Negrão fala em articulação total, mas Hugo Soares acusa Rio de passar as culpas para os deputados

José Sena Goulão / Lusa

O líder parlamentar do PSD, Fernando Negrão

Na primeira reunião do grupo parlamentar do PSD após a crise dos professores, Fernando Negrão insistiu que houve “articulação” total, uma resposta a Hugo Soares que acusa o líder do PSD de passar as culpas para os deputados.

Fernando Negrão, líder parlamentar do PSD, reafirmou na manhã desta quinta-feira, perante o grupo parlamentar, que Rui Rio acompanhou a par e passo tudo o que aconteceu na reunião da comissão de educação, em que foi aprovada a contagem integral do tempo de serviço dos professores.

Segundo o Expresso, Fernando Negrão defendeu que a posição do PSD foi coerente com a sua história nesta matéria e culpou o mediatismo pela perceção de que terá havido erros no PSD ou um recuo após a ameaça de demissão do primeiro-ministro, António Costa.

Perante os jornalistas, à saída da reunião, Negrão assumiu o mesmo. Aliás, à pergunta sobre se sente que Rio transformou o grupo parlamentar no bode expiatório de um processo em que os sociais-democratas tiveram de fazer marcha atrás, responde que não.

“Não sinto, porque articulamos sempre com a direção do partido. Houve articulação, não houve passar de culpas. Rio não lavou as mãos”, afirmou o líder parlamentar.

Já sobre os discursos diferentes do partidos antes e depois da ameaça, o líder da bancada afirmou que, a partir do momento em que Costa ameaçou demitir-se, estava-se “ao nível da discussão entre o primeiro-ministro e o líder da oposição”, e que se o PSD demorou a corrigir o tiro, foi por responsabilidade de Rui Rio.

Negrão bateu sempre na mesma tecla, afirmando que o clima foi de “total sintonia” com a direção do partido e do grupo parlamentar, e de “condenação” e “protesto” em relação ao “golpe teatral de António Costa quando ameaçou com a demissão”.

Mas, apesar de haver condenação, segundo o Expresso, não houve “total sintonia” em relação ao comportamento de Rui Rio.

Hugo Soares foi a voz crítica, que fez uma intervenção que chegou até a irritar alguns dirigentes da bancada, como Emídio Guerreiro. Em resposta a Pedro Pinto, que momentos antes havia defendido a coerência do PSD em relação aos professores, Soares fez questão de repor a verdade histórica.

Esta nunca foi a posição do PSD“, afirmou, lembrando que durante anos o partido defendeu que “este tempo não ia nunca ser contado” e que, por razões de “justiça, de equidade e sustentabilidade das contas públicas” o PSD sempre votou contra as propostas de recuperação do tempo integral de serviço.

Para Hugo Soares, o PSD falhou na questão de fundo e na forma. Além disso, o anterior líder parlamentar criticou Rui Rio pela forma como, “sempre que tem uma aflição, culpa o grupo parlamentar”.

Para sustentar a sua afirmação, lembrou vários momentos em que o presidente do partido se comportou desta forma ao longo dos últimos quinze meses, considerando muito grave a forma como Rio queima os deputados para disfarçar as suas asneiras políticas.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Os olhos são (mesmo) o espelho da alma. Estudo revela que experiências traumáticas afetam as pupilas

Uma nova investigação acaba de revelar que as pupilas podem revelar se uma pessoa sofreu uma experiência traumática no passado. Recentemente, uma equipa de investigadores da Universidade de Swansea, no Reino Unido, descobriu que as pupilas …

No Japão, é possível contratar um agente privado para sabotar a sua própria relação

Na Terra do Sol Nascente, é possível contratar um agente privado para sabotar a sua própria relação (sem ter de arcar com as culpas). De acordo com a BBC, estes agentes privados chamam-se "wakaresaseya" e têm …

Arqueologia estelar revela restos de antigo enxame globular. É o "último do seu género"

Uma equipa de astrónomos, incluindo Ting Li e Alexander Ji do Instituto Carnegie, descobriu uma corrente estelar composta pelos restos de um antigo enxame globular que foi dilacerado pela gravidade da Via Láctea, há 2 …

Petição para Reino Unido incluir Portugal no corredor aéreo com quase 30 mil assinaturas

O jornal em língua inglesa com maior circulação em Portugal lançou uma petição pela Internet a pedir ao Governo britânico para reconsiderar e incluir Portugal no corredor aéreo com o Reino Unido, já assinada por …

eBussy é o novo elétrico modular que se transforma em 10 carros diferentes

10 em 1. O eBussy, um veículo elétrico projetado pela alemã ElectricBrands, permite variar a carroçaria numa dezena de configurações diferentes. A fabricante alemã ElectricBrands revelou o seu mais recente carro-conceito: o eBussy, um elétrico modular capaz …

República Dominicana nega que Juan Carlos tenha entrado no país

A imprensa espanhola noticiou, esta terça-feira, que o rei emérito de Espanha estaria na República Dominicana, depois de ter anunciado que ia viver para fora. Mas as autoridades deste país negam essa informação. De acordo com …

Fome causada pelo coronavírus mata 10 mil crianças todos os meses

A cada mês que passa, 10 mil crianças morrem devido à fome causada pela pandemia do novo coronavírus. Há ainda 500 mil crianças malnutridas todos os meses. A pandemia do novo coronavírus está a intensificar problemas …

Lava Jato usou os mesmos métodos de espionagem clandestina que o FBI

A operação Lava Jato usou os mesmos métodos de espionagem utilizados por John Edgar Hoover, o temível líder do FBI durante quase 50 anos. Durante quase 50 anos, John Edgar Hoover liderou o FBI, ficando conhecido …

Por três dólares, já é possível comer refeições de avião em casa

A empresa Tamam Kitchen, líder na produção de alimentos para várias companhias aéreas de Israel, decidiu vender ao público e a baixo custo as refeições que habitualmente vende a empresas de aviação e que depois …

Ministério Público está a investigar acidente com Alfa Pendular em Soure

O Ministério Público está a investigar o descarrilamento do comboio Alfa Pendular, em Soure, que, na última sexta-feira, provocou dois mortos, oito feridos graves e 36 feridos ligeiros. Questionada na sexta-feira pela agência Lusa, a Procuradoria-Geral …