“Na Guiné é que estava bem”. Ventura diz-se vítima de perseguição após novos insultos a Joacine

Tiago Petinga / Lusa

O presidente e deputado único do Chega vitimizou-se esta quinta-feira, dizendo ser alvo de perseguição por ser multado por discriminar ciganos, depois de se envolver em nova troca de insultos com a deputada não inscrita Joacine Moreira.

“É engraçado que a Joacine diz o que quer e ninguém se importa. Eu respondo e parece que já estou a ser racista e xenófobo. O que a Joacine disse, no fundo, foi que aquilo que me devia ser aplicado – acho um absurdo que me estejam a policiar o pensamento e a linguagem – era uma pena criminal, que eu devia ir para a prisão”, disse André Ventura, em declarações à agência Lusa.

Ventura foi notificado quarta-feira de uma multa de 438,81 euros por discriminar ciganos, numa publicação em agosto na rede social Facebook, pela Comissão para a Igualdade e Contra a Discriminação Racial (CICDR).

Portugal é um Estado de Direito, democrático, que preza a liberdade de expressão. O que quis dizer foi que, se calhar, a Joacine está muito melhor em países de ditadura, como a Guiné, onde o pensamento é muito mais policiado. Não quis ir mais longe para não falar da Arábia Saudita ou outros para a Joacine se sentir melhor”, afirmou o líder do partido da extrema-direita parlamentar.

O também candidato presidencial ainda pode então ser ouvido ou deixar correr o processo até ao Ministério Público, o qual deduzirá ou não uma acusação. No pior dos cenários, está em causa um crime de discriminação racial, cuja pena máxima é de cinco anos de prisão.

Joacine Moreira (ex-Livre) insurgiu-se quarta-feira contra o baixo valor da coima na rede social Facebook, classificando-a como “preço de um amendoim”.

“Vergonha – sua palavra preferida – é o que devia ter na cara e não tem! E vergonha sinto eu também por saber que toda a violência racista e desinformação tem o custo de 400 euros para este agressor”, escreveu sobre Ventura.

Não vou alimentar muito isto. O que aconteceu hoje, mais uma vez, a juntar aos outros processos todos, é uma perseguição, um abuso do Estado de Direito. Não quero ir no caminho da Guiné, quero ir no caminho das democracias modernas, europeias, onde os líderes da oposição têm direito a falar”, continuou Ventura.

Troca de insultos em março

Já em março, o Ministério Público instaurara um inquérito ao líder do Chega depois de, no final de janeiro, o mesmo ter reagido a uma proposta de Joacine sobre devolução de património às antigas colónias portuguesas com uma mensagem na sua página da mesma rede social propondo que “a própria deputada” fosse “devolvida ao seu país de origem”.

Ventura respondeu esta quarta-feira a Joacine, desta feita através da rede social Twitter, com nova expressão depreciativa: “é aquilo que eu sempre disse, na Guiné é que estava bem”, escreveu, ilustrando com uma foto da deputada não inscrita.

“Confio muito na Justiça portuguesa e tenho a certeza que estes disparates que me estão a imputar mais não é do que tentar causar medo nos portugueses, mas os portugueses já estão muito vacinados contra isto e, no final, eu terei razão”, concluiu.

Lusa // Lusa

PARTILHAR

72 COMENTÁRIOS

    • É assim que se começa a porcaria. Liberdade de expressão é uma conquista da democracia, concorde-se ou não com as baboseiras que o outro ou os outros dizem. Em França o preço da liberdade de expressão caricaturando Maomé tem sido elevado. A uns é permitido chamar fascista, racista, xenófobo etc a outros não é permitido dizer o que se lhes aprouver, mesmo que seja asneira; afinal, esta liberdade de expressão não é muito diferente do tempo do lápis azul, só eu de sentido oposto !!!!
      Estas pseudo comichões não se apercebem do ridículo !!!

  1. A hipocrisia e a falta de vergonha na cara é o que mais ordena no país e também não esquecer a falsa democracia que reina no país.Força Ventura.

        • Pessoas como tu, só mostram que a democracia e liberdade são boas e praticáveis, sempre e quando estão de acordo com as tuas visões e narrativas.

          Curioso, Salazar pensava como tu!!

        • Contra a esquerdalhada que se apoderou do país, O Ventura é mais que preciso neste momento em Portugal. Força Ventura ! Contra a escória oportunista é preciso erguer a voz, sem medo.

