“Não vi nenhuma agressão, nem nenhuma imagem em que se veja o Pedro Pinho a agredir alguém”

fcporto.pt

O presidente do FC Porto, Jorge Nuno Pinto da Costa

O presidente do FC Porto falou, esta quarta-feira, sobre os incidentes em Moreira de Cónegos, depois do jogo entre os azuis e brancos e o Moreirense.

Numa entrevista ao Porto Canal, Pinto da Costa abordou a agressão a um repórter de imagem da TVI, por parte do empresário Pedro Pinho, que já motivou a abertura de um inquérito do Ministério Público.

“Ia para cima e não na direção dos jornalistas. Vi que estavam a filmar e queria saber o que queriam e limitei-me, calmamente, a perguntar se havia algum problema. Disseram que não e vim-me embora”, começou por explicar o dirigente portista.

“Depois vi uma confusão mais abaixo, verifiquei que era o senhor Pedro Pinho que estava a tentar tirar e a tapar a câmara ao repórter de imagem. Não vi nenhuma agressão, nem vi ainda nenhuma imagem em que se veja o Pedro Pinho a agredir seja quem for. O que vi na altura foi ele a querer tirar a máquina e a tapá-la para não deixar filmar”, continuou.

“Não estou a dizer que houve ou que não houve. Eu não vi, nem vi ainda nenhuma imagem em que veja Pedro Pinho a agredir aquele senhor. Agora, qualquer ato de violência, o FC Porto e eu, particularmente, rejeito, censuro e não posso aceitar.”

O presidente dos azuis e brancos explicou ainda que o empresário não faz parte da estrutura do clube. “Pedro Pinho é portista, sócio do FC Porto, mas não tem nenhum cargo, é empresário de futebol que trabalha com muitos clubes e não só com o FC Porto.”

“Hoje vi num canal televisivo que tinha faturado 16 milhões de euros com o FC Porto nos últimos anos. É totalmente mentira. Em cinco anos, Pedro Pinho faturou do FC Porto, por serviços prestados, porque vendeu por exemplo o Ricardo ao Leicester, por 25 milhões. Recebeu em cinco anos três milhões e 300 mil euros. Mas também, acrescente-se, meteu nos cofres do FC Porto 7,5 milhões de euros pelo empréstimo que o Real Madrid fez ao Casemiro. (…) São negócios. Vê-se tanta mentira que até fico assustado“, declarou.

Sobre a presença do empresário no estádio do Moreirense, Pinto da Costa reforçou as palavras do presidente deste clube, que “já disse que Pedro Pinho foi convidado por ele”, pois “esteve a assistir ao jogo no camarote do filho”.

“Estava no seu pleno direito. O Moreirense tinha oito pessoas, nós também. Se fosse num pavilhão podiam estar duas mil pessoas, mas no futebol só podem estar oito de cada clube”, disse ainda, em mais uma crítica à ausência de público nos estádios.

O presidente portista criticou ainda o facto do alarido que se está a fazer por causa deste episódio. “Durante dois dias só tenho visto na televisão o Pedro Pinho, só tenho visto programas por causa disso, o ministro da Educação já falou, toda a gente fala, o presidente do PSD já falou“, referiu.

“Há polícias que são barbaramente agredidos no seu local de trabalho, que não era o caso do repórter da TVI, que não podia estar onde estava, era um local interdito. Há polícias agredidos e alguma vez vi este aparato? Ministros, secretários de Estado… Tem de ser jornalista? Seja jornalista, pedreiro ou médico, seja o que for. Sou contra a violência”, afirmou.

“Solidarizo-me pelo que se passou, estou totalmente solidário. Pelo que percebi, o repórter estava a querer filmar indevidamente, o Pedro Pinho esteve mal ao querer fazer as funções que cabiam ao Moreirense e ao delegado da Liga”, considerou.

“O país quase parou e até o Ministro da Educação veio dizer uma coisa absurda, que é por causa disto que é difícil haver público nos estádios. O senhor não deve estar bem“, declarou Pinto da Costa.

Questionado sobre a atuação da GNR, dentro da qual também já foi aberto um inquérito, o dirigente portista diz que ouviu, ao contrário do que já ouviu dizerem, “o repórter dizer uma vez ‘ó, guarda'” e que viu “logo um guarda a correr para lá”.

