Nasceu na Grécia um bebé com “três pais”. É o terceiro caso no mundo

Um bebé com o ADN de três pessoas diferentes nasceu na Grécia, após um tratamento de fertilidade controverso. O menino nasceu na terça-feira, pesa 2,9 quilogramas e é saudável.

Os médicos por trás do tratamento, da Grécia e da Espanha, dizem que isso marca um avanço histórico – é a primeira vez que uma técnica de fertilização in vitro que envolvia ADN de três pessoas tem sido usada com o objetivo de abordar problemas de fertilidade.

Mas especialistas britânicos criticaram a decisão de prosseguir com o tratamento que, segundo eles, não era apoiado por evidências científicas e envolvia riscos injustificáveis.

A chamada transferência de fuso materno (MST) foi aplicada a uma mulher grega, de 32 anos, num ensaio clínico piloto. A técnica consiste em extrair do núcleo de um ovócito de uma dadora com mitocôndrias saudáveis, substituindo-o pelo núcleo de um ovócito da mãe do bebé. Depois, fertiliza-se o ovócito com o espermatozóide do pai e implanta-se no útero da mulher com infertilidade, neste caso da mulher grega.

As mitocôndrias são peças que existem dentro de todas as células do corpo humano e que funcionam como pilhas, porque são elas as responsáveis por armazenar a energia. Ora, dentro das células há dois tipos de informação genética: a maior parte dela, 99%, está guardada no núcleo das células; e o restante está dentro dessas mitocôndrias. Acontece que toda a informação genética que temos dentro das mitocôndrias é-nos passada exclusivamente pela mãe.

Tal como o ADN presente no núcleo das células, também a informação genética das mitocôndrias pode trazer mutações que levem ao desenvolvimento de doenças. Era esse o caso desta criança grega: a mãe era portadora de uma mutação na informação genética das mitocôndrias que, se fosse transferida para os filhos, podia comprometer a saúde das crianças. Foi para evitar esse cenário que os pais decidiram entrar no teste da Embryotools, uma empresa espanhola, e dos médicos gregos.

A mulher que deu à luz esta semana na Grécia já tinha passado sem sucesso por quatro ciclos de fertilização in vitro. Ela agora é mãe, mas uma pequena parte da composição genética do filho é da doadora, uma vez que as mitocôndrias possuem ADN próprio.

O bebé veio ao mundo na terça-feira com 2,9 quilogramas. A mãe, grega, tem 32 anos. São os protagonistas do terceiro teste bem sucedido com este procedimento — o primeiro aconteceu em 2016 no México e o segundo em 2017 na Ucrânia.

O centro espanhol Embryotools, que trabalhou em parceria com a equipa grega, anunciou, de acordo com a BBC, que outras 24 mulheres estão a participar na experiência e que oito embriões estão prontos a ser implantados.

Esta nova técnica, que permite que pais com mutações genéticas tenham bebés saudáveis, foi aprovada no Reino Unido em 2015, mas ainda não é legal em vários países. Nos EUA, o procedimento ainda é proibido porque experiências semelhantes feitas em 1990 geraram bebés com doenças genéticas.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Há uma enorme confusão (demasiado habitual) entre “pilha” e “bateria”: ‘bateria’, por definição é que pode armazenar energia elétrica, ou seja, pode ser recarregada; uma ‘pilha’ só fornece energia elétrica até se esgotar e não é recarregável!
    No caso concreto deste artigo, penso que seria mais adequado dizer que as mitocôndrias “funcionam como baterias”, pois realmente armazenam energia.
    Penso que a causa principal do uso errado destes termos deriva de, em inglês, a expressão “battery” servir para designar quer “bateria” (elétrica) como “pilha” (elétrica). Convinha que na tradução de artigos do inglês para português se tivesse em conta os significados distintos que esta palavra inglesa tem na nossa língua (e em outras).

