísia, Nigéria, Camarões, Mali, Egipto, Gana, Senegal, Marrocos e República Democrática do Congo vão estar no play-off. Destas 10 selecções, cinco vão apurar-se para a fase final no Qatar. A eliminatória, a duas “mãos”, está marcada para Março de 2022, tal como acontece na qualificação europeia.

  Nuno Teixeira, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.