Não, os EUA não declararam guerra à Coreia. Mas não lhes abatam os aviões

Shawn Thew / EPA

A porta-voz da Casa Branca, Sarah Sanders

Os Estados Unidos negaram hoje ter declarado guerra à Coreia do Norte e frisaram que Pyongyang não pode disparar contra os seus aviões em águas internacionais, em resposta a uma ameaça do ministro dos Negócios Estrangeiros norte-coreano.

“Não declarámos guerra à Coreia do norte, e francamente sugerir isso é absurdo“, disse a porta-voz da Casa Branca, Sarah Sanders, numa conferência de imprensa, acrescentando que “nunca é apropriado que um país dispare contra as aeronaves de outro país quando estas se encontram sobre águas internacionais”, acrescentou.

Uma porta-voz do departamento de Estado, Katina Adams, reforçou, em declarações à agência espanhola EFE, que “nenhum país tem o direito de disparar sobre aeronaves ou barcos de outro país em espaço aéreo internacional ou águas internacionais”.

As porta-vozes reagiam às declarações do chefe da diplomacia norte-coreana, Ri Yong-ho, que esta segunda-feira afirmou, Nova Iorque, que o Governo da Coreia do Norte se reserva “o direito de derrubar bombardeiros estratégicos norte-americanos, ainda que os mesmos não estejam dentro do espaço aéreo” da Coreia do Norte.

O ministro norte-coreano acusou também o Presidente norte-americano, Donald Trump, de ter “declarado guerra através da retórica” ao seu país no discurso que proferiu na semana passada na Assembleia-Geral da ONU, em que ameaçou “destruir totalmente” o país asiático.

Ri Yong Ho referia-se especificamente às últimas declarações do presidente americano, em que Trump afirma que o líder norte-coreano “não estará no poder por muito tempo“, insinuando que iria destruir a dinastia de Kim Jong-Un.

A porta-voz de Trump insistiu em que o objetivo da Casa Branca continua a ser “a desnuclearização da Coreia do Norte“, e não uma guerra com Kim Jong-Un. Apesar disso, o Pentágono assegurou que está preparado para oferecer “opções militares” a Trump se a Coreia do Norte continuar com as suas “ações provocatórias”.

Estas passam a partir desta segunda-feira a contar nas suas fileiras com mais um vídeo de propaganda do regime de Kim Jong-un, que desta vez mostra a forma como as forças norte-coreanas serão capazes de destruir os bombardeiros da Força Aérea norte-americana e o porta-aviões USS Carl Vinson.

No sábado, bombardeiros norte-americanos sobrevoaram águas internacionais próximas da costa da Coreia do Norte para enviar uma “mensagem clara” a Pyongyang, informou o Departamento de Defesa norte-americano, segundo o qual nunca um avião de combate norte-americano tinha estado tão a norte desde o início do século XXI.

Foi no ponto mais setentrional da zona desmilitarizada que uma aeronave ou um bombardeiro americano voou pela costa norte-coreana no século XXI, demonstrando o quão sério nós levamos o comportamento perigoso da Coreia do Norte“, referiu a porta-voz do Pentágono, Dana White, em comunicado citado pela agência francesa AFP.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Será quando o mundo estiver espatifado, que irão achar a tal solução diplomática? Só vejo o mundo a carregar a Coreia do Norte, com sanções, devido á sua teimosia. Mas será a melhor maneira de caminhar para o entendimento? Já a minha avó dizia que com vinagre não se apanham moscas. Não há quem, com inteligência, consiga demover Kim Jong -un? Não há quem consiga fazer Trump ser mais comedido, no que expressa nos seus discursos. Será que é com ameaças de exterminio, que o vão demover. Não creio, visto que só vai acelerar o processo de fabricação de tais ogivas nucleares. E quando o tiverem conseguido totalmente, a coisa ainda ficará mais feia do que está. Isto cada dia que passa está a ficar mais complicado, e cada vez que abrem a boca, entornam mais o caldo.