Não confiam na GNR. Vou dar-lhe um exemplo. A GNR presta a segurança no estádio, acabou o jogo e a GNR estava logo à volta do árbitro e foi preciso vir um segurança de um corpo policial, de pistola, que se via, para o pé do árbitro. Então não está lá a polícia, a GNR? É preciso aquele aparato? O problema é que nós é que pagamos isso, não é o senhor árbitro que paga. Somos nós todos. É um voto de desconfiança à GNR.”

“Era impensável para mim que acontecesse o que aconteceu. A GNR não pode olhar para todos os repórteres a pensar que vai acontecer o que acontece uma vez na vida. É absolutamente ridículo, é querer empolar o assunto e atirar a culpa para a GNR. É fácil bater na GNR e na polícia”, destacou.

Sobre o castigo a Sérgio Conceição, que não poderá estar no banco nos próximos 21 dias, Pinto da Costa disse que não foi pelas palavras que o treinador terá proferido, porque “vai em direção ao árbitro e ainda antes de chegar leva o cartão vermelho”.

“Não vou pôr em causa o que ele disse, sei que disse algumas coisas, mas só depois de levar o vermelho. ‘Ó Hugo, dois penáltis?’ e aí viu o cartão vermelho. O que disse depois pode justificar o castigo, mas não justifica a expulsão”, disse.

“Foi a quarta expulsão, empatou com o treinador do Sporting. Já Mário Soares dizia que todos tínhamos direito à indignação e, naturalmente, o Sérgio, como todos os portistas e aqueles intervenientes naquele jogo, também tem direito à indignação.”

“Num jogo que era importantíssimo para o campeonato, um clube que é espoliado em três penáltis naturalmente que tem o direito à indignação. (…) O que me incomoda é que toda a imprensa, mesmo aquela maioria que nos é hostil, reconhece que dois penáltis são indiscutíveis. O próprio Sérgio na altura só viu dois, depois verificou-se que eram três.”

“Eu estou indignado e acho que tenho o direito de estar depois de ter sido espoliado a triplicar. E o árbitro saiu a rir-se e não acontece nada. E o VAR, como é possível? Toda a gente viu os penáltis e aquele indivíduo, sentado numa poltrona, a ver na televisão, não vê? O que é que havemos de pensar?”, questionou.

“Queremos ver o tratamento que nos é dado. O FC Porto, amanhã, vai ser notificado do castigo e amanhã mesmo vai recorrer para o plenário do Conselho de Disciplina, como fez o Sporting há algum tempo. Com o Sporting, o plenário reuniu na sexta-feira. Já alertei o presidente da FPF que quero o mesmo tratamento, embora ele já disse que os conselhos são independentes e que não é nada com ele. Queria o mesmo tratamento que o Sporting teve, foi castigado num dia, no dia seguinte o plenário reuniu para decidir.”

Sobre a conquista do campeonato, numa altura em que a equipa portista se encontra a seis pontos do líder, Pinto da Costa recordou o que disse há uns dias, também numa entrevista ao mesmo canal televisivo.

“Disse aqui há dias o seguinte: que o FC Porto, se tudo corresse de forma normal, acreditava que fosse campeão. Mas não é normal haver um jogo de futebol em que ficam três penáltis escandalosos por marcar, em que o VAR, o senhor António Nobre, está de poltrona a ver e deixa passar os penáltis. É anormal. Se achasse normal, nesse dia deixava o futebol e dizia para entregarem o campeonato a quem quiserem. Neste momento acredito menos no título porque aquilo não foi normal”, concluiu.

Filipa Mesquita Filipa Mesquita, ZAP //

PARTILHAR

17 COMENTÁRIOS

  1. Para se ocultar uma camara teria que se ocultar a segnda porque as camaras não se filmam a elas mesmas teria sempre que haver uma segunda camera,porquê somente aquela foi o busilis da questão ? Estranho no minimo ,Sr VB esboçou boa vontade mas não passou de uma cena teatral porque poderia tentar no minimo seprar ou fazer que fazia ,mas foi dar palmadinhas nas costa do dito cujo,em suma ficaram f…porque o moreirense estragou a matematica ( Sou nortenho e não defendo A ou B ou C ,cito Sporting fez o mesmo ,Braga o bom conselheiro fez o mesmo em terras de Sua Majestade …acho que caiu moda imaginem vossas Senhorias se o Florentino vai avante com Super Liga …… ia ser um filme

