Multimilionário oferece 1 milhão em prémios por evidências de vida após a morte

Um empresário de Las Vegas, nos Estados Unidos, está a oferecer um milhão de dólares em prémios em troca de evidências de que existe vida após a morte.

O investidor imobiliário e empresário espacial Robert Bigelow, que é conhecido por financiar investigações de OVNIs, vai distribuir prémios em dinheiro como parte de uma nova competição de redação.

De acordo com o jornal britânico The Independent, o Bigelow Institute for Consciousness Studies (BICS), que pertence ao empresário norte-americano, está à procura de cientistas, estudiosos religiosos, investigadores da consciência ou qualquer pessoa que consiga encontrar evidências da existência de vida após a morte.

“Estou pessoalmente totalmente convencido disso”, disse Bigelow, em declarações ao jornal norte-americano The New York Times.

O BICS dará um prémio de 500 mil dólares para o ensaio principal que dê evidências da “sobrevivência da consciência após a morte corporal permanente”, 300 mil ao segundo colocado e 150 mil ao terceiro lugar.

“O Bigelow Institute for Consciousness Studies foi criado para tentar conduzir pesquisas e facilitar a investigação sobre a possibilidade de sobrevivência da consciência humana além da morte corporal e, se isso for verdade, explorar o que é o outro lado”, disse Bigelow.

O empresário de 75 anos é o fundador e proprietário da Bigelow Aerospace e da rede de hotéis Budget Suites of America. A rede de permanência prolongada abriga mais de 15 mil pessoas em três estados e permitiu que investisse mais de 350 milhões de dólares na Bigelow Aerospace, que ele chamou de “o meu próprio buraco negro”.

Para participar no concurso, as pessoas devem inscrever-se no site do BICS e um painel de jurados avaliará a “expertise, qualificação e experiência dos candidatos”. Os participantes, que devem ter pelo menos cinco anos de estudo na área, devem qualificar-se até 28 de fevereiro, com um ensaio de 25 mil palavras até 1 de agosto.

Os vencedores serão anunciados em 1 de novembro.

Na década de 1990, Bigelow fundou o National Institute of Discovery Science, um centro de estudos que investigava questões de OVNIs. Em 2008, o grupo Bigelow Aerospace Advanced Space Studies assinou um acordo com a Agência de Inteligência de Defesa do Pentágono para estudar questões de OVNIs.

O Programa de Identificação Avançada de Ameaças Aeroespaciais foi revelado pelo The New York Times em 2017.

O interesse de Bigelow pela consciência humana desenvolveu-se após o suicídio do seu filho de 24 anos, Rod Lee, em 1992. Após a morte, Bigelow e a falecida esposa, Diane, encontraram-se com o médium George Anderson para tentar fazer contacto.

Questionado pelo The New York Times se tiveram algum sucesso, Bigelow respondeu: “Não propriamente, mas o que obtive com as leituras, acho, foi que o seu espírito existia e estava bem”.

Maria Campos Maria Campos, ZAP //

 

PARTILHAR

RESPONDER

Iémen irá enfrentar a pior fome já vista nas últimas décadas. Guterres implora por generosidade

De acordo com a ONU, a situação humanitária no Iémen é muito grave e o país irá enfrentar a pior fome à qual o mundo já assistiu. Esta situação pode ser revertida se os seus …

"Um erro histórico". Tratado assinado em Portugal incentiva aquecimento global

Um tratado assinado em Lisboa concede um grande poder às empresas de energia para processar os Estados caso se sintam prejudicadas por políticas climáticas. O Tratado da Carta da Energia (TCE) é um acordo internacional assinado …

Jornalistas estrangeiros denunciam "declínio da liberdade" na China

A China utilizou as medidas para controlar o coronavírus, a intimidação e restrições de visto para limitar a cobertura jornalística estrangeira em 2020, dando início a um "rápido declínio da liberdade na media", denunciou o …

Sindicato dos chefes da PSP interpôs ação judicial por causa da pré-aposentação

O Sindicato Nacional da Carreira de Chefes da PSP indicou este domingo que interpôs uma ação judicial para impugnar um despacho da direção nacional da Polícia Segurança Pública sobre a lista de pedidos da passagem …

"A agricultura em Montalegre vai acabar". Praga de javalis destrói culturas

Os agricultores do concelho de Montalegre andam desesperados com o facto dos javalis andarem a destruir as culturas. A população destes animais tem aumentado muito nos últimos anos e as medidas de controlo têm sido …

50 mil euros. Governo cria prémio nacional para proteger florestas

No próximo Conselho de Ministros, na quinta-feira, o Governo vai discutir um prémio bianual para projetos que ajudem a melhorar a floresta, do ponto de vista técnico, científico ou da comunicação. A notícia é avançada esta …

Polícia Judiciária ajudou a evitar dois ataques em França

As informações partilhadas pela Polícia Judiciária (PJ) com a Europol foram cruciais para alcançar a detenção do jihadista marroquino que viveu em Portugal. Hicham El-Hanafi foi condenado a 30 anos de prisão em França, na semana …

Duque de Edimburgo foi transferido para outro hospital

O Palácio de Buckingham anunciou esta segunda-feira que o príncipe Filipe, marido da rainha do Reino Unido, Isabel II, foi transferido para outro hospital de Londres para continuar o tratamento de uma infeção. O Palácio disse …

Presidência da UE. Governo trabalha para encontro com Biden durante "semestre português"

A presidência portuguesa do Conselho da União Europeia quer um encontro com o Presidente Joe Biden ainda durante o primeiro semestre. A presidência portuguesa do Conselho da União Europeia (UE) está a trabalhar na realização de …

Vacina da Pfizer. Intervalo entre doses aumenta para 28 dias (e lista de prioritários vai incluir pessoas com trissomia-21)

O intervalo entre a toma das duas doses da vacina da Pfizer/BioNtech contra a covid-19 foi alargado de 21 para 28 dias, anunciou esta segunda-feira o secretário de Estado Adjunto e da Saúde, António Lacerda …