Na Suécia, o dinheiro está obsoleto. E-krona é o futuro

zcopley / flickr

O Riksbank, banco central da Suécia, anunciou o lançamento de um projeto-piloto de um ano da sua proposta para o “e-krona”. O projeto usará a tecnologia de contabilidade distribuída inspirada nas blockchains que executam criptomoedas.

O dinheiro físico está a caminhar para a obsolescência na Suécia. Quase toda a gente usa uma aplicação de pagamento móvel chamado Swish. Estima-se mesmo que os comerciantes possam deixar de aceitar dinheiro até 2023.

Isto está a preocupar os banqueiros centrais do país por dois motivos. Primeiro: temem que, se a infraestrutura de pagamento for deixada completamente para o setor privado, certos grupos poderão ser excluídos. Segundo: se as pessoas perdem a capacidade de converter o que está nas suas contas bancárias comerciais numa forma de “dinheiro” apoiado pelo governo, pode minar a sua fé no sistema monetário.



É por isso que, há alguns anos, o Riksbank começou a investigar a possibilidade de uma moeda digital apoiada pelo Estado que poderia desempenhar um papel semelhante ao que o dinheiro físico desempenha hoje.

Em declarações ao Technology Review, o economista do Riksbank, Gabriel Söderberg, argumentou que, embora as empresas privadas sejam motivadas pelo lucro, o banco central estaria focado em oferecer um bem público. O objetivo é criar um sistema de pagamento digital que seja fácil de usar e acessível a todos.

“Atualmente não há decisão sobre a emissão de uma e-krona, como uma e-krona pode ser projetada ou que tecnologia pode ser usada”, disse Söderberg. “Essa decisão é demasiado grande para um banco central, pelo menos no contexto sueco”.

Assim, para ser feita esse decisão, será preciso envolver o público sueco. De acordo com um comunicado, o projeto piloto será executado até o final de fevereiro de 2021. Porém, poderá haver mais testes.

  ZAP //

 

PARTILHAR

9 COMENTÁRIOS

  1. tendo em conta que o actual tb vale tanto qto as notas do monopólio, não haverá então grande diferença.

    a moeda fiduciária actual só tem valor pq os Estados através da FORÇA/lei lhes conferem validade pq esta não tem qq valor intinseco, é criada do ar, ou melhor, através do débito, não passa de um número na imensa base de dados bancária.

    qto às pesudo-moedas criptográficas são a melhor maneira para controlar o zé povinho, daí a preparação das cabecinhas para a sua introdução em larga escala.

  2. Moedas digitais
    Hackers tentando invadir diariamente contas bancarias online e sacar as tais moedas digitais para as proprias contas.
    Não podem dizer que é 100% seguro pq ja invadiram todo o tipo de sites e isto nao seria excepção.

  3. Ainda esse ano de 2020 no Brasil teremos o sistema Pix, não será um criptomoeda, mas creio que será o início do fim do dinheiro em espécie.

  4. A suscetibilidade da invasão de contas está no fato de elas serem acessíveis por um meio que pode ser burlado, e isso não é nem de longe uma particularidade das moedas digitais. Você nunca acessou sua conta pela internet?

  5. isto esta cada vez mais assustador !globalmente estamos a ser manietados por escroques e idiotas ! de um lados os vigaristas e de outro os utopicos ,qual destes dois grupos o mais perigoso ?

RESPONDER

Marcelo acredita na aprovação do OE2022, mas não descarta cenário de eleições antecipadas

O Presidente da República alertou hoje que um eventual chumbo do Orçamento do Estado para 2022 "muito provavelmente" conduziria à dissolução do parlamento e a eleições antecipadas, com "seis meses de paragem na vida nacional". Em …

Pandora Papers. Morais Sarmento corrige a declaração de rendimentos e património no TC

Nuno Morais Sarmento, vice-presidente de Rui Rio, pediu ao Tribunal Constitucional que sejam acrescentadas as participações sociais que tem em três empresas moçambicanas. De acordo com o jornal Expresso, a alteração surge na sequência dos Pandora …

Pegadas mais antigas de pré-humanos identificadas em Creta

As pegadas mais antigas já conhecidas de pré-humanos foram encontradas na ilha de Creta, na Grécia, e têm pelo menos seis milhões de anos. As pegadas em questão foram descobertas, em 2017, perto da aldeia de …

Enfermeira a preparar uma vacina

Vacina russa de dose única com 70% de eficácia contra variante Delta

A vacina russa contra a covid-19 de dose única, Sputnik Light, apresenta 70% de eficácia contra a variante Delta do coronavírus SARS-CoV-2 três meses após a inoculação, anunciou hoje um laboratório daquele país. Segundo o Centro …

Três selecções apuradas para o Mundial 2022 (mas Will Grigg não vai ao Qatar)

Qatar e Alemanha já estavam qualificadas e a Dinamarca completou o trio. Irlanda do Norte está fora destas contas. A Dinamarca já assegurou a qualificação para a fase final do Mundial 2022. A confirmação - do …

Santuário de Fátima repleto na primeira peregrinação sem restrições

A peregrinação internacional aniversária de outubro ao Santuário de Fátima, que hoje termina, está a decorrer "dentro da normalidade" e sem registo de incidentes, informou a GNR. Esta é a primeira que se realiza sem restrições …

Nuvem de dióxido de enxofre do vulcão de La Palma chega à Península Ibérica

Em comunicado, o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) alertou que uma nuvem de dióxido de enxofre, proveniente do vulcão Cumbre Vieja, em ilha La Palma, nas Canárias, atingiu a Península Ibérica. A informação …

Papa aprova milagre e abre caminho à beatificação de João Paulo I

O Papa Francisco autorizou esta quarta-feira a promulgação do decreto relativo ao milagre atribuído a João Paulo I (Albino Luciani), nascido em 17 de outubro de 1912 em Forno di Canale (hoje Canale d'Agordo, Itália) …

Pedro Nuno defende que OE2022 é "talvez o melhor" - e "seria muito mau se não fosse aprovado"

O ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, considerou hoje que o Orçamento do Estado (OE) para 2022 é "talvez o melhor" deste Governo e "seria muito mau para o país se não …

Exames de acesso ao ensino superior podem ser usados durante quatro anos

Os exames nacionais vão poder ser utilizados na candidatura ao acesso ao ensino superior durante quatro anos após a sua realização, sendo que os alunos que optem por repetir as provas podem escolher a melhor …