          • Mas esqueceu-se “senhor/a” “Sem medo contra a escória oportunista”!… Esqueceu-se de escrever: “Que venha a ditadura de novo!” Esqueceu-se de dizer “Acabe-se com os direitos e a liberdade!” “Escória oportunista”… Ora aí está uma boa designação para esse venturinha, o seu partido e as suas ideias “sem medo”!
            “é preciso erguer a voz, sem medo”? Sabe que defende alguém que quer tirar a voz de todos, não sabe? Tenha juízo!

  2. Ora um pequeno exercício, em Portugal temos um PM de ascendência Indiana, uma ministra da Justiça de ascendência Angolana, temos uma estátua do Eusébio também de ascendência Africana no estádio do Benfica – um dos 3 grandes clubes de Portugal, e ainda temos a deputada Joacine de ascendência Guineense. Agora vão ver aos países de origem destas personalidades quantos portugueses existem em cargos de poder. Nisto tudo ainda nos acusam de racismo – uma salva de palmas por favor!

  3. Mas eu ouvi dizer que a snra. deputada festejou o facto de ter sido eleita para a Assembleia da República Portuguesa enrolada numa bandeira da Guiné! Não sei se é verdade pois não vi.
    Agora é um facto que não existe nenhum elemento de origem europeia , que eu saiba, como deputado em qualquer ex-colónia portuguesa. E aefinal o que é que o homem disse acerca dos ciganos que possa ser considerado crime? Seria bom que a notícia esclarecesse. Então e apelidar alguém de fascista e racista não deveria ser considerado crime também?

    • Está errado. A Joacine nasceu na Guiné e quando foi eleita um apoiante festejou a vitória dela para a Assembleia com uma bandeira da Guiné. Veja-se por exemplo os festejos dos indio-americanos e na India por a Kamala Harris, de origem indiana, ser a vice-presidente eleita dos Estados Unidos. Quanto aos governantes brancos nos paises africanos tem havido vários ao longo das Independências, o senhor é que nunca deu por ela, porque na realidade não lhe interessa, vai contra os argumentos que quer defender. Quanto ao Ventura é xenófobo contra os ciganos, acusa-os de viverem à custa do RSI e é racista quando manda a Joacine para a sua terra. Racismo não é opinião, é crime.

      • Sr. FM, em resposta ao seu argumento passo a citar – “Eu não sou contra os portugueses, mas estou farto dos portugueses em Angola” – deputado David Mendes da UNITA. Pois é, acusam os portugueses de racismo, sem saberem que existe realmente racismo e xenofobia, não tanto em Portugal mas sim em alguns países Africanos, incluindo ex-colónias de Portugal. Quanto ao Dr. Ventura, se mandasse um alemão para a Alemanha também era racista?

      • Sr. FM, já agora, se é tão entendido, diga lá quantos governantes de ascendência Portuguesa estiveram em cargos de poder em ex-colónias Portuguesas, diga nomes por favor, não atire apenas bitaites. E quando fala de Kamala Harris, não percebo o exemplo, ela é de ascendência Índia, ou seja Nativa Americana, quem melhor do que ela para representar os interesses do próprio País? O que é que Joacine tem a ver com a Kamala? Vai-me dizer agora que é Nativa Lusitana?

          • Sr. Lémure Cão, obrigado pela correção. De qualquer forma a Europa ainda não é a América e ainda não temos os mesmos níveis de criminalidade. Oxalá alguém ponha um travão a isso. Se vamos ter imigração que seja de qualidade, como na Austrália, Nova Zelândia ou Canadá, não vamos importar mais criminosos. Quer dizer, não dá mais, já CHEGA!

      • Eu não sei quem o snr(a) é e o snr(a) não sabe quem eu sou e, por isso, permite-se afirmar coisas sobre mim que não são de todo verdade! Eu limitei-me a fazer uma série de perguntas sobre coisas que desconhecia ou não tinha a certeza . Eu não estou a defender coisa nenhuma usando quaisquer tipo de argumentos.
        Agradeço-lhe a informação de que não foi a deputada que se enrolou na bandeira da Guiné, bem como desconhecia o que teria dito ou feito, o deputado André Ventura para que fosse multado por expressões racistas.
        Dito isto, nada do que eu escrevi, lhe dá o direito a si de tecer considerações a meu respeito nem afirmar que eu estou a defender o que quer que seja.
        A deputada foi legalmente eleita, assim como o deputado em causa,tendo portanto o direito de exercerem os seus mandatos! Racismo é crime em Portugal e eu só pretendia saber o que é que o deputado teria feito para ser multado.
        Não percebo de onde tira a ilação de que eu estou a defender qualquer argumento!
        Não estou interessado em continuar este tipo de conversa consigo! Passe bem!

