“Não é viável”. Aeroporto em Alcochete obriga a construir ponte, autoestrada e alta velocidade

Nuno Fox / Lusa

O ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos, garantiu esta quarta-feira, no Parlamento, que a construção gradual do aeroporto no campo de tiro de Alcochete “não é uma solução viável” e que “nenhuma companhia aérea vai querer deslocar-se para aí”.

De acordo com o Jornal de Negócios, que cita as declarações do ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos, no Parlamento, Alcochete só será viável com “um conjunto de infraestruturas desde logo”.

“Não há primeira fase sem nova ponte, sem autoestrada, sem alta velocidade”, garantiu.

Em relação às localizações alternativas para a construção do novo aeroporto, o ministro disse que o perímetro da base aérea do Montijo é o dobro do aeroporto Humberto Delgado e igual ao de Heathrow, em Londres.

Por outro lado, a escolha de Alcochete vai obrigar ao abate de mil hectares de sobreiros.

No caso de “avançarmos para Alcochete, dificilmente não teremos de ir para uma solução que não seja fazer o aeroporto e começar rapidamente a fazer a saída do Humberto Delgado”, disse ainda o ministro.

Sobre a proposta de incluir Beja na avaliação ambiental estratégica, Pedro Nuno Santos disse, citado pelo Observador, que a hipótese de Beja ser o aeroporto da região de Lisboa não é competitiva, porque fica a 120 quilómetros de Lisboa em linha reta.

Ministro justifica alteração da lei

Pedro Nuno Santos justificou ainda a alteração da lei que vai retirar poderes aos municípios, impedindo-os de “vetar” projetos de interesse nacional – como um aeroporto.

Consideramos que a lei é errada, e que nenhum município sozinho deve ter poder de bloquear a construção de infraestrutura de importância nacional”, afirmou o ministro.

Pedro Nuno Santos assegurou também que o Governo não vai avançar até que a avaliação ambiental estratégica esteja no terreno.

“Fica o compromisso com o PSD que não avançaremos com a alteração da lei enquanto não dermos início à avaliação ambiental estratégica”, afirmou o ministro.

Ainda falta “decidir” a entidade que irá fazer essa avaliação, que vai comparar três alternativas: Humberto Delgado com Montijo como aeroporto complementar; Humberto Delgado com Montijo como progressivamente o aeroporto principal; e campo de tiro de Alcochete.

“Temos de encontrar um mecanismo que permita fazer a avaliação ambiental estratégica, que é mais do que uma avaliação ambiental”, ao “confrontar localizações, fazer comparação de prazo, de custo, de benefícios”, disse.

Pedro Nuno Santos alertou, contudo, que “não há solução aeroportuária sem espinhas”.

E se o Montijo disser não a Alcochete? “Não podemos fazer um aeroporto. No limite do absurdo não conseguiremos fazer”, rematou o ministro.

  Maria Campos, ZAP //

 

 

PARTILHAR

11 COMENTÁRIOS

  1. ” Prantem-se quedos ” como se diz cá no Alentejo
    Na situação actual com a diminuição brutal do tráfego aéreo e turismo,e uma crise económica á espreita tanta teimosia e pressa na construção do aeroporto de Montijo só parece que há interesses

  2. Vão para Beja, a maior pista do país com infraestrutura e acessos. Com o que se poupava ainda dava para melhorar a linha de comboio. A uma hora de Faro, de Lisboa, Évora e Sevilha.

  3. Como não consigo acompanhar a sapiência do Sr. Ministro, pergunto-lhe porque é que Montijo não precisa ponte e comboio e Alcochete precisa? Em ambos casos, estão da mesma margem do Tejo, num caso tem uma diferença de distância de menos de 15 km ( a mais para Alcochete) e com um tráfego semelhante (num modelo inicial Portela +1), mas com a vantagem de Alcochete poder vir a ser o aeroporto principal algures mais para a frente, coisa que o Montijo não pode mesmo ( a não ser que se aterre metade do estuário do Tejo)

  4. Aproveitando o aeroporto de Beja onde parece haver qualidade e espaço, investindo numa linha de comboio de alta velocidade entre Lisboa, Beja e aeroporto de Faro, certamente criar-se-ia uma nova zona de desenvolvimento em Beja não sobrecarregando a já saturada zona de Lisboa com tanto cimento armado e toda a região sul do país ficaria servida com uma infraestrutura rápida entre Faro e Lisboa e um aeroporto com espaço para se expandir caso necessário. Como tudo isto parece impossível e os “interessados” parecem querer ficar o mais aconchegados possível a Lisboa, sugiro então que acrescentem a pista da Portela até ao palácio de São Bento e os políticos ficam todos com avião à porta.

  5. Gostava de perceber o porquê dessa afirmação de ser necessário nova ponte apenas se for construído do lado Este do Campo de Tiro de Alcochete, quando a actual Ponte Vasco da Gama se encontra a cerca de 15 km dessa zona em linha recta. E apenas a 10 km da A12.

    A Base Aérea do Montijo utilizará obrigatoriamente essa mesma ponte, mas sem facilidade de interligação à ferrovia pelo facto de estar rodeado de densas zonas populacionais (com os vários problemas que isto gera).