  2. A falta de visão ou o não ter visto agressões não é ilegal ,ilegal é ( Ser quem é e a idade já pesa ,ai o velhinho tem o meu perdão ) ter visto dois cameras a cobrir a triste cena de um treinador arruaceiro e ai sim já viu e foi pergunta se havia, azar quando o azar foi provocado pelo perguntador que se pôs a mexer de imediato para poder argumentar que não viu ,as autoridades ,nada fizeram Não é crime mentir ,alias nestas andanças de Milhões quem não mente ? Amen supra santidade

  3. …até acho piada ao Pintainho, queira-se ou não é um dos “cromos” da bola, e tem um sentido de humor que me entretém bastante, mas de inocente terá muito pouco, neste caso no entanto não discordo com ele (apesar de saber que ele já andou a pedir desculpas e tais).
    Futebol é possivelmente das coisas que menos percebo, desde já informo, portanto a minha opinião vale pelo que vale.
    Percebo no entanto da necessidade de usar o senso comum e não só a “camisola” e a verdade é que logo que vi as imagens deste video (não sei se há outras) achei precisamente o que o homem diz, não se vê violência nenhuma de ninguém em particular, aliás o operador de camara que está a falar com o PP e que esse sim poderia imediatamente filmar o que se estava a passar caso fosse algo grave nem se moveu, vê-se sim que a lente da camara que filma foi obstruída e desviada, por quem ou porque razão, por mim pode ter sido pelo próprio operador para dissimular o que estava a fazer, estas imagens não só não esclarecem como deixam ainda mais dúvidas. Se houve mimos acho bem que quem os cometeu seja responsabilizado, mas não me parece que estas imagens provem o que quer que seja, pelo contrário, o desinteresse do outro operador sugere que ele não se apercebeu de nada anormal ao lado dele, e esta malta anda sempre de faro aparado à caça de algo para apresentar. Mais uma vez, não me surpreende nada que seja tudo verdade, é aliás o mais provável, a vergonha habitual, apenas que por estas imagens não dá para concluir nada de objectivo, não consigo ouvir nada de concreto da parte áudio também, mas com algum tratamento específico talvez o áudio seja mais esclarecedor que o video.

    • “…faro aparado à caça de algo…”

      Apare lá o seu bigode para ver se para a próxima fareja melhor e, desse modo, eleva o nível dos seus comentários e observações. Quanto à frase do Pinto da Costa, estou totalmente de acordo. Não vi agressão nenhuma.

  4. Mas conseguiu ver o caminho para Vigo, nessa altura a visão era melhor. Os métodos pidescos que se estão a voltar tentar trazer para o futebol, parece que agora são rejeitados pela sociedade civilizada, comentadores afectos ao FCP ainda tentaram branquear as agressões, branqueamento esse que ao ouvir a voz do dono ganha agora mais força. Esperaram para ver que mais imagens havia para fazer as afirmações. Agressões e ameaças são coisas de outro século, das alturas dos tri campeonatos, dos penta, era assim que se ganhava, agora parece não resultar, mas nada os impede de tentar.

  5. Dos tris, dos pentas e das conquistas internacionais… que, certamente para os cegos como você, foram obtidas com agressões e ameaças, não é assim? Meu amigo Politicamente Incorrecto, o Benfica, o seu Presidente e Lisboa em geral habituaram-se a viver às costas do Estado; se possível fazendo o Norte trabalhar. Os vários campeonatos ganhos nos últimos anos pelo clube do Costa, do Centeno, dos Secretários do Desporto e dos árbitros em geral foram acompanhados de várias vergonhas internacionais. E porquê, adivinhe lá… porque os tentáculos acabam aqui no burgo. Essa é a verdade.

    • Tanto o Sr Carlos Gomes como o Politicamente incorreto têm razão no que dizem… Agora trabalhar mais no Norte é verdade: por dinheiro são capazes de tudo, vale tudo e mais alguma coisa… E fico por aqui. A fugir ao Fisco e enganar a Segurança Social ganham o campeonato…

      • Meu amigo Justiceiro, sou do Norte e tenho os meus impostos em dia, felizmente. Porém, gostava de perceber o “por dinheiro são capazes de tudo…” ou que que dizer com fugir ao Fisco … tudo isso se refere aos nortenhos? Se sim, acaso não sabe onde estão alojados os grandes vigaristas deste país? A começar pelos vossos gloriosos presidentes desportivos. Esses não têm que fugir aos impostos. Vivem deles.
        Um abraço do Norte.