  2. Realmente gostei deste video. Espero que realmente a CN tenha esta capacidade, e principalmente poder atingir porta vaioes, já agora dou um conselho ao KIM, em caso de bombardear porta avioes nao envie um só missil, pelo menos 2 misseis por cada porta avioes. Depois ri às gargalhadas quando os eua invocam as leis internacionais contra o abate de avioes em aguas ou ceus internacionais, porque nao se lembraram dessa mesma lei quando invadiram, ocuparam e destruiram o iraque, e assassinaram centenas de milhares de pessoas, e quando cometem violações com a ocupação da siria sem convite do governo legitimo, oa tais leis internacionais permitem que essa ocupação aconteça???? Pode-se nao gostar do regime da CN, mas que o homem tem tomates tem, ao contrario de outrso como da UE que são uns autenticos cordeirinhos.

    • és pouco atrasado és… quais tomates quais quê!
      CN é um regime ditatorial baseado no medo, repressão e subserviência incondicional ao Lider, tal como era o iraque, venezuela etc…
      Tens de abrir um bocadinho os olhos que já é dia…!!!

RESPONDER

A polícia holandesa achava que tinha em mãos o mafioso mais procurado da Europa. Afinal, era só um fã de F1

Um homem de Liverpool de 54 anos pensava que o grande evento da sua viagem aos Países Baixos seria assistir ao Grande Prémio de Fórmula 1, mas acabou detido numa prisão de alta segurança por …

Cobertura global de corais caiu para metade desde 1950, revela relatório

A cobertura global de recifes de coral caiu para metade desde 1950, cenário originado pelo aquecimento global, pesca excessiva, poluição e destruição de habitats naturais, revelou uma análise divulgada esta sexta-feira. Desde a Grande Barreira de …

O sonho de Christo concretizou-se, 60 anos depois. O Arco do Triunfo foi embrulhado como um presente

Já desde o início dos anos 60 que Christo imaginava como seria cobrir o Arco do Triunfo em tecido. A sua visão foi finalmente concretizada e pode ser visitada entre 18 de Setembro e 3 …

Holanda. Ministra da Defesa renuncia devido à crise de evacuação do Afeganistão

Após a ministra das Relações Externas holandesa, Sigrid Kaag, renunciar devido ao desastre da evacuação do Afeganistão, esta sexta-feira foi a vez da ministra da Defesa, Ank Bijleveld. Segundo relatou o Guardian, acredita-se que os ministros …

Tribunal da África do Sul recusa anular pena de prisão do ex-Presidente Jacob Zuma

O mais alto tribunal da África do Sul rejeitou o pedido do ex-Presidente Jacob Zuma para anular a sua sentença de 15 meses de prisão por não comparecer a uma sessão de inquérito por corrupção. Em …

EUA. Advogado planeou o próprio assassinato para o filho receber seguro. Foi detido por fraude

Um influente advogado norte-americano, cuja esposa e um dos filhos foram assassinados, foi acusado de fraude contra uma empresa de seguros e falso testemunho por organizar o seu próprio assassinato. Segundo avançou a agência France-Presse, …

Norberto Mourão conquista bronze nos Mundiais de canoagem adaptada

Norberto Mourão já tinha conquistado o bronze nos Jogos Paralímpicos de Tóquio e junta agora mais uma medalha à colecção, desta vez nos Mundiais de canoagem adaptada. O atleta de canoagem adaptada Norberto Mourão conquistou hoje …

Caso George Floyd. Polícia condenado a 22 anos de prisão pode ver a sentença revertida

A intervenção do Supremo Tribunal do Minnesota num outro caso de violência policial para reduzir a pena de um agente pode abrir um precedente para que haja alterações na sentença de Derek Chauvin. Segundo avança a …

Futebol português contra Campeonato do Mundo de dois em dois anos

O futebol português está contra a intenção da FIFA de aumentar a periodicidade do Campeonato do Mundo, passando de quatro para de dois em dois anos, refere um comunicado conjunto divulgado hoje. O documento, assinado pela …

Governo quer proibir empresas de recorrer ao 'outsourcing' após despedimento coletivo

O Governo quer proibir as empresas que façam despedimentos coletivos de recorrerem ao 'outsourcing' (contratação externa) durante os 12 meses seguintes, disse hoje a ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho. No final …