Os neandertais desapareceram porque não tinham agasalhos

(dr) Joe McNally, National Geographic

Wilma, uma fêmea reconstituída a partir de DNA neanderthal, era ruiva, de olhos claros, pálida e tinha sardas - como quase todos os neanderthals

Wilma, uma fêmea reconstituída a partir de ADN Neandertal, era ruiva, de olhos claros, pálida e tinha sardas

Um estudo concluiu que os Neandertais, ao contrário dos humanos, não sabiam fazer casacos para se aquecerem, o que contribuiu para a sua eventual extinção.

Segundo investigadores da Universidade Simon Fraser, no Canadá, os Neandertais ou tinham “falta de inteligência” para fazerem roupas de peles de animais, ou deixaram que as tradições culturais os impedissem de tal coisa.

Para identificar os animais que foram usados ​​para criar agasalhos, a equipa recorreu a um banco de dados etnográfico e comparou a frequência da ocorrência desses animais nos depósitos arqueológicos europeus.

De acordo com o Journal of Anthropological Archaeology, os investigadores notaram que, na cultura dos Neandertais, havia uma ausência de animais associados com casacos de pele.

Já nas primeiras fogueiras humanas foram encontrados vários vestígios dos animais – que podem ter sido usados para agasalhos – e outras provas, como agulhas de osso para costura e outras ferramentas utilizadas para raspar peles.

Os investigadores afirmaram que a falta de roupas quentes terá limitado o tempo que os Neandertais tinham para caçar, o que pode ter dado aos seres humanos uma vantagem competitiva.

“As diferenças de roupa podem ter tido um impacto sobre a saúde e talvez até mesmo na sobrevivência dos Neandertais em comparação com os primeiros seres humanos modernos” destacou Mark Collard, o principal autor do estudo.

Os Neandertais desapareceram há 30 mil anos e, antes da sua extinção, coexistiram com os humanos modernos na Europa durante um período de 2.600 a 5.400 anos.

BZR, ZAP

PARTILHAR

10 COMENTÁRIOS

  1. E não terá sido por causa disso que os dinossauros desapareceram também ? É que nunca ouvi falar de dinossauros a fazerem casacos !

    • Acredito que existam diferenças biológicas entre as espécies que permitam que uma tenha mais resistência ao frio e outras não. Sabia que foi por isso que o ser humano evoluiu a perder pêlos (por se sentir mais calor devido ao cérebro) e os macacos não? É a mesma coisa.

  2. Com esta pérola ficámos a saber que o êxito para a sobrevivência é saber fazer casacos. Mas souberam deixar o seu património genético na linhagem H. Sapiens… Humm e em contrapartida os H. Sapiens não ensinaram H. neanderthalensis a fazer casacos? Que ingratidão esta :)…

  3. De todas as teorias que já li, esta é a mais disparatada. Mas também disparate é afirmar que os neandertais (Homo Sapiens de Neanderthal) não eram humanos. Penso que ficou a faltar o adjetivo “modernos” ou, mais corretamente, “atuais”.

    • Caro Pedro R,

      Os neandertais eram humanos, mas não eram da espécie Homo Sapiens (à qual pertencemos). A designação da espécie é Homo Neanderthalensis.

  4. so existem ossos, por isso sera prematuro tirar tais conclusões,pouco sabemos da biologia da espécie,se tinham muito mais pelo,outra temperatura corporal etc….

  5. Os últimos neandertais foram parar na península ibérica e talvez isso explique o porquê de sermos mais atrasados que o resto da Europa devido a miscigenação maior por aqui com esses brutos desnudos.

  6. Ora, os Neandertais passaram centenas de milhares de anos vivendo sob um clima europeu ameno e portanto não tinham tradição no uso de roupas. Quando o clima esfriou bruscamente, por volta de 40 mil anos atrás, não conseguiram se adaptar, levando-os gradativamente à extinção!

Cientistas podem ter descoberto por que Beethoven ficou surdo

Ludwig van Beethoven começou a notar dificuldades de audição em 1798, com 28 anos. Com 44 ou 45, estava totalmente surdo. Aos 56 anos, o músico morreu e, até hoje, ainda não se sabe …

Tochas em Alvalade. Liga pede reunião de urgência ao MAI

O presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) solicitou, esta sexta-feira, uma reunião de urgência ao ministro da Administração Interna, na sequência dos incidentes no encontro entre Sporting e Benfica. "A Liga Portugal lamenta profundamente …

Moody’s mantém rating de Portugal acima do "lixo"

A agência de rating norte-americana manteve, esta sexta-feira, a notação financeira de Portugal em “Baa3”, acima de lixo, e a perspetiva em positiva. De acordo com um comunicado no site da agência, a Moody's assinala que …

Suspeitos da morte de jovem cabo-verdiano ficam em prisão preventiva

Os cinco suspeitos da morte do estudante cabo-verdiano vão aguardar julgamento em prisão preventiva, indiciados pelos crimes de homicídio qualificado e três tentativas de homicídio. A decisão, lida aos jornalistas cerca das 23h30 de sexta-feira por …

Cientistas descobriram o ponto fraco dos tardígrados

Os tardígrados, também chamados ursos de água, são conhecidos pela sua resistência. Mas um novo estudo revela agora que estes pequenos organismos também têm um ponto fraco: exposição de longo prazo a altas temperaturas. Em 2018, …

Detetadas "partículas fantasmagóricas" que o Modelo Padrão não pode explicar

O observatório IceCube, localizado no Pólo Sul, revelou que a Antena Antena Antártida de Impulso Transitivo (ANITA) detetou alguns "sinais muito estranhos" que "não pode ser explicados" pelo Modelo Padrão da Física. O projeto ANITA, …

Descoberto primeiro asteróide que se move apenas dentro da órbita de Vénus

Uma rede de telescópios robóticos operados à distância observou um asteróide que, além de ser o asteróide mais próximo do Sol, é também o primeiro asteróide descoberto que se move completamente dentro da órbita de …

Mark Zuckerberg tem medo do TikTok (e já se sabe porquê)

Mark Zuckerberg já deixou claro, mais do que uma vez, que não gosta do TikTok. No entanto, agora sabemos o que está por trás desta hostilidade pelo rival: a aplicação está a crescer muito, mesmo …

A empresa mãe da Google já vale um bilião de dólares

Esta quinta-feira, a Alphabet, empresa mãe da Google, conseguiu uma cotação na bolsa de 1 bilião de dólares, cerca de 900 mil milhões de euros. A Alphabet tornou-se, esta quinta-feira, a quarta empresa norte-americana a conseguir …

Cientistas criam "cimento vivo" capaz de se "curar"

Uma equipa de cientistas dos Estados Unidos criou um "cimento vivo" juntando areia e bactérias num material de construção capaz de se auto-reproduzir, de absorver dióxido de carbono e manter a resistência. "Já usamos materiais biológicos …