  6. Esta velha raposa agora é que tinha visto uma coisa daquelas! Ele até olhava para uma moça de minissaia que passou ao lado e a pensar para com ele, esta é que era uma bela namorada para me ocupar o tempo!

  7. O frutabola é tão lindo… É um serviço público. O que seria desta sociedade sem os valores… Sim, sem os valores do frutabola?! O respeito, a humildade, a honestidade, o trabalho, o esforço, a amizade, a vitória, a derrota… Ah… O frutabola é lindo, faz-nos crescer, faz-nos viver num mundo melhor… Amém!

  8. É óbvio! Ouve-se alguém a gritar: “Sr Guarda! (e o Pinto diz que ele nem disse “sr”) Identifique este hoemem” É claro que a primeira reação é não olhar e ouvir… mal! especialmenete se disser respeito a uma amiguinho do bimbo… Mas… Infelizmente não é possível provar que ele não viu. É pena. Mas este é um pequenissimo apitinho que nem dourado é… Mas é mais um!

    “Eue num bi nada!… Penso eu de que…”

    • Com as devidas correções (não vi, he, he, he):

      “É óbvio! Ouve-se alguém a gritar: “Sr Guarda! (e o Pinto diz que ele nem disse “sr”) Identifique este homem!” É claro que a primeira reação é não olhar e ouvir… mal! Especialmente se disser respeito a um amiguinho do bimbo… Mas… Infelizmente não é possível provar que ele não viu. É pena. É mais um pequenissimo apitinho que nem dourado é… Mas é mais um!

      “Eue num bi nada!… Penso eu de que…””

RESPONDER

Covid-19: Portugal com uma morte e 324 novos casos nas últimas 24 horas

Portugal registou hoje uma morte atribuída à covid-19, 324 novos casos de infeção pelo novo coronavírus e uma ligeira subida no número de internamentos em enfermaria, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o …

Roma já tem uma máquina de venda automática de pizza

A capital italiana tem agora uma máquina de venda automática que faz pizzas em apenas três minutos. Os preços variam de 4,50 aos seis euros (e as opiniões sobre esta ideia também). Raffaele Esposito, o napolitano …

Morreu Bo, o cão de água português de Barack Obama

Bo, o cão de água português que o ex-presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, adotou em 2009 morreu este domingo com 13 anos, em consequência de um cancro, anunciou o político nas redes sociais. O cão …

Futuro pós-vacinação entre reforço de dose, controlo de variantes e medicamentos

A incerteza sobre a duração da imunidade das vacinas contra a covid-19 deixa o futuro do combate à doença entre o reforço da vacinação, a monitorização de novas variantes e o desenvolvimento de terapêuticas alternativas, …

Presidente da República promulga Carta de Direitos Humanos na Era Digital

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, promulgou este sábado a Carta de Direitos Humanos na Era Digital, aprovada em abril na Assembleia da República, segundo uma nota divulgada no site da Presidência. A lei, …

Depois de 17 anos no subsolo, biliões de cigarras vão emergir nos Estados Unidos

Biliões de cigarras vão emergir nos Estados Unidos. O aviso é de um grupo de cientistas que alerta que, dentro de alguns dias ou semanas, as cigarras da Ninhada X vão surgir depois de 17 …

Foguetão chinês regressou à Terra (e a maior parte desintegrou-se)

Um importante segmento do foguetão chinês desintegrou-se este domingo ao reentrar na atmosfera terrestre e caiu no oceano Índico, perto das Maldivas, anunciou a agência espacial da China. "De acordo com o percurso e análise, pelas …

"Se eu encaixar, eu sento-me." Os gatos adoram caixas ilusórias

Qualquer amante de gatos sabe que estes animais têm uma predileção inata por se sentarem em espaços fechados, mesmo que o espaço seja apenas um contorno bidimensional de um quadrado no chão.  Os cientistas analisaram esta …

Jet pack da Marinha britânica. Fuzileiros navais testam macacão Gravity em exercício de embarque

Quem melhor do que as organizações militares para testar e usufruir dos jet packs? A Marinha Real Britânica e os Fuzileiros Navais reais testaram um macacão a jato, desenvolvido pela empresa Gravity Industries. Esta semana, a …

Marés de Júpiter podem ajudar a perceber a história do Sistema Solar

Uma equipa de investigadores detetou uma pequena perturbação gravitacional em Júpiter. A descoberta pode ajudar a investigar o interior do planeta e perceber melhor a história do Sistema Solar. "Se você tentasse mergulhar em Júpiter, nunca …