    Quanto ao abate de árvores, muitas delas dessas área são pinheiros e não só sobreiros, havendo várias clareiras e uma pista de aterragem.

    O perigo das grandes aves nessa zona foi desprezada, com sugestão de avisos e buzinas no Estudo de Impacte Ambiental… Não sei se hei-de rir ou de chorar!

    Acho curioso este tipo de argumentação se a opção Portela+Montijo tem logo, em projecto cuja capacidade esgota ao fim de 10 anos. E no Montijo não permite a expansão. O que obrigará a construção de outro novo aeroporto noutro lado…

    A zona da pista actual do Montijo está sobre antigas terras de aluvião, o que provoca a necessidade de construção de uma nova pista em plataforma com microestacaria, pois os aviões de maior porte e mais frequência gererariam deformações do piso. Este aviso foi feito pelo antigo bastonário da ordem dos engenheiros.

    E Beja é desprezada pela distância, mas melhorar a ligação férrea não lhes interessa…
    Negócios por debaixo da mesa isso é que interessa!

  6. “Aeroporto em Alcochete obriga a construir ponte, autoestrada e alta velocidade”

    Beja já tem tudo isto, basta actualizar!

  7. Beja a 120 Km em linha reta… Muito interessante… E então Coimbra fica a quantos Km de Lisboa?
    “O perímetro do Montijo é igual ao de Heathrow”… Que sentido de humor que ele tem!! Realmente Montijo é igualzinho a Heathrow. Tirando o facto de Heathrow ter 2 pistas; uma com mais de 3660 m e outra com mais de 3900m; enquanto no Montijo apenas dá para fazer uma com 2400m. O que significa que em Heathrow podem pousar e levantar aviões de todos os tamanhos sempre que lhes ‘apetecer”, enquanto no Montijo só podem pousar e levantar avionetas… de vez em quando. Quanto ao resto é igualzinho!! Até tem lojas para vender garrafas de água de 0.33cl a dois cada uma! É igualzinho!

RESPONDER

Governo: voto contra do Bloco é "definitivo". Marcelo diz que chumbo provoca dissolução

O Governo afirmou este domingo que entendeu o anúncio de voto contra por parte do BE como “uma posição definitiva”, remetendo eventuais novas negociações com este partido para a fase da especialidade do Orçamento do …

Soldados do exército chinês alinhados.

Chinesas querem "empregos de homem" — mas o sistema educacional corta-lhes as asas

Várias escolas, academia e universidades chinesas impõe cotas que limitam o acesso de estudantes do sexo feminino. Mulheres têm de tirar notas mais altas do que os homens para entrar. Um pouco por todo o mundo …

"A Escola de Atenas", quadro de Rafael Sanzio.

Ideias da filosofia grega podem ter-nos conduzido às alterações climáticas

Algumas das ideias defendidas por antigos filósofos gregos podem ter conduzido a civilização rumo às alterações climáticas. Incêndios florestais causados por ventos crescentes e um calor sem precedentes cercaram Atenas, Grécia, no verão passado, cobrindo os …

Vizela 0-1 Benfica | Milagre de São Rafa no último suspiro

A ressaca pós-goleada frente ao Bayern, na Liga dos Campeões, foi difícil para o Benfica. Os comandados de Jorge Jesus sentiram muitas dificuldades frente a um Vizela que sabia que o seu adversário iria patentear …

Otoniel, o camponês paramilitar (e criminoso mais procurado da Colômbia) foi capturado

O governo da Colômbia anunciou este sábado a captura do narcotraficante mais procurado do país, Dairo Antonio Úsuga (com a alcunha de 'Otoniel'), por quem os Estados Unidos ofereciam uma recompensa de cinco milhões de …

"Tratam as doentes como histéricas". O longo caminho da Medicina até levar a sério a dor feminina está a custar vidas

Muitos dos avanços na medicina tiveram apenas metade da população em conta. Para além da falta de representação das mulheres nos estudos médicos, a dor e os relatos das pacientes são muitas vezes desvalorizados nas …

Bloco faz ultimato: vota contra o OE se até 4ª feira o Governo "insistir em impor recusas"

A coordenadora do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, avisou este domingo que o BE votará contra o orçamento se até quarta-feira “o Governo insistir em impor recusas onde a esquerda podia ter avanços”, mantendo, no …

Nova faca de madeira é três vezes mais afiada do que as de aço - e pode ser lavada após ser usada

Através do uso de métodos alternativos, uma equipa de cientistas criou uma nova forma endurecida da madeira que pode ser transformada em facas afiadas. A equipa da Universidade de Maryland, nos Estados Unidos, refere que as …

Áustria planeia confinar quem não estiver vacinado contra covid-19

O governo austríaco anunciou que, se ocupação de camas de Unidades de Cuidados Intensivos com pacientes covid-19 atingir nível crítico, pessoas não imunizadas poderão sair de casa apenas em casos excepcionais, como compras essenciais e …

"Deixa os homens cantar". Ex-paraquedistas vaiam e pedem demissão do ministro da Defesa

Centenas de ex-paraquedistas vaiaram e pediram hoje a demissão do ministro da Defesa e do Chefe do Estado Maior do Exército durante a cerimónia militar nas comemorações do Dia do Exército, em Aveiro. A iniciativa, que …