/

Musk apresenta o “argumento mais forte” contra a existência de extraterrestres

1

Na terça-feira passada, o empresário norte-americano Elon Musk, CEO da SpaceX, causou polémica nas redes sociais, apresentando o “argumento mais forte” contra a existência de extraterrestres.

De acordo com a Fox Business, Elon Musk publicou dois gráficos, que indicavam que, apesar das melhorias na resolução da câmara, a resolução das imagens de OVNIs permaneceu a mesma. “O argumento mais forte contra alienígenas”, escreveu ele, no Twitter.

“Até onde sei… não há evidência direta [de] vida alienígena [na Terra]”, disse Musk, numa entrevista em fevereiro. “Honestamente, acho que saberia se houvesse alienígenas“, afirmou o CEO da SpaceX, acrescentando que procurar vida extraterrestre é uma “perda de tempo”.

A publicação de Musk surge depois do que parecia ser uma especulação elevada em torno do conhecimento do Governo norte-americano sobre objetos voadores não identificados (OVNIs). No final do mês passado, uma tripulação de voo da American Airlines aparentemente avistou um OVNI.

“Acabámos de ver algo passar por cima de nós”, disse o piloto, numa transmissão de rádio. “Odeio dizer isto, mas parecia um longo objeto cilíndrico que quase parecia um tipo de míssil de cruzeiro. Movia-se muito depressa e passou por cima de nós.”

Em abril de 2020, a Marinha dos Estados Unidos lançou três vídeos que parecem mostrar aeronaves a voar mais depressa do que a velocidade do som. Além disso, em janeiro, a CIA revelou três décadas de documentos sobre incidentes misteriosos relatados ou investigados pela agência.

Segundo John Ratcliffe, ex-diretor da Inteligência Nacional, mais avistamentos inexplicáveis ​​de OVNIs serão desclassificados em junho – incluindo que quebrou a barreira do som sem produzir um estrondo sónico.

O relatório e a desclassificação destes avistamentos são exigidos pela Lei de Autorização de Inteligência de 2021.

  Maria Campos //

 

1 Comment

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.