Afinal a múmia não tinha fugido do seu sarcófago

Cientistas australianos descobriram restos de uma múmia dentro de um caixão com 2.500 anos, há décadas intocado num museu na Universidade de Sydney. O líder da pesquisa fala numa grande descoberta para a arqueologia.

Uma múmia de 2.500 anos foi finalmente descoberta num caixão preservado na Universidade de Sydney durante os últimos 150 anos. Os arqueólogos acreditavam, até então, que o sarcófago estava vazio.

Os arqueólogos do Museu Nacional, o mais velho da Austrália, encontraram restos humanos de uma múmia ao levantarem a tampa do antigo caixão. A múmia não estava completamente intacta e os restos estavam um pouco danificados, como avança o canal ABC News.

Enquanto os hieróglifos no caixão indicam que tenha sido feito para uma sacerdotisa chamada Mer-Neith-it-es, os cientistas apontam que às vezes as múmias são tiradas do caixão original para que este seja usado depois. Os antigos vendedores egípcios poderiam colocar outra múmia dentro, se o comprador assim pedisse.

Os arqueólogos tentam agora revelar o mistério de quem na verdade está dentro do caixão, ao usar modelos de três dimensões e conduzindo digitalizações por Tomografia Computadorizada (CT).

“A múmia é mais velha, e tem algumas alterações degenerativas precoces e o sacro está fundido, pelo que sabemos que é definitivamente um adulto”, concluiu o professor John Magnussen.

O exame mostrou que os restos pertencem a um adulto com mais de 30 anos. A múmia estava em pedaços e exibia sinais de que alguém tinha revirado o caixão à procura de joias ou amuletos. Apenas 10% do corpo foi encontrado no sarcófago. Os pés e tornozelos, porém, estavam praticamente intactos.

The Nicholson Mummies on ABC's 7:30 – TONIGHT!

The ABC's 7.30 Report will broadcast our exciting #TheMummyProject TONIGHT, including scanning the 26th Dynasty coffin of the lady Mer-Neith-it-es, and the excavations of the remains inside. Check out, below, the amazing 3D digital model of the coffin created by the fabulous guys at WYSIWYG, which is part of the story!

Publicado por Nicholson Museum em Segunda-feira, 26 de Março de 2018

Fraser afirmou que os ossos estão, no geral, fortemente partidos e misturados com detritos, provavelmente porque o caixão viajou o mundo. Mas isso não é de todo mau, uma vez que as múmias inteiras são normalmente deixadas intactas, o que limita os benefícios científicos.

“A múmia está em condições tão más que podemos usá-la para fins de pesquisa. É uma grande descoberta para antropólogos forenses. Podemos descobrir quem era essa pessoa, a sua dieta e doenças. Descobrir como e por que morreu. Não é todos os dias que temos uma oportunidade dessas”, disse Fraser.

Outra descoberta importante feita pela especialista do Egito, Connie Lord, foi a seguinte: a resina foi colocada no crânio da múmia depois de o cérebro ter sido retirado. “É uma descoberta incrível, não me lembro de ter encontrado algo parecido. Isto devia ser extremamente raro”.

A identificação dos restos pode levar meses ou até anos, mas Fraser já adiantou que espera que o teste de radiocarbono provm que a pessoa morreu no ano 600 A.C. O caixão de Mer-Neith-it-es junto com outros três serão exibidos no novo museu Nicholson.

ZAP // Sputnik News / DW

PARTILHAR

RESPONDER

Surto de anthrax pode ter matado mais de 100 elefantes no Botswana

Um surto de anthrax pode estar na origem da morte de mais de 100 elefantes no Botswana ao longo dos dois últimos meses. Fontes do Governo do Botswana adiantaram, citadas pela Reuters, que "as investigações preliminares …

Nove migrantes encontrados vivos em novo camião no Reino Unido

A polícia britânica encontrou um segundo camião onde viajavam nove migrantes, todos eles vivos. Ainda hoje foi encontrado um camião com 39 pessoas mortas. Horas depois de ter sido encontrado um camião com 39 pessoas mortas, …

Brexit. Primeiro-ministro da Irlanda apoia adiamento até 31 de janeiro

O primeiro-ministro da Irlanda, Leo Varadkar, defendeu esta quarta-feira uma prorrogação da data do 'Brexit' até 31 de janeiro, num telefonema com o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, que já recomendou aos 27 que …

Matosinhos é a primeira cidade 5G em Portugal

A NOS cobriu totalmente Matosinhos com 5G, em parceria com a Huawei, tornando-a na primeira cidade de quinta geração móvel em Portugal, anunciou, esta quarta-feira, a operadora de telecomunicações. De acordo com a operadora, "a rede …

O Super Mundial de Clubes vem aí e o Barcelona pode ficar de fora

O Barcelona poderá ficar fora da próxima grande competição da FIFA: o Super Mundial de Clubes. Para inverter esta situação, os catalães terão de ganhar uma das próximas duas edições da Champions. O Conselho da FIFA …

Falência da Thomas Cook leva ao encerramento de empresas no Algarve

De acordo com a TSF, há empresas que não vão conseguir resistir ao colapso do grupo britânico Thomas Cook, que anunciou falência há cerca de um mês. Um mês depois de ter sido anunciada a falência …

Ex-ministro da Saúde questiona regulador no caso do bebé sem rosto em Setúbal

Adalberto Campos Fernandes diz que o caso do bebé com malformações graves dá motivos para questionar a utilidade da Entidade Reguladora da Saúde. Ordem dos Médicos está a agir "adequadamente". O antigo ministro da Saúde Adalberto …

Nuno Artur Silva vendeu participação nas Produções Fictícias ao sobrinho

Nuno Artur Silva, futuro secretário de Estado do Cinema, Audiovisual e Media vendeu a sua participação na produtora de conteúdos Produções Fictícias. Desta forma, o indigitado secretário de Estado já não tem participações em empresas …

Encerrados na Índia dois call-centers que enganavam e roubavam pessoas em todo o mundo

Dois call-centers que praticavam um tipo de fraude que fez milhares de vítimas em todo o mundo, entre as quais muitas pessoas de idade, foram encerrados em Calcutá. A operação, que envolveu as polícias indiana e …

José Neves da Farfetch nomeado pela terceira vez para prémios da moda britânicos

O fundador e presidente executivo da empresa tecnológica portuguesa Farfetch, José Neves, está nomeado pelo terceiro ano consecutivo para os prémios de moda britânicos, anunciou hoje a organização. José Neves, empresário fundador da plataforma ‘online’ de …