Na Irlanda, o Pai Natal é considerado um “trabalhador essencial”

A Irlanda fez esta semana um anúncio especialmente dedicado às crianças, afirmando que o Pai Natal é considerado um trabalhador essencial no país e, por isso, não terá as suas deslocações restringidas no período natalício.

A comunicação do Governo da Irlanda surge numa altura em que o país e o Reino Unido estão a apertar as medidas para travar a propagação da covid-19 e “salvar” o Natal.

De acordo com o Executivo irlandês, o Pai Natal entrou na lista de trabalhadores essenciais do país, não ficando sujeitos a restrições de circulação.

“[O Pai Natal] confirmou às autoridades que pretende passar pela Irlanda no dia 24 de dezembro, tal como acontece todos os anos”, afirmou o ministro dos Negócios Estrangeiros do país, Simon Coveney, citado pela emissora britânica BBC.

O governante disse que as crianças devem ficar nas suas camas durante a noite, porque o “bom velhinho” precisa de manter o isolamento social. “Como ministro dos Negócios Estrangeiros, tenho lidado com esta questão do Papai Natal já tem algumas semanas”.

“É importante dizer a todas as crianças no país que consideramos as viagens do Pai Natal essenciais e, por isso, o Pai Natal não precisará de fazer uma quarentena de 14 dias (…) deverá estar livre para passar pelo espaço aéreo da Irlanda – e das residências irlandesas – sem ter as suas deslocações condicionadas”, continuou.

O Governo irlandês quis tranquilizar as crianças e deixar claro que, mesmo num ano tão marcado pela pandemia de covid-19, que obrigará a algumas mudanças nas celebrações do Natal, a passagem do Pai Natal está garantida.

“O Pai Natal está autorizado, e virá, o próprio confirmou-o. O Pai Natal fica feliz com o facto de, com um Natal tão diferente este ano na Irlanda, a sua visita ser algo que se manterá como sempre aconteceu”, rematou o ministro.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

PS diz que Marcelo deve vitória aos socialistas (e cobra-lhe apoio em tempos difíceis)

"A democracia venceu na primeira volta e o extremismo de direita foi derrotado". É desta forma que o presidente do PS, Carlos César, comenta os resultados das eleições presidenciais ganhas por Marcelo Rebelo de Sousa, …

"Liberdade para a Dinamarca". Novos incidentes em manifestação contra restrições

Uma manifestação contra as restrições impostas para conter a pandemia, organizada por um grupo radical, em Copenhaga, originou novos incidentes na noite de sábado e resultou em cinco detenções, relataram a polícia e os meios …

Pela primeira vez, um restaurante vegan ganha uma estrela Michelin em França

Um restaurante de comida totalmente vegan em França foi o primeiro do país a receber a desejada estrela Michelin. Localiza-se perto de Bordéus. A concessão da estrela ao ONA (Origine Non-Animale) é mais uma evidência de …

Onze mineiros resgatados com vida de uma mina de ouro na China

Onze mineiros presos há duas semanas dentro de uma mina de ouro na China, devido a uma explosão, foram hoje trazidos em segurança para a superfície, informou a televisão estatal chinesa. No dia 10 de janeiro, …

Multimilionário oferece 1 milhão em prémios por evidências de vida após a morte

Um empresário de Las Vegas, nos Estados Unidos, está a oferecer um milhão de dólares em prémios em troca de evidências de que existe vida após a morte. O investidor imobiliário e empresário espacial Robert Bigelow, …

Marcelo reeleito com 55% a 62% dos votos. Ana Gomes em segundo lugar

Marcelo Rebelo de Sousa foi reeleito para um segundo mandato como Presidente da República, após vencer as eleições deste domingo com 55% a 62% dos votos.  Segundo as primeiras projeções, Ana Gomes deverá ficar em …

Itália vai processar Pfizer e AstraZeneca devido a atrasos nas vacinas. UE pede "transparência"

A Itália vai processar a Pfizer Inc e a AstraZeneca devido aos atrasos na entrega das vacinas contra a covid-19 e para garantir os fornecimentos – não para obter compensações, disse neste domingo o ministro …

Declínio cognitivo relacionado com a idade pode ser reversível

Cientistas conseguiram reverter em ratos o declínio cognitivo causado pelo envelhecimento. O objetivo dos investigadores é que as farmacêuticas baseiem-se neste estudo para criar um composto que possa ser administrado em humanos. As células específicas do …

Afluência às urnas é menor (mas há mais votantes). Abstenção deverá ficar entre os 56 e 60%

A afluência às urnas às 16:00 nas presidenciais de hoje em Portugal, 35,4%, é a segunda mais baixa desde as eleições de 2006, ano em que este número passou a ser divulgado pela administração eleitoral. Esta …

Reino Unido já vacinou quase 6 milhões. Alemanha aumenta controlo nas fronteiras

O Reino Unido já administrou a primeira das duas doses da vacina contra o novo coronavírus em cerca de seis milhões de pessoas, quando o número de mortes no país devido à pandemia está perto …