“Não tenhamos ilusões”. Marcelo alerta que o processo de vacinação vai levar muitos meses

António Cotrim / Lusa

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, alertou esta quarta-feira que o processo de vacinação contra a covid-19 em Portugal vai levar “muitos meses”, apelando aos portugueses para não baixarem a guarda.

“Não tenhamos ilusões, este é um processo lento, de muitos meses”, disse o Chefe de Estado em declarações ao jornal Observador.

“É preciso continuar, com precaução, durante o mês de janeiro e fevereiro, quando ainda não haverá de facto muitos portugueses vacinados”, continuou, pedindo à população para que continue a cumprir as regras para que os novos contágios diminuam.

Marcelo deixou claro que o início do processo de vacinação não resolverá tudo por si só, frisando ser necessário manter as regras de etiqueta sanitária e o distanciamento social para que os contágios continuem a diminuir.

“Isto implica que o esforço que estamos a fazer tenha de se manter no começo do ano que vem, e que as pessoas percebam que não é de repente, no dia 1 de janeiro ou durante o mês de janeiro, que se altera a situação por forma à prevenção diminuir, à contenção diminuir”, explicou ainda o Presidente da República.

As declarações de Marcelo surgem numa altura em que as farmacêuticas Pfizer e a Moderna estão prestes a ver a vacina contra a Covid-19 ser aprovada pela Agência Europeia do Medicamento (EMA). “Das várias vacinas em estudo, só há duas que estão muito próximas da aprovação pelas autoridades reguladoras, dessas duas mesmo, que apareçam na União Europeia, não aparecerão antes de janeiro”, explicou.

E em janeiro o fornecimento é ainda limitado. No caso de uma das vacinas, vai prolongar-se durante meses até ao outono, e no caso da outra vai prolongar-se até ao fim do ano. Depois, eventualmente, outras vacinas chegarão. Mas isto significa que os milhões de portugueses que têm expectativa de serem vacinados não serão vacinados logo em janeiro ou fevereiro”, explicou ainda o Presidente da República.

Marta Temido faz o mesmo apelo aos portugueses

Nesta quarta-feira, a ministra da Saúde, Marta Temido, também deixou claro que o processo de vacinação será longo, fazendo o mesmo apelo aos portugueses. “O processo de vacinação vai ser um processo longo, não vai ser um processo que se concretizará num único dia ou sequer num período de tempo muito curto”, disse.

“Durante vários meses do ano que vem teremos de garantir que não nos afastamos daquilo que é o cumprimento das regras que nos habituámos a manter até que possamos garantir a distribuição das vacinas que estimamos que possam ser disponibilizadas a partir do início do novo ano no nosso país”.

Marta Temido frisou ainda que a vacinação em Portugal será gratuita, facultativa e administrada no Serviço Nacional de Saúde.

Portugal contabiliza pelo menos 4.645 mortos associados à covid-19 em 303.846 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Pintura de Van Gogh de Paris nunca antes vista exibida pela primeira vez

Uma pintura de Vincent Van Gogh de uma rua de Paris foi exposta pela primeira vez depois de passar mais de 100 anos "escondida" pelos seus proprietários. Uma cena de rua em Montmartre, em Paris, pertenceu …

Imagens mostram construção de instalação nuclear secreta em Israel

Está a ser construída uma instalação nuclear secreta em Israel, diz a Associated Press depois de analisar imagens de satélite. Os trabalhos estão a decorrer a poucos metros do antigo reator do Centro de Pesquisa …

Supremo confirma prisão efetiva de cinco anos e oito meses de João Rendeiro

O Supremo Tribunal de Justiça (STJ) rejeitou a nulidade do acórdão que proferiu em janeiro e confirmou, assim, a condenação do antigo presidente do BPP. Num acórdão datado da passada quarta-feira, e a que a agência …

Portugal regista mais 33 mortes e 1071 novos casos de covid-19

Portugal registou, este sábado, mais 33 mortes e 1071 novos casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 1071 novos …

Ana Gomes revela que Europol está pronta para investigar o Chega

A Europol está disponível para "ajudar as autoridades portuguesas" a investigar eventuais ligações do Chega de André Ventura a "actividades criminais internacionais". É Ana Gomes quem o revela depois de ter enviado uma participação ao …

João Almeida termina Volta aos Emirados no pódio, o seu primeiro numa prova do World Tour

O ciclista português, da equipa Deceuninck-QuickStep, assegurou, este sábado, o primeiro pódio numa prova do World Tour, ao ser terceiro na Volta aos Emirados Árabes Unidos, após a sétima e última etapa. João Almeida concluiu a prova …

Alemanha vai autorizar vacina da AstraZeneca a maiores de 65 anos

A Comissão Permanente para a Vacinação na Alemanha vai alterar a recomendação que limitava o uso da vacina da farmacêutica AstraZeneca para maiores de 65 anos. O anúncio foi feito, este sábado, por Thomas Mertens, chefe da …

Éter, Teia e Tutti-Frutti. PS e PSD decidem "os bons e os maus" entre uma centena de autarcas suspeitos

PS e PSD estão na recta final da escolha dos candidatos às próximas eleições autárquicas e os dois partidos coincidem na forma como estão a avaliar os potenciais candidatos que estão envolvidos em processos judiciais. …

"Lei Khashoggi". Estados Unidos restringem vistos a 76 cidadãos sauditas

Os Estados Unidos anunciaram a restrição à atribuição de vistos a 76 cidadãos da Arábia Saudita acusados de "ameaçar dissidentes no estrangeiro", nomeadamente o jornalista saudita assassinado, em outubro de 2018, na Turquia. Segundo o secretário …

OMS quer isenção de direitos de propriedade intelectual para vacinas

A Organização Mundial da Saúde (OMS) reclamou, esta sexta-feira, o uso de "todas as ferramentas" para aumentar a produção de vacinas contra a covid-19, incluindo a transferência de tecnologia e a isenção de direitos de …