      • A Kamala Harris dada como exemplo, é de rir.
        A Joacine ao ser eleita para representar portugueses, vai usar a bandeira da Guiné, disse logo ao que ia. Um mandato de ódio aos portugueses.
        Nesse contexto a frase do André Ventura, faz todo o sentido.

  4. O que me preocupa é que, por causa de gente como André Ventura, Joacine Moreira venha realmente a chegar à conclusão de que estaria melhor na Guiné-Bissau. Se Joacine Moreira fosse branca será que André Ventura teria feito os mesmos comentários?…

  5. Aguardo, mas sentado, se calhar deitado até será melhor, pela mesma utilização da palavra **vitimizou-se** com outros personagens….

    feministas
    islão
    lgbt e resto do abecedário

    entre outros

    a hipocrisia e cinismo dos MSM marxistas não têm limite.

  6. Existem liberdades e existe respeito, a minha liberdade acaba quando começo a faltar ao respeito do próximo e é isso que ninguém quer saber!
    Liberdade a mais e a não culpabilização das ações de cada um deram na porcaria em que está o mundo!

  7. Daqui a pouco estamos com uma Lei 16 como no Canadá; a ‘cancel culture’ como nos EUA e afins.

    Desde que não existam dois pesos, duas medidas a lei deve ser aplicada; a questão é que parece que a mesma tende a pender para um lado.

  8. Se na Assembleia da República não se pode debater questões sobre qualquer tipo de grupo de cidadãos, seja que grupo for, de forma totalmente livre e aberta, falando a favor ou falando contra, dizendo bem ou dizendo mal, com o risco de quem falar ser multado, acabou-se a liberdade.

    Mas pior é que esta acção da multa tem uma reacção perversa, indignar quem sente a ameaça pela liberdade, culpabilizar o grupo que é a causa da multa, em suma, promover o racismo.
    Foi assim que o Hitler conquistou o eleitorado alemão.

    Parece-me que o Ventura ganhou mais uns votos.

    • É verdadeiramente inconcebível usra o exemplo de Hitler para “defender” o venturinha. Em qualquer democracia (e não em ditadiras como a de Hitler) não é aceitável em qualquer circunstãncia, tecer comentários racistas sobre que etnia fôr. É crime em quase todas (se não em todas). NINGUÉM tem o direito de diminuir seja que etnia fôr! Se acha que é liberdade fazê-lo então… Aconselho-o a emigrar. Mas não vá para a Guiné! Lá também é crime o racismo e xenofobia (porque é uma democracia).

      • Além de não perceber o que lê, também é um bocado inculto não é?
        O Hitler primeiro foi eleito, a sua ditadura construiu-se depois.
        E a História repete-se, e mais depressa quando se esquece.

        • O Leonel também não percebe o que lê. Em que local escrevi (ou dei a entender): “O Hitler primeiro foi eleito, a sua ditadura construiu-se depois”?

          Mas concordo consigo (e demonstra que tem alguma cultura…) quando escreve: “a História repete-se, e mais depressa quando se esquece”

          Nota: Mantenho o que escrevi anteriormente!

  9. Não Ventura, não tem razão. Quando manda a Joacine para a sua terra, está a ser racista e Racismo não é opinião, é crime. E mais, você sabe muito bem disso. Talvez você engane muita gente com essa performance de que é um Trumpista, mas a mim não me engana. A sua tese de Doutoramento é de Esquerda, você é profº na Universidade Nova, só que entretanto viu que o que está a dar por esse mundo fora são os dirigentes populistas, autoritários e de extrema-direita e resolveu cavalgar essa onda, aproveitou esse nicho de mercado eleitoral em Portugal. E os pobres de espírito que são racistas, xenófobos, homofóbicos e anti-feministas imediatamente aderiram ao seu discurso. Adoram quando você diz que os políticos são todos corruptos (como se você não fosse) ou quando diz que os ciganos vivem à custa dos nossos impostos. Eles gostam porque não saem do senso comum.

    • Ò criatura é crime porque fizeram disso crime, para prosseguir uma politica de alguns anti-sociais e marginais que têm consciência pesada! Não acha que entra em confronto directo com o a livre expressão e da livre opinião? Essa é boa. Agora as pessoas são proibidas de pensar e dizer aquilo que vêem na sociedade de forma directa! Temos de fazer fretes aos “flores-de-estufa”! Tudo os ofende. Mas, só quando as criticas pois são isso mesmo lhes são dirigidas, já que aos outros podem chamar de ignorantes, analfabetos e sei lá o que mais lhes der na telha! Como desde há uns tempos para cá há bestas quadradas que chamam de “fascistas” a todos de quem não gostam ou querem ver calados e, nas tvs todos os dias, no entanto, o M.P. não se mexe. Porquê? Eu sei uns são mais iguais do que outros, não é?

