NASA volta ao espaço em voos tripulados com a Boeing e a SpaceX

NASA Kennedy / YouTube

Novo Táxi Espacial da NASA, made by SpaceX ou Boeing?

A Agência Nacional para a Aeronáutica e o Espaço, NASA, que desde o fim do programa Space Shuttle, em 2011, não tem autonomia para enviar astronautas ao espaço, escolheu a Boeing e a SpaceX para desenvolverem a próxima nave de transporte de astronautas para a Estação Internacional, revelou o seu administrador, Charles Bolden.

A NASA vai pagar 6,8 mil milhões de dólares (5,2 mil  milhões de euros) às duas empresas pelas suas respectivas naves espaciais (Dragon e CST-100) e para o desenvolvimento do novo Táxi Espacial da NASA.

“O potencial valor total do contrato é de 4,2 mil milhões de dólares para a Boeing e 2,6 mil milhões para a SpaceX“, especificou Charles Bolden.

A agência já gastou mais de 1,4 mil milhões de dólares desde 2010 em ajuda a empresas privadas (incluindo a Boeing e a SpaceX) no desenvolvimento dos seus próprios veículos de transporte.

“Desde o início, o governo do Presidente Obama tornou muito claro que  a maior nação na Terra não deveria estar dependente dos outros para ir para o espaço”, adiantou Bolden.

“Estamos hoje mais próximos de lançar os nossos astronautas em veículos americanos e em 2017 acabar com a dependência que temos da Rússia”, acrescentou.

Recentemente, a Rússia anunciou não ter intenção de manter o seu contributo para a Estação Espacial Internacional após o fim do corrente acordo, em 2020.

Com o fim do programa norte-americano de veículos de transporte espacial, após 30 anos de voos tripulados do Space Shuttle, as principais potências espaciais ficaram dependentes do foguetão russo Soyuz  para transportar os seus cientistas para a estação espacial, com um custo  de 70 milhões por tripulante.

Segundo os analistas, a tensão recente no leste da Ucrânia terá também contribuído para que o governo americano tenha decidido acelerar o regresso ao espaço.

O novo Taxi Espacial

Não é claro, para já, qual das duas empresas irá comandar a primeira missão tripulada americana depois do vaivém espacial.

Se o novo Space Taxi da NASA for baseado na cápsula CST-100 da Boeing, será semelhante ao aqui apresentado:

A SpaceX, empresa com que o visionário Elon Musk se lançou na corrida espacial, tem já um contrato com a NASA, que usa os foguetes Falcon 9 e as naves Dragon da empresa para abastecimento da Estação Espacial Internacional.

Se se inspirar na nave da SpaceX, o Space Taxi poderá ir a ser algo parecido com isto:

Não deixa de ser curioso que, em qualquer dos casos, a nova nave de transporte venha a ter mais parecenças com as cápsulas Apollo que levaram o Homem à Lua do que com a figura de aeronave do icónico Space Shuttle.

Um pequeno passo atrás para o Homem – talvez para dar dois de gigante em frente a seguir.

AJB, ZAP / Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Ministério da Saúde indiano sem dados sobre médicos que morreram de covid-19. Associação fala em 382 óbitos

Depois de o Ministério da Saúde indiano ter afirmado esta semana que o não dispõe dos dados sobre os profissionais de saúde que morreram devido à covid-19, a Associação Médica do país publicou uma lista …

Chega apresenta proposta que prevê castração química para pedófilos

O projeto de revisão constitucional do Chega, entregue hoje no parlamento, prevê a remoção dos órgãos genitais a criminosos condenados por violação de menores, algo que em si mesmo encerra dúvidas de conformidade com a …

Fluminense: as derrotas pós-Evanilson e as quatro ausências de Fred

O reforço do FC Porto deixou a equipa brasileira que, desde essa transferência, contabiliza mais derrotas do que vitórias. A instabilidade de Fred não ajuda. Portugal continua mais atento ao Flamengo do que ao Fluminense, mesmo …

MP suíço pede 28 meses de prisão para presidente do PSG e 3 anos para Valcke

O Ministério Público suíço pediu, esta terça-feira, uma pena de 28 meses de prisão para Nasser Al-Khelaïfi, presidente do Paris Saint-Germain, e de três anos para Jérôme Valcke, antigo número dois da FIFA. Trata-se dos primeiros …

Empresa japonesa cria lâmpada UV inócua para humanos que inativa coronavírus

Uma empresa japonesa desenvolveu uma lâmpada de radiação ultravioleta que inativa o novo coronavírus, recorrendo a um comprimento de onda que um estudo científico diz ser inócuo para os seres humanos. A lâmpada Care 222 foi …

Trump pede à ONU atribuição de sanções à China por ter "ocultado factos relevantes"

O Presidente dos EUA, Donald Trump, exortou hoje as Nações Unidas a “pedirem responsabilidades à China” pela sua atuação na fase inicial da expansão da pandemia de covid-19. Na sua intervenção durante o debate geral da …

Há um "clima de medo e insatisfação" nas Forças Armadas, diz Associação de Sargentos

O presidente da Associação Nacional de Sargentos (ANS), Lima Coelho, disse à Rádio Renascença que se vive um "clima de medo e insatisfação nas Forças Armadas", que inclui ameaças, avaliações injustas, demora excessiva das reclamações …

Teletrabalho e questões ambientais são prioridade para o PS no início da sessão legislativa

A líder parlamentar do PS afirma que duas das principais prioridades da sua bancada no início da presente sessão legislativa vão passar pela regulamentação do teletrabalho e pela aprovação de uma lei de bases do …

Justiça alemã abre novo inquérito contra suspeito do desaparecimento de Maddie

A justiça alemã abriu um novo inquérito contra o principal suspeito do desaparecimento de Maddie McCann, relativo à violação de uma jovem irlandesa, em 2004, anunciou, esta terça-feira, o procurador de Brunswick. "Posso confirmar que investigamos …

Mais de metade dos portugueses acredita que os fundos europeus vão ser mal geridos

Mais de metade dos portugueses (60,6%) acredita que os fundos europeus que Portugal vai receber para fazer face à pandemia vão ser mal geridos, revela uma sondagem da Intercampus para o Jornal de Negócios e …