    • António e ZAP, como biólogo posso dizer-vos que nem uma nem outra das opções fazem sentido, neste caso concreto.
      Cada mitocôndria é uma espécie de central de produção de energia – lá decorrem reações químicas que visam aproveitar a energia dos nutrientes orgânicos (essencialmente da glicose), permitindo produzir moléculas de ATP. Podemos dizer que permitem “carregar” as “pilhas” ou “baterias” que são as moléculas de ADP (forma “descarregada”/ ATP (forma carregada). A designação mais habitual para o ATP é a de “moeda energética” da célula, pois intervém nas trocas de energia na célula.
      Nas mitocôndrias decorrem passos importantes da respiração celular, que é o nome desse processo de transferência de energia dos nutrientes para poder ser utilizada pela célula (sob a forma de ATP).
      No caso das pessoas com mutações no DNA mitocondrial, as mitocôndrias podem ser muito ineficientes, originando uma doença altamente incapacitante. Transmite-se da mãe para todos os filhos, de ambos os sexos. Esta solução imaginativa permite resolver a solução naquele filho ou filha, mas também em toda a descendência (uma filha doente transmitiria à descendência).
      O comentário já vai longo, mas espero ter ajudado.

RESPONDER

Nobel da Física diz que o ser humano não está concebido para viver fora da Terra

Didier Queloz disse, este sábado, estar convencido de que o ser humano não está concebido para viver fora da Terra, razão pela qual está "zangado" com alguns argumentos do cofundador da Tesla, Elon Musk. Os suíços …

Ford está a reciclar palha de café do McDonald's. Quer transformá-la em peças de carro

https://vimeo.com/377768195 A Ford está a fabricar peças de carro através de palha de café reciclada do McDonald's. A iniciativa contribui para a redução da pegada ecológica e do desperdício alimentar. O combate às alterações climáticas cabe um …

Comité da ONU preocupado com condições das prisões em Portugal

As condições de detenção, a sobrelotação das prisões, o alegado uso da força e outros abusos contra pessoas pertencentes a grupos raciais e étnicos são as principais preocupações do Comité da ONU contra a Tortura …

Cientistas identificaram organismo que prospera ao comer meteoritos

O micróbio Metallosphaera sedula tem uma propensão para comer minerais. E não estamos a falar de granito ou giz, mas de rochas muito mais especiais como meteoritos. Segundo o Science Alert, uma equipa internacional de cientistas …

Médicos estrangeiros em Portugal atingem o valor mais alto da última década

O número de médicos estrangeiros registados em Portugal atingiu, em 2019, o valor mais elevado da última década, situando-se em 4192, mais 9,1% face a 2009, revelam dados da Ordem dos Médicos (OM). A maioria dos …

O único carro-avião do mundo vai ser vendido em leilão

O Taylor Aerocar, aquele que é o único carro-avião legalizado em todo o mundo, vai a leilão no início do próximo ano. Este modelo da marca data do ano de 1954. Se é um apaixonado por …

Marcha pelo Clima. Polícia espanhola deteve duas pessoas com facas e martelos

A Polícia Nacional de Espanha deteve, na sexta-feira, duas pessoas que pretendiam perturbar a manifestação pelo clima em Madrid, tendo apreendido vários materiais, como facas e martelos. Um homem e uma mulher foram detidos e enviados …

Reflexão, ritual ou mundo idealizado. Um Natal sem filmes, não é Natal

Se é daquelas pessoas que passa a noite da Natal com uma chávena na mão, meias nos pés e um filme na televisão, saiba que não está sozinho. Nesta altura do ano, os filmes tornam-se …

Musk ilibado depois de ter chamado "pedófilo" a mergulhador no resgate da gruta da Tailândia

O magnata fundador da Tesla, Elon Musk, foi absolvido na sexta-feira no processo por difamação movido pelo espeleólogo britânico Vernon Unsworth, que alegava ter sido chamado de pedófilo. Após cerca de uma hora de deliberações, o …

Luzes nas redes de pesca? Os golfinhos e as tartarugas agradecem

A implementação de luzes nas redes de pesca reduz a probabilidade de tartarugas marinhas e de golfinhos serem apanhados por acidente. Luzes LED nas redes de pesca eliminariam a "captura acidental" de tartarugas marinhas em mais …