    • Concordo plenamente, apenas esqueceu de dizer que os salários dos políticos também são pagos dos nossos impostos.
      É garantido que é bem mais alto do que qualquer cigano recebe…

      • Nãaaaooooo!!!! Não pode ir! Ainda o comem vivo e… vão parar ao hospital por intoxicação alimentar!
        Agora a sério… Ele se calhar até gostava de ir para a Guiné, mas na altura das colónias para poder explorar os nativos… Aí tinha todo o direito de ser racista o quanto quisesse!

    • Sr. adsm, é por causa de mentalidades como a sua que a França e a Alemanha têm o problema que têm. Imigrantes (convidados) de outros países, de outras culturas que vão para países Europeus e não se sabem comportar. Atacam as autoridades, assaltam, violam, matam (incluindo cortar cabeças). A Europa está a falhar, não faz uma análise psicológica, nem verifica antecedentes antes de deixar entrar no território Europeu pessoas como você. Se está mal em Portugal, faça o favor de ir embora para outro país, quiçá o seu país de origem, faça esse favor a si e aos outros porque não precisamos de pessoas com essa mentalidade aqui.

      • E você um atrasado mental e certamente racista, nasci na Suíça mas sou filho de ambos pais portugueses, daí tenho dupla nacionalidade, sou tão quanto você, sou engenheiro de formação e empresário em Portugal, Holanda e Bélgica.
        Isto para dizer apenas que sou certamente uma pessoa mais culta e que conhece mais do mundo do que você algum dia irá conhecer.
        É nem por isso me considero uma pessoa tão como outra qualquer.
        Apenas sou contra quem se acha mais importante que os outros, e racismo sobretudo, sou a favor que racismo deveria dar direito a ser processado criminalmente mesmo que apenas em palavras.
        Por isso fique quietinho no seu lugar que não deve ser nada mais que outro ventura.

      • Ao “sr” “Esclarecido”: “Portugal, faça o favor de ir embora para outro país, quiçá o seu país de origem, faça esse favor a si e aos outros porque não precisamos de pessoas com essa mentalidade aqui.” Siga o seu próprio exemplo. Vá!

        Nota: “não precisamos de pessoas com essa mentalidade aqui” Fale por si! Eu não quero gente como você aqui! Porquê? Porque põe a nossa democracia em risco! A minha e de todos que respeitam o próximo!

  10. Grande André Ventura ele é direto e diz o que quase todos pensam a Verdade, pessoas dos nossos tempos atuais, não chulos velinhos que sustentam filhos filhas e familia e amigos, CHEGA já têm o meu voto, quais racista é verdade qualquer pessoa numa conversa ao querer referir-se para se fazer entender na conversa diz “ciganos” eles próprios têm orgulho de o ser e devem no ter, quando é para a porrada dizem logo” eu sou cigano caralho eu chamo já a matilha ” para nos porem medo, então não são ciganos, que é vê-los com o André Ventura quando for presidente a tralhar esses chulos também.

  11. Quanto mais batem no Ventura, mais apoiantes ele terá, aguardem pelos votos e logo terão a resposta, ele tem a coragem de dizer muitas verdades que não agradam a políticos e outros bem instalados, mas vai ao encontro do pensamento de muitos de nós e de milhões de europeus que se vêm cada vez mais encurralados e oprimidos na sua própria casa. Procuram sempre empolar as suas afirmações na tentativa do deitar a baixo, mas o efeito parece ser inverso.

    • O André Ventura é uma pedrada no charco face a esta miséria de políticos incompetentes e/ou corruptos que têm estado nas rédeas do poder, nos últimos anos e, sobretudo por esta nublosa esquerdoide que, ultimamente está a assolar o país. Contra o ilusionismo reinante, Ventura é uma voz de coragem, que se faz voz de quem não tem voz, isto é daqueles que sofrem com estas misérias governativas e já não têm esperança no país, face a essa pulhastra que tem comandado os nossos destinos.

  12. André Joacine Ventura Moreira. Se fossem uma pessoa só, libertava-se um lugar na AR e reduzia-se o número de parvos no país.

  13. Mas porque é que agora toda a gente fala mal dele? Eu adoro o Andrézinho! É um caucasiano lindo, muito loirinho, de olhos azuis… e, quando os marxistas lhe chamam fascista ou alguém o hostiliza no Parlamento, ele amua e faz beicinho. Um beicinho nada berbere, muito tentador… benza-o Deus. Também gosto daqueles caracóis. O futuro é dele e de mais uns milhares de iluminados, como eu, que me orgulho dos diabos tatuados no peito, com pureza de raça, de olhos postos na cruz e na nação. Sonho às vezes com o Salazar. Era fofinho. Naquele tempo é que era bom, mas não havia ciganos, nem retornados, nem joacines, nem refugiados… por isso não podia dizer ‘Vai prá tua terra’. Isso é que era pior, não poder dizer coisas doces aos que não são loiros como eu. Tenho pena que a COVID não seja xenófoba. Era cá uma limpeza!

  14. Quanto a essa Senhora Joacine, eu não entendo que uma Guineense a quem foi dada nacionalidade e acento na assembleia nacional, possa constantemente ofender e denegrir a imagem de um povo, com acusações depreciativas revelando um ódio é um racismo extremo pelo povo Português.
    Mais grave ainda é difícil de entender é que existam portugueses a defender quem os insulta e apoiar estás Joacine e Mamadus, mas esquecendo os seus familiares e compatriotas, cabeças ocas só pode ser.
    Se este tipo de racistas, não gostam da terra que os acolheu e se querem realmente fazer algo de bom nas suas vidas, regressem aos seus países de origem e defendam os seus povos, oprimidos e escravizados pelos seus irmãos, mas la são cobardes ou de certeza que são amigos dos políticos corruptos Que oprimem os seus conterrâneos.

  15. Olha que dois!…
    Bom era o aldrabão Ventura e a alucinada Joacine irem ambos para a Guiné…
    Fazem cá tanta falta como o Covid…

RESPONDER

Cientistas criam massa que muda de formato assim que entra em contacto com a água

Da penne à fusilli: as pessoas adoram massas pelos seus formatos. Agora, uma equipa de cientistas liderada pelo Morphing Matter Lab da Carnegie Mellon University está a desenvolver massas planas que se transformam em formas …

Australiana fez uma cirurgia para remover as amígdalas (e acordou com um sotaque irlandês)

No dia 19 de abril, Angie Mcyen foi submetida a uma cirurgia para remover as amígdalas, um procedimento bastante simples que demorou apenas meia hora. Uns dias depois, acordou e apercebeu-se de que tinha um …

“Foi o crime do século“. Museu Britânico mostra o impacto do assassinato de Thomas Becket na Europa

Thomas Becket foi abatido dentro da Catedral de Cantuária por cavaleiros da comitiva do rei Henrique II. O assassinato, em 1170, causou ondas de choque em toda a Inglaterra. Agora, o religioso será recordado através …

Na Índia, ser-se rico ou pobre pode fazer a diferença no acesso à vacina

A Índia enfrenta uma grave escassez de vacinas contra a covid-19. Até ao momento, só 2,5% da população recebeu ambas as doses, enquanto 10% recebeu uma. Na Índia, as pessoas que vivem em cidades com fácil …

Ilha italiana torna-se "covid-free" e mostra-se pronta para receber turistas de todo o mundo

Numa altura em que vários países da Europa já começam a planear a abertura ao turismo de forma intensiva, há regiões que mostram já estar um passo à frente. É o caso da ilha de …

Política chinesa torna uigures reféns nas suas próprias casas

A China introduziu, em 2016, uma política de parentesco para promover a harmonia nacional e a unidade étnica, levando a que desde então mais de 1,1 milhões de funcionários do Estado ocupassem periodicamente as casas …

O palco de um dos maiores contos britânicos de sempre vai transformar-se num hostel

A Irlanda aprovou uma proposta para converter num hostel um dos pontos de referência de James Joyce mais icónicos de Dublin. O irlandês James Joyce é um dos maiores escritores da literatura britânica, sendo autor de …

Liz Cheney é a cara da oposição ao "trumpismo" no Partido Republicano

Esta quarta-feira, e depois de ter criticado o antigo Presidente dos Estados Unidos, a congressista Liz Cheney foi afastada de um cargo de liderança no Partido Republicano. Na noite desta terça-feira, e pouco antes de …

SC Braga punido com dois jogos à porta fechada por falta de habilitações de Custódio

O Sporting de Braga foi punido com dois jogos de interdição do seu estádio, após queixa da Associação Nacional de Treinadores de Futebol (ANTF), devido à falta de habilitações de Custódio, anunciou o Conselho de …

Marinha dos EUA faz apreensão de armas ilícitas no Mar da Arábia

A Marinha dos Estados Unidos apreendeu um carregamento ilícito de armas no Mar da Arábia, anunciou a Quinta Frota da Marinha americana. A apreensão do arsenal foi feita pelo navio USS Monterey na passada quinta-